WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘feira de santana’

José Ronaldo fala sobre eleições, indicação do vice-prefeito e seu futuro político

José Ronaldo de Carvalho

Ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM).

Em uma live com o jornalista Girlanio Guirra, nesta segunda-feira (20), o ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM), foi questionado se já tinha planejado tudo para as eleições deste ano. Ronaldo foi enfático. “Não. Como não sou candidato e, por isso, as coisas ficam mais distantes. Quando a gente é candidato, nós mesmos tomamos a frente do diálogo, das reuniões, de partidos político e de pré-candidatos à Câmara Municipal. Você se dedica com mais intensidade e muito mais força quando você é o candidato. Já quando você não é o candidato, você participa, mas não é o protagonista e sim um participante. É diferente. Tenho conversado com pessoas nesses últimos tempos só por celular, mas não tem aquela força que tinha quando a gente está na frente de tudo. Mas o número de pessoas que me procura é muito grande e temos trocado ideias com elas”, disse.

Ronaldo ainda ressaltou que faltando oito dias para as convenções partidárias ficará mais atento. “É nessa época que começamos a respirar o processo político-eleitoral pra valer. Ele ainda abordou o fato de que estamos vivendo uma pandemia e por isso tudo está diferente. “Vamos para uma eleição totalmente diferente. Tudo indica que não teremos caminhadas. Se a gente conseguir ir para a rua, eu quero andar com meus amigos. Se não conseguir, vai ser via televisão, rádio e internet”, informou.

Partidos da base

Falando sobre o planejamento de sustentação dos partidos da base aliada, José Ronaldo afirmou que todas essas questões serão conversadas nas convenções. “Estamos tendo dificuldade de ter encontros, o que tem retardado muitas conversas. Mas isso, com certeza, em mais ou menos 25 dias, tudo deve se resolver. Haverá reuniões com os partidos políticos, com os pré-candidatos à Câmara Municipal de cada partido. Isso vai se esclarecendo nos próximos dias”, informou.

Escolha do vice

Ele falou sobre a escolha de um pré-candidato a vice-prefeito. Para ele isso não é um segredo como muitos dizem, mas uma estratégia política. :: LEIA MAIS »

Zé Neto responde afirmações de Lulinha sobre novo HGCA ser “anexo” do antigo hospital

Deputado Federal Zé Neto

Deputado Federal Zé Neto – Foto: Divulgação/Ascom

Em uma tréplica ao vereador Lulinha (DEM), o deputado federal e pré-candidato a prefeito em Feira de Santana, Zé Neto (PT), respondeu as críticas feita pelo vereador ao novo Hospital Geral Clériston Andrade chamando-o não mais de puxadinho, mas anexo do antigo HGCA. Neto disse que é uma polêmica pequena demais para o tamanho de Feira de Santana e as suas necessidades. “Em Feira de Santana estamos vendo um tipo de disputa em que a tentativa de degradar a imagem do adversário passa a ser o foco principal da forma de fazer política na cidade. Quando vejo alguns falando que é anexo ou puxadinho, eu fico pensando: se tivéssemos aqui a construção de uma sala para atendimento de saúde era pra todos nós aplaudirmos. Eu penso assim”, disse ao site Política In Rosa.

De acordo com Zé Neto, quem primeiro deu ideia de abrir um Hospital de Campanha em Feira de Santana no prédio do antigo Hospital Mater Dei foi ele e quando o município decidiu abrir o hospital ele passou R$ 3 milhões de emenda para abrir. “Aplaudi a abertura do hospital, reclamei quando estava muito atrasado, pois não tinha sentido passar mais de 60 dias para funcionar por conta de erros da própria engenharia do município que estava tocando a obra. Eram críticas produtivas que faziam com que as coisas funcionassem”, relatou.

Ainda de acordo com Zé Neto, ao invés de ficar reclamando, fazendo chacota ou tentando diminuir essa “grande construção” que é o HGCA 2 para Feira de Santana, eles deveriam estar se esforçando para abrir o seu Hospital Geral Municipal. “Já que estão há 20 anos no poder, deveriam fazer isso. Feira de Santana é a única cidade que tem mais de 500 mil habitantes no Brasil que não tem Hospital Geral Municipal. Agora fez muita falta. Tenho certeza que não foi por falta de dinheiro. Aliás, dinheiro sobrou aí em algumas situações que espero que eles possam logo logo fazer toda essa prestação de contas do que foi feito com esse recurso durante esses 20 anos. No mais, é trabalhar para que a gente possa conjuntamente enfrentar essa pandemia que precisa mais de forças conjuntas do que disse-me-disse”, finalizou.

PSOL protocola representação no MP solicitando plano de gestão da crise da Covid-19

PSOL protocola representação no MP solicitando plano de gestão da crise da Covid-19

Foto: Divulgação / Ascom

Marcela Prest, presidenta municipal do PSOL em Feira de Santana, e Wallace Silva, membro da direção partidária, estiveram na sede do Ministério Público do Estado da Bahia nesta terça-feira (21 de julho), para protocolar uma representação que trata da atuação do governo municipal diante da crise atual.

De acordo com o documento protocolado pelo PSOL, “a crise gerada pela pandemia da Covid-19 tem sido conduzida pela gestão municipal de maneira arbitrária. Os sucessivos decretos de reabertura do comércio local não foram acompanhados de justificativas e evidências científicas sobre a pertinência dessas decisões, acerca da escolha das atividades a serem retomadas e nem sobre a opção pelo momento específico para tal. Pelo contrário, existem indícios significativos de que tais decretos obedeceram menos a evidências dessa natureza e critérios técnicos e mais ao lobby de setores econômicos – Especialmente do grande empresariado comercial”.

Segundo o partido, a primeira reivindicação se relaciona com a necessidade de elaboração por parte do governo municipal de um plano de gestão da crise da Covid-19 em Feira de Santana. O documento destaca a necessidade, no âmbito desse planejamento, de “(i) definição de critérios transparentes para manutenção ou suspensão de atividades; (ii) definição de um método público para avaliação regular do cumprimento de tais critérios; (iii) classificação de atividades e áreas em função do diagnóstico do estágio da pandemia; e (iv) um cronograma com a projeção das etapas para gradativa superação da crise instaurada pela pandemia em vista”. :: LEIA MAIS »

Museu Parque do Saber será ampliado

Museu Parque do Saber passará por reforma para ampliação

Foto: Bruna Oliveira

Está autorizado. O Museu Parque do Saber Dival da Silva Pitombo vai passar por ampliação. O anúncio foi feito pelo prefeito Colbert Filho nas comemorações da Fundação Egberto Tavares Costa (Funtitec), no último dia 7. A licitação para escolha da empresa, que ficará responsável pela reforma, será divulgada dentro em breve pela Prefeitura de Feira de Santana.

As obras vão resultar em espaços mais amplos e maior conforto para o público e colaboradores do equipamento municipal. Vai passar por reforma tanto as dependências do museu quanto a Funtitec, cuja sede é anexa ao equipamento.

Para o presidente da instituição, Antônio Carlos Coelho, os investimentos representam uma grande conquista. “O processo licitatório já foi iniciado e, logo em breve, será divulgado para definir a empresa que ficará responsável por essa importante obra”. :: LEIA MAIS »

Pablo Roberto é nomeado novamente secretário de Desenvolvimento Social

Pablo Roberto

Pablo Roberto – Foto: PMFS

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho (MDB), mais uma vez nomeou o vereador Pablo Roberto (DEM) para o cargo de secretário de Desenvolvimento Social do Município. Pablo foi nomeado nesta terça-feira (21) para o cargo através do Decreto de Nº 565/2020.

No cargo de secretário de Desenvolvimento Social estava Denilton Pereira de Brito, que foi nomeado para o cargo de Secretário Municipal de Governo.

Vereador agradece pelo HGCA 2, mas ressalta: “Não é um puxadinho, mas é um anexo comandado pelo Clériston Andrade”

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

Em resposta a matéria publicada no site Política In Rosa com o título “Após inauguração do HGCA 2, Zé Neto ironiza: “Queria ouvir a opinião daqueles que chamaram de puxadinho”, em que o deputado e pré-candidato a prefeito Zé Neto ironiza aqueles que chamaram o HGCA 2 de puxadinho, o vereador Luiz Augusto de Jesus – Lulinha (DEM) entrou em contato com nossa redação e respondeu.

“Quero lembrar que não foi isso que o governador prometeu para Feira de Santana alguns anos atrás. Prometeu que a cidade iria ganhar um grande Hospital. Um novo Clériston Andrade, pois o antigo já estava defasado e já tinha mais de trinta e poucos anos de construído. Disse que Feira iria fazer um Hospital do tamanho que Feira merecia. Depois de muitas cobranças, o secretário de Saúde anunciou a construção do novo Hospital, que é o anexo do Clériston Andrade, o HGCA 2. Com o menor valor para construções de hospitais no Governo do PT (Governo Rui Costa)”, disse.

De acordo com Lulinha, com um valor menor esqueceram do tamanho de Feira de Santana, segunda maior cidade do Estado.  “Esqueceram que Feira de Santana é a primeira cidade do interior da Bahia em habitantes. Eles investiram mais de R$ 160 milhões no Hospital Metropolitano de Lauro de Freitas e dentre outros hospitais da região. O último hospital a ser entregue e com menor recurso foi o de Feira de Santana. No início, o governador disse que poderia gastar R$ 40 milhões no hospital de Feira e no dia da inauguração ele (governador) informou que gastou quase R$ 60 milhões no HGCA 2”, reclamou. :: LEIA MAIS »

Qualicorp auxilia hospitais da Bahia no combate ao novo coronavírus

Bahia confirma primeiro caso importado do Novo Coronavírus (Covid-19)

Foto: Reprodução

Para ajudar a população no combate à pandemia do novo coronavírus, a Qualicorp – administradora de planos de saúde coletivos – tem realizado uma série de doações para pacientes da saúde pública e promovido ações para disponibilizar informação de qualidade e medidas de prevenção em larga escala para a população nesse momento de pandemia. Neste mês, a Companhia acertou a doação de 2,2 mil testes rápidos para detecção da Covid-19 e 2,5 mil máscaras N95 para hospitais da Bahia.

Ao Hospital Aristides Maltez (HAM), instituição filantrópica localizada em Salvador, a Qualicorp doou 1 mil testes de Covid-19 e 1 mil máscaras de proteção N95 para colaboradores e médicos que atuam na linha de frente do combate à doença, além de pacientes que estão com cirurgias próximas à realização na unidade. Ainda em Salvador, a Companhia doou também 600 testes rápidos e 1 mil máscaras de proteção ao Hospital Santo Antônio (HSA), que é o coração das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID).

Já em Feira de Santana, a administradora de benefícios doou 600 testes e 500 máscaras ao Hospital Dom Pedro de Alcântara. :: LEIA MAIS »

Nível de isolamento em Feira de Santana passou de 52% no domingo

Feira de Santana

Feira de Santana – Foto: Divulgação / PMFS

O nível de isolamento social em Feira de Santana no último domingo, 19, foi de 52,4%. O número está na faixa do mínimo admitido pelo Ministério da Saúde, que é de 50%. Ele reflete as ações adotadas pelo Governo Municipal nos últimos dias, a exemplo do toque de recolher.

O índice considerado satisfatório pelo Ministério da Saúde é de 70%. Abaixo de 50%, o nível é visto como abaixo do mínimo admissível e, por isso, preocupante.

O gráfico (o leitor pode fazer o download do arquivo clicando aqui) mostra também os números dos últimos dias e a comparação com o índice de todo o estado da Bahia e da capital, Salvador. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia