WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Focos do mosquito foram encontrados em 80 por cento das residências’

Focos do mosquito foram encontrados em 80 por cento das residências visitadas

60 mil moradores em 13 bairros abriram as portas para agentes da Viep e homens do Exército

60 mil moradores em 13 bairros abriram as portas para agentes da Viep e homens do Exército

A Vigilância Epidemiológica do município está encerrando esta semana a sua participação na mobilização nacional em parceria com o Exército, para mostrar à população o papel de cada um no enfrentamento a focos do aedes aegypti. A Força Tarefa de combate ao inimigo, que pode estar ao lado ou na própria casa do cidadão, aconteceu durante todo o mês de fevereiro, simultaneamente nos 27 estados do país.

O balanço parcial do trabalho realizado em Feira de Santana é considerado altamente positivo.

“Em 80% dos domicílios que visitamos, foram encontrados focos do vetor. O que demonstra a importância da ação”, pontuou Edilson José Miranda Matos, coordenador de endemias da Secretaria Municipal de Saúde.

Além do trabalho educativo, com o alerta sobre os procedimentos que o morador deve fazer semanalmente dentro de seu  imóvel, as equipes realizaram a eliminação de focos de maneira mecânica e com o uso de larvicidas. Foram realizadas faxinas em terrenos baldios, onde o lixo depositado aleatoriamente, favorecia o surgimento de criadouros do pernilongo–rajado,  mais conhecido como “mosquito da dengue”.

A operação especial contou com o reforço de homens do 35º Batalhão de Infantaria no auxilio aos agentes da Vigilância Epidemiológica do município, percorrendo ruas e bairros inteiros de Feira de Santana.

A operação teve como prioridade 13 bairros, identificados com o maior número de notificações relacionadas à dengue, chikungunya e zika vírus. São eles: Ponto Central, Parque Tamandarí, Feira IV, Três Riachos, Morada do Sol, Santa Mônica, Santo Antônio dos Prazeres, Lagoa Subaé, Centenário, Lagoa Salgada, Barroquinha , Cidade Nova e João Paulo-II.

Outro fator positivo foi a visita a um maior número de residências e imóveis em geral, num menor espaço de tempo. “Somente nesses 13 bairros cerca de 60 mil moradores abriram as portas de suas casas para as nossas equipes. A credibilidade que o exército e a prefeitura detém perante a população, deixou o nosso trabalho ainda mais tranquilo”, revela Edilson Matos.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia