WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Festival Literário e Cultural de Feira de Santana’

Flifs promove diversas atividades culturais até domingo

Flifs promove diversas atividades culturais até domingo

Foto: Divulgação

“A Flifs é fruto de um esforço coletivo, que entrega à população feirense a oportunidade de formação de leitores, acesso às mais diversas construções literárias, artísticas e de cidadania”. A declaração partiu do reitor da UEFS, Evandro do Nascimento Silva, durante a cerimônia da abertura da Flifs – 11ª Feira do Livro – Festival Literário e Cultural de Feira de Santana, no final da tarde desta terça-feira, 25. O Festival ganhou este ano sua sigla, Flifs. O evento, que segue até o domingo, 30, voltou ao seu local de origem, a Praça Padre Ovídio, espaço em que foram realizadas as duas primeiras edições. “O festival continua existindo devido às nossas fortes parcerias, que colaboram para que, anualmente, possamos oferecer este evento para a comunidade”, destaca o reitor.

O prefeito Colbert Martins da Silva Filho prestigiou a cerimônia de abertura. “Ficamos muito felizes em colaborar para a realização de um evento que é tão importante para a cultura da nossa cidade”, defendeu.

Representando a Secretaria de Educação, a psicóloga Luscilla Carvalho Lima, chefe da Divisão de Planejamento e Técnicas Pedagógicas, reforçou a importância da Flifs para a educação do município. “Sabemos o quanto a leitura e a cultura são imprescindíveis para o desenvolvimento dos nossos alunos e alunas. Este é um espaço em que eles têm contato com os livros, o ambiente artístico e literário; e nós, da Seduc, acreditamos na importância desta parceria”, declara. A Secretaria Municipal de Educação colabora com a participação de alunos na visitação, apresentações culturais e artísticas e fomenta o uso do vale-livro. São oferecidos a 2.600 estudantes vales-livros no valor de R$ 28,00 e para 500 professores, no valor de R$ 50,00. Diversas outras secretarias municipais contribuem para a estrutura do evento, segurança pública e limpeza.

A Praça Padre Ovídio, de acordo com os organizadores, oferece melhor infraestrutura para os expositores e também para o público. São esperados 65 mil visitantes durante os seis dias de festival. Além da venda de livros, a Flifs promove apresentações culturais, contação de histórias, literatura de cordel, mesas redondas, oficinas e diversos shows. “Com um espaço ainda mais amplo e maior circulação de pedestres, aguardamos um bom público este ano. Além da comunidade local, pessoas de municípios circunvizinhos a Feira de Santana prestigiam o nosso festival todo ano”, estima a professora Eliana Carlota Marques Lima, coordenadora geral do evento. Também estiveram presentes à cerimônia do Flifs o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Edson Borges; o diretor do Núcleo Regional de Educação, Ivamberg dos Santos Lima; o diretor da Fundação Pedro Calmon, Zulu Araújo; o arcebispo de Feira, Dom Zanoni Demettino Castro. :: LEIA MAIS »

Patrimônio imaterial da Bahia, 11ª Feira do Livro é lançada

Patrimônio imaterial da Bahia, 11ª Feira do Livro é lançada

Foto: Divulgação

Declarada patrimônio imaterial cultural do estado da Bahia, a 11ª Feira do Livro – Festival Literário e Cultural de Feira de Santana teve sua cerimônia de lançamento realizada na manhã desta quinta-feira, 30, na Sede do Serviço Social do Comércio (Sesc). De volta às suas origens, neste ano, o evento será realizado entre os dias 25 e 30 de setembro na Praça Padre Ovídio – local onde aconteceram as suas duas primeiras edições. Foi sancionada no dia 11 de maio de 2018 a Lei 13.934/2018, que declara o Festival Literário e Cultural de Feira de Santana, a Feira do Livro, como patrimônio cultural imaterial do Estado da Bahia. A determinação foi publicada no Diário Oficial do Estado da Bahia, edição nº 22.416, no dia 12 de maio. Buscando enfatizar o início de uma nova fase para o Festival, além da mudança de local, foi adotada para o evento a sigla “Flifs”, que denomina a Feira do Livro de Feira de Santana. “Para a sigla, utilizamos cores vibrantes que dialogam com o intuito de tornar evidente a atmosfera de encantamento que permeia todo o evento”, afirma a coordenadora do evento, Eliana Carlota Marques Lima.

A Feira do Livro é realizada pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) em parceria com Secretaria Municipal de Educação e Arquidiocese de Feira de Santana e conta com apoio de diversas instituições. Apresentações culturais, contação de histórias, literatura de cordel, exposição e vendas de livros, mesas redondas, oficinas e shows fazem parte da programação da sua 11ª edição. O reitor da UEFS, Evandro do Nascimento Silva, destacou a importância do evento para público feirense. “A Feira do Livro é da comunidade feirense. Sabemos a importância que a universidade pública tem na construção do saber, na produção de conhecimento, para mudar a vida de pessoas, e formar leitores é importante para possamos ter dias melhores”, declarou o reitor.

A secretária de Educação, Jayana Ribeiro, declarou sua satisfação pela Secretaria ter participado de todas as edições da Feira do Livro. “Buscamos sempre dar nosso apoio. Nossos alunos realizam apresentações culturais no evento e, há quatro anos, conquistamos os vales-livros para que eles e os professores pudessem adquirir livros de acordo com seus gostos”, afirmou a secretária.

Personalidades feirenses darão nome aos mais diversos setores da Feira do Livro. Serão eles: A praça do cordel José Carlos Barreto de Santana, reitor da Universidade da Universidade Estadual de Feira de Santana entre 2007 e 2015; Arena Ana Angélica Morais, professora; Auditório Luiz Pimentel, jornalista e escritor; Palco Washington Almeida Moura, vice-reitor da UEFS entre 2007 e 2011; e Passarelas dos Expositores Renato Galvão, centenário, e Lélia Vitor Fernandes, pesquisadora e escritora. A solenidade de lançamento foi marcada por apresentações de alunos do coral e flautistas do projeto do Sesc, Habilidades de Estudo, e do grupo Observatório de Contação de História, promovido pelo Grupo de Estudo e Pesquisa em Currículo e Formação do Ser em Aprendizagens (FORMARSER)  do Departamento de Educação da UEFS, que, com muita música e bom humor, contaram várias histórias ao público presente.

Lançamento do Festival Literário e Cultural de Feira de Santana será no dia 30

Festival Literário e Cultural de Feira de Santana

Festival Literário e Cultural de Feira de Santana

A 11ª edição da Feira do Livro – Festival Literário e Cultural de Feira de Santana (Flifs) será apresentada oficialmente na próxima quinta-feira (30), a partir das 8h30 no teatro do Serviço Social do Comércio (Sesc), localizado na rua Guaratatuba 345, bairro Tomba. O evento está programado para o período de 25 a 30 de setembro na praça Padre Ovídio.

Durante o evento de lançamento será exibida a nova logomarca da Flifs, através de vídeo produzido pela TV Olhos D’água com o título de “11 anos – Reafirmando e consolidando nossa história”. Apresentação do grupo Camerata de Sopros e o Café Literário com a participação dos Sussurradores de Poesias, do Núcleo de Leitura da Uefs. No foyer do teatro haverá a exposição dos homenageados da Flifs/2018 e a exposição “Poesia na Folha do Norte: a Feira de Sant’Ana em versos, 1930-1950”.

Instalada em novo espaço, a Flifs inaugura em 2018 um ciclo de transformação e crescimento. Promovida pela Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs), com a parceria da Prefeitura Municipal, do Estado da Bahia, da Arquidiocese de Feira de Santana e do Serviço Social do Comércio (Sesc), a Flifs se consolidou na região como evento importante para reunião de pessoas em torno da leitura, da arte, da cultura e do entretenimento.

10ª Feira do Livro de Feira de Santana será aberta nesta terça

10ª Feira do Livro de Feira de SantanaA 10ª edição da Feira do Livro – Festival Literário e Cultural de Feira de Santana será oficialmente aberta às 16h desta terça-feira, 26, e encerrada no dia 1º de outubro. Neste ano, 32 editoras participarão do evento, na praça João Barbosa de Carvalho, a praça do Fórum.

A programação é extensa e contará com atividades nos três turnos, como apresentações culturais em vários espaços, mesas redondas, contação de histórias nos mais diversos locais, apresentações musicais, exibição de filmes, oficinas, roda de conversa e lançamentos de livros.

A partir das 8h os visitantes serão acolhidos pelos animadores culturais para visitar os estandes, exibição de filme, contação de história, apresentação teatral, de dança e cultural. À tarde a Orquestra Infanto-Juvenil Princesa do Sertão, do Programa Música na Escola, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação.

Neste ano, o número de escritores que escolheu a Feira do Livro como local para lançar suas obras chegou a 66, como “Meu livro de histórias preferidas 2”, de Teila Lima, “A condução da guerra em Os Sertões”, de Wellington Freire, “A arte de brincar: brincando e falando sério”, de Luciano Ferreira.

A organização é da Prefeitura de Feira de Santana, por meio da Funtitec Egberto Costa, das secretarias municipais de Educação e de Cultura, Esporte e Lazer e da UEFS (Universidade Estadual de Feira de Santana), com apoio da iniciativa privada.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia