WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Novas obras

:: ‘governo do estado’

Governador garante 13° e anuncia antecipação de salário dos servidores

Governador Rui Costa

Governador Rui Costa

O Governo do Estado vai antecipar o salário de dezembro dos servidores. A informação foi anunciada pelo governador Rui Costa na noite desta terça-feira (18), durante o programa #PapoCorreria, transmitido ao vivo pelas redes sociais. “Sempre que podemos, nós antecipamos o salário. E é o que vamos fazer agora”, disse Rui.

Inicialmente previsto para o dia 28 (último dia útil do ano), o pagamento será realizado já na próxima sexta-feira (21). Um dia antes, na quinta (20), o funcionalismo estadual receberá a segunda parcela do 13º salário, também assegurada pelo governador durante o programa.

Targino reclama da extinção do CIS por parte do Governo do Estado

Deputado Targino Machado

Deputado Targino Machado (DEM)

O deputado estadual Targino Machado (DEM), reclamou mais uma vez da falta de atenção do Governo do Estado com a cidade de Feira de Santana. De acordo com o deputado, o fechamento do Centro Industrial Subaé (CIS) é um absurdo. “Rui Costa, mais uma vez, mostrou que não se importa com a população de Feira de Santana e vai fechar o Centro Industrial do Subaé. Quero ver como os deputados ditos feirenses vão votar. Mas eu estarei lá para defender o povo de Feira de Santana e região. Toma vergonha na cara, governador”, pediu.

“Feira de Santana tem recebido a ingratidão de um governo que não reconhece sua importância”

vereador Cadmiel Pereira

Vereador Cadmiel Pereira (PSC)

O vereador Cadmiel Pereira (PSC) em seu discurso na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na manhã desta segunda-feira (26), relatou que fez uma visita ao Parque da Lagoa Grande e teceu duras críticas ao Governo do Estado. “Estive esta semana no Parque da Lagoa Grande após pedidos. Porém, deixei claro que melhorias no local é uma luta antiga do vereador João Bililiu com o reforço dos moradores do Caseb, Rocinha e adjacências. Fui até lá, tirei fotos e estou avaliando a possibilidade de dar entrada em uma ação no Ministério Público para acompanhar de perto a situação”, disse.

“Toda aquela região já está em pânico com as chuvas que vão chegar. A Conder não para de mi mi mi, a assistente social passa lá um dia e ninguém faz nada. Feira de Santana tem recebido a ingratidão de um governo que não reconhece sua importância. De lá pra cá só vem o descaso, esquecimento e notícias de que Feira de Santana não tem uma possibilidade de sanar as questões pendentes da Lagoa Grande”, finalizou.

Governo do Estado está recuperando as vias de acesso ao CIS

Governo do Estado está recuperando as vias de acesso ao CIS

Zé Neto e José da Paz no CIS

O Governo do Estado está recuperando as vias de acesso ao Centro Industrial Subaé (CIS) em Feira de Santana, com recursos do Fundo Estadual de Manutenção das Áreas Industriais da SUDIC (FUNEDIC). Em visita às obras, que contam com um investimento de R$ 1,09 milhão, o deputado Zé Neto, acompanhado do diretor do CIS, José da Paz e do coordenador da 3ª Ciretran, Silvio Dias, explica que, dentre outras melhorias, as vias receberão sinalizações vertical e horizontal.

De acordo com Zé Neto, estão sendo contempladas nesta primeira etapa as Avs. Sudene e dos Operários, e numa segunda etapa serão contempladas todas as vias do bairro Tomba transversais e secundárias ao CIS, dentre elas a rua Probahia e as Avs. Banco do Nordeste e Industriário. Ao total, serão mais de 8 km recuperados.

Vereador atribui crescimento da violência ao descaso do Estado

Vereador Cadmiel Pereira

Vereador Cadmiel Pereira (PSC)

O vereador Cadmiel Pereira (PSC) repudiou o crescimento dos índices de violência no município e atribuiu a culpa na falta de investimentos por parte do Governo do Estado. O edil, indignado, lamentou a realidade da segurança pública, apontando o fechamento de Bases Comunitárias de Segurança e módulos policiais na cidade. “É estarrecedor ver que estamos chegando ao fim do ano e Feira de Santana segue prestes a fechar o ano como um dos municípios mais sangrentos do estado da Bahia. São quase 300 homicídios só em 2018. Isso é reflexo do descaso de um governo covarde. O Governo inaugurou Bases Comunitárias de Segurança e já estão fechadas as unidades do Feira X e da Conceição, módulos policiais encontram-se fechados, as viaturas recebem R$ 20 para abastecimento para fazer rondas durante o dia. Isso é uma piada”, protestou.

Cadmiel culpou o Governo do Estado. “Estamos vivendo um ciclo onde não temos mais segurança. Se espremer os números vai sair apenas sangue e homicídios. O trabalhador sai de sua casa e não sabe se vai voltar. Deixo aqui o meu repúdio a essa situação”, concluiu.

Governo do Estado pretende construir mais quatro policlínicas regionais até 2022

Policlínica Regional de Saúde em Teixeira de Freitas

Policlínica Regional de Saúde em Teixeira de Freitas – Foto: Mateus Pereira

O plano do Governo do Estado da Bahia é de construir mais quatro Policlínicas Regionais de Saúde em locais a serem definidos até 2022. A média de investimento em cada unidade é de R$ 25 milhões. Estão em construção as unidades em Barreiras, Juazeiro, Paulo Afonso, Senhor do Bonfim, Jacobina, Vitória da Conquista, Itabuna, Simões Filho, Ribeira do Pombal, São Francisco do Conde e duas em Salvador, sendo uma no bairro de Escada e outra em Narandiba.

Previdência Estadual tem estimativa de déficit de R$ 4,08 bilhões este ano

A Previdência Estadual vai encerrar o ano de 2018 com um déficit em R$ 4,08 bilhões, segundo estimativa da Superintendência de Previdência, unidade vinculada à Secretaria da Administração do Estado (Saeb). A previsão para 2019 é que o saldo negativo previdenciário chegue a R$ 4,70 bilhões. A quantidade de aposentadorias concedidas vem crescendo anualmente: em 2015 foram 3.745 aposentadorias; em 2016 foram 6.044; e  em 2017 foram 6.739. O número de benefícios concedidos até novembro deste ano já totalizou 5.932 aposentadorias, faltando ainda um mês para encerramento do exercício. O pagamento de aposentadorias e pensões dos servidores do Estado vai alcançar um gasto total de R$ 7,5 bilhões este ano. Entretanto, a arrecadação com pagamento previdenciário chegará a R$ 3,4 bilhões, gerando o rombo bilionário para os cofres do Estado de R$ 4,08 bi. O Governo do Estado terá que aportar recursos do Tesouro para cobrir do déficit previdenciário de R$ 4,08 bi. Para se ter uma ideia, apenas o gasto com o déficit deste ano seria o suficiente para construir o metrô de Salvador, que custou R$ 3,8 bilhões.

Para manter rigorosamente em dia o pagamento dos benefícios previdenciários, o Governo do Estado vem fazendo um grande esforço de caixa. Com uma gestão fiscal responsável, o Estado tem conseguido enfrentar a crise econômica pela qual atravessa o país, com diminuição da atividade econômica e queda da arrecadação tributária. Nesse período, mais de uma dezena de Estados da União passam por problemas como atrasos da folha de pagamento ou parcelamento dos salários e benefícios previdenciários. O déficit anual da previdência estadual é crescente. Nos últimos 12 anos, o saldo devedor previdenciário saltou de R$ 343,9 milhões para R$ 4,08 bi, um crescimento de mais de 1.000%. O desequilíbrio das contas da previdência na Bahia não é apenas um problema local, também é enfrentado por todos os estados do país e pela União.

O déficit previdenciário deste ano vai consumir 9,04% do orçamento total da Bahia, de acordo com dados da Secretaria da Fazenda (Sefaz). O percentual representa um peso muito grande nas contas públicas do Estado. Em números absolutos, o orçamento estadual para 2018 é estimado em R$ 45,2 bilhões, para um déficit de R$ 4,08 bi. Desta forma, o déficit previdenciário limita muito a capacidade de investimento do Estado, atravancando o crescimento econômico. Outro aspecto que contribui para o déficit previdenciário é o desequilíbrio atuarial. A quantidade de servidores ativos contribuindo para o Regime da Previdência Estadual não é o suficiente para suportar o pagamento dos benefícios de aposentadoria e pensão. Um bom exemplo que ilustra o desequilíbrio é o número de professores aposentados do Estado. A quantidade de professores inativos é quase o dobro dos docentes da ativa. Atualmente, o Estado possui 47,5 mil professores aposentados, contra 25 mil em atividade.

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif ZÉ NETO - BOAS FESTAS - BANNER SITE - POLÍTICA IN ROSA - 500X500PX - FINAL Deputado José Nunes Boas Festas 2018 RON DO POVO Luiz da Feira Boas Festas Gerusa Boas Festas 2018 Vereador Bililiu Natal e Ano Novo Gilmar Amorim Boas Festas


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia