WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Mobilidade Congestionamento NOVO CLÉRISTON ANDRADE

:: ‘feira de santana’

Oficina Setorial do Comércio discute novas alternativas para o crescimento do Município

Sob a coordenação da Secretaria do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (SETTDEC), será realizada, nesta quarta-feira, 25, a Oficina Setorial do Comércio, iniciativa atrelada ao Plano de Desenvolvimento Econômico de Feira de Santana, desenvolvido pela SUDENE, através do Programa das Nações Unidas (PNDU),  e o Governo Municipal.

Aberta a partir das 8h30, no auditório do restaurante Boi na Brasa, no Ville Gourmet, a Oficina Setorial do Comércio se estenderá até às 13h, tendo como tema central “A Metodologia e as Propostas de Estudo para o Segmento do Comércio”, visando novos vetores de crescimento para o Município.

O projeto também conta com a parceria do “Feira Empreende”, que reúne a Câmara dos Diretores Lojistas (CDL), a Associação Comercial e Empresarial de Feira de Santana (ACEFS), e o Sindicato das Indústrias de Confecções de Feira de Santana (SINCONFS).

Com os pés no futuro

“Feira 2030”, conjunto de iniciativas na área de infraestrutura que visa criar as condições necessária para os investimentos que serão aportados no município, dentro das próximas décadas, é um dos temas que faz  parte da programação organizada pela SETTDEC, e que será abordado na abertura do encontro.

Secretaria de Educação lança a terceira edição do “Dia do Brincar”

“O Brincar que Encanta o Tempo” é o tema da Roda de Conversa que será ministrada pela professora Maria Raphael Dany Freiras Silveira Gonçalves, no auditório do Colégio Padre Ovídio, na quarta-feira, 2 de maio, das 14h às 17h.

“O Dia B”

Direcionado a representantes de escolas e instituições públicas e privada de ensino de Feira de Santana, o evento é coordenado pela Secretaria de Educação do Município, e assinala o lançamento da terceira edição do “Dia do Brincar 2018”.

Feira: Prorrogado pagamento do IPTU em cota única com desconto

Secretário da Fazenda, Expedito Eloy

Secretário da Fazenda, Expedito Eloy

A Prefeitura de Feira de Santana prorrogou até o dia 24 de maio do pagamento do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) em cota única e com desconto de 20% no valor devido, relativo ao exercício de 2018. O prazo inicial foi encerrado no dia 12 de abril.

O secretário da Fazenda, Expedito Eloy, disse que a prorrogação deve-se à reclamações de contribuintes que afirmaram não ter quitado o carnê no prazo previsto devido à greve dos Correios. “Afirmaram que não receberam os boletos, daí a decisão da prorrogação”.

Ele afirmou que o desconto oferecido aos contribuintes feirenses, para pagamento em cota única, é um dos maiores de todo o país. O valor a ser pago, a depender de quanto seja, pode ser dividido em parcelas mensais. Mas neste caso, o desconto é suspenso.

Os contribuintes poderão imprimir os boletos nas suas casas, pelo site www.sefaz.feiradesantana.ba.gov.br, ou se dirigir ao CEAF (Centro de Atendimento ao Feirense) à rua Barão de Cotegipe, 764, Centro. Um dos mais importantes impostos municipais, o IPTU é aplicado na saúde e educação – respectivamente 15% e 25%, na pavimentação de ruas, iluminação pública, segurança, entre outros setores.

Materiais apreendidos na Micareta serão devolvidos hoje

Os materiais que foram apreendidos pela fiscalização da Secretaria do Trabalho, Turismo e Desenvolvimento Econômico (SETTDEC), durante a Micareta de Feira de Santana, serão devolvidos nesta terça-feira, 24, no Estádio Joia da Princesa. As apreensões focaram objetos, bebidas e alimentos que estavam sendo comercializados ou circulando no sitio da festa, fora dos padrões exigidos pelos técnicos da SETTDEC.

Só de sábado a domingo foram recolhidos 5.205 tipos de bebidas, 387 carrinhos de mão, 41 fogareiros, 12 balões, 2.977 espetinhos, e 402 garrafas de vidro. Este  balanço parcial foi fornecido por Márcia Ferreira, coordenadora da operação de fiscalização da Settdec.

Hoje tem desfiles de blocos afro na Micareta de Feira de Santana

blocos afro

Blocos afro

A tradicional Micareta de Feira de Santana já teve início, mas a folia dos blocos afro durante os festejos ainda vai começar. Com o apoio do projeto Ouro Negro, 13 blocos afro desfilam no circuito Maneca Ferreira no sábado (21) e mais um vem para encerrar a festa no domingo (22). O projeto é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura da Bahia (Secult).

A programação de sábado, terceiro dia de Micareta de Feira e primeiro dia de Ouro Negro, começa cedo, a partir das 9h. Quem abre alas é o bloco Brasil Meu Samba, trazendo muita animação e samba no pé para o folião que já quer começar o dia pulando. Em seguida, para fazer uma micareta de paz não pode faltar a passagem dos afoxés, que vêm representados pelos Filhos de Nanã, Guian Filhos de Oxalá, Filhos D’Oguian e o Feira Axé. O Bloco Afro Nelson Mandela, que reverencia o presidente sul africano que este ano completaria o seu centenário, desfila às 10h40, seguido por mais um afoxé, o Filhos de Ogum. A festa continua com os blocos afro Zumbi dos Palmares, Tambores Urbanos, Sorriso Negro e Flor de Ijexá. O último bloco do projeto Ouro Negro a sair na parte do dia é o Nativos de Santana, que tem desfile marcado às 12h40.

A noite de sábado traz o reggae de balanço envolvente do Bloco Quilombo, que desfila às 21h, também no Maneca Ferreira. A atração principal do bloco é a banda Dissidência, que convida a Banda Papoula. Encerrando o Ouro Negro de Feira 2018, o bloco Quixabeira da Matinha desfila às 17h de domingo, último dia da Micareta de Feira de Santana. Com o lema ‘Quilombo, Luta e Resistência’, eles desfilam com a banda do bloco, que tem como principal vertente o samba de roda.

Micareta: SMTT monta esquema especial de transporte público

Transporte público de Feira de Santana

Transporte público de Feira de Santana

Mais de 60 linhas especiais de transporte público urbano atendem o folião da Micareta de Feira 2018 que se desloca dos diversos bairros do município até o Circuito Maneca Ferreira desde o primeiro dia da festa de momo (19) até o dia o domingo (22). Dois pontos provisórios, instalados na Avenida Presidente Dutra, ao lado do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães (local de concentração de ônibus), e outro no cruzamento da Avenida Sampaio com a Rua Comandante Almiro servem para embarque e desembarque de passageiros no circuito momesco. “A prioridade é o usuário. A SMTT procurou atendê-lo ofertando pontos cobertos com toldos, iluminação adequada, novos horários e roteiros através do diversos modais visando. A Prefeitura garante conforto e, principalmente, segurança ao folião tanto na chegada quanto no retorno para casa”, explica Saulo Figueiredo, gestor da pasta.

As mudanças de roteiros ocorrem desde a quinta-feira (19/04) e sexta–feira (20/04), das 20h até as 00h, e neste sábado (21/04) e domingo (22/05), das 14h às 00h. Todas as linhas especiais funcionarão até 5h (término da festa), horário de encerramento das operações no Terminal Central. Como forma de dinamizar os roteiros, todas linhas especiais de ônibus passam pela Avenida Sampaio (via paralela ao circuito da festa) e seguem até o Terminal Central.

Vans

Já o Serviço de Transporte Público Alternativo Complementar (STPAC), que atende o usuário dos distritos, é ofertado na Rua Georgina Erisman (em frente à Sobreira Centro Ortodôntico), outra via paralela ao local da Micareta de Feira. Mais uma opção para o usuário são dois pontos instalados da Rua Barão de Cotegipe nas imediações da Panificadora Universo e, outro, ao lado do Bar Limão Drinks.

Táxis e mototáxis

Para quem prefere o Sistema de Transporte Individual de Passageiros (STIP), os táxis, a SMTT determinou pontos na Avenida Maria Quitéria (próximo do BNB Clube) e nas imediações da Associação dos Policiais e Bombeiros Militares. Já o folião que opta pelo Serviço de Transporte Individual Alternativo Complementar (STIAC), os chamados mototáxis, encontram pontos na Avenida Maria Quitéria (em frente à Geral-Tec), na esquina da Rua General João Costa e, ainda, na Rua Frei Aureliano (próximo ao Centro de Cultura Amélio Amorim), todos estrategicamente posicionados em locais de dispersão de foliões.

Bebida clandestina continua sendo o maior problema encontrado pela Vigilância Sanitária

Bebida clandestina continua sendo o maior problema encontrado pela Vigilância Sanitária

Micareta 2018

Para deixar o folião mais seguro para curtir a Micareta de Feira, que acontece até o próximo domingo, 22, a Vigilância Sanitária tem realizado inspeções para conferir a qualidade de bebidas e alimentos vendidos no circuito da festa. A  medida visa combater a comercialização de produtos clandestinos e vencidos, que podem causar intoxicação alimentar, além de outros problemas de saúde para quem consome.

Segundo a coordenadora da Vigilância Sanitária, Kérssia Carneiro, a bebida clandestina ainda continua sendo o maior vilão. “Todos os anos enfrentamos esse problema com os ambulantes que insistem em comercializar bebidas de venda proibida, como o príncipe maluco e cravinho. Isso é um crime a saúde pública, pois são produtos sem nenhum registro e com a utilização de ingredientes desconhecidos”, afirma.

Além disso, a Vigilância Sanitária está atenta aos produtos vencidos, geralmente os mais encontrados neste estado são ketchup, maionese, molho de tomate, salsicha e as carnes. “Para garantir que a carne veio de um local fiscalizado, pedimos sempre a nota fiscal”, informa.

Kérssia Carneiro também alerta os consumidores que se sentirem inseguros a consumir algum tipo de alimento, verificar se estes estão acondicionados em isopor ou caixa térmica, o cheiro do produto, assim como observar se as pessoas estão utilizando os equipamento de manuseio distribuídos pela Vigilância, que são luva, touca e avental. “Nós pedimos que ao encontrar alguma irregularidade as pessoas procurem os nossos técnicos no Posto de Saúde ou em um de nossos pontos distribuídos no circuito”, ressalta.

Diariamente, a fiscalização tem acontecido durante os três turnos em locais que vendem produtos alimentícios. Unidades de Saúde públicas e privadas também estão recebendo a visita dos técnicos para averiguar se há algum caso de intoxicação alimentar oriundo do circuito da festa.

Passeata pela vida deixa pegadas de paz e sinaliza esperança nas ruas de Feira de Santana

Passeata Evangelística Proclamando Vida

Passeata Evangelística Proclamando Vida

A Passeata Evangelística Proclamando Vida fez ecoar nos quatro cantos da região sul de Feira de Santana um grito de paz, um canto de alegria, fé e esperança. Realizada pela juventude da Assembleia de Deus, área 2, pastoreada pelo Pr. Roberto Brandão, o evento reuniu, no último final de semana, centenas  de jovens e adolescentes que, com cartazes, faixas e aquela vitalidade que lhe é peculiar, percorreram diversas ruas na região do Tomba.

Ao som dos ministérios de louvor Gêneses, Tabernáculo, Walleff, Henrique Peterson e Getsemani, os jovens saíram da Rua El Salvador, próximo ao conjunto Liberdade, onde fizeram orações específicas para que o espírito da morte fosse repreendido, e seguiram cantando, dançando até a avenida 2 do Feira VII, na qual realizaram o momento do jubileu da igreja, que em julho próximo (18 a 23) celebra 50 anos de história.

Consagradas canções do segmento evangélico como “Cadeias quebrar”; “Maranata”; “Lindo és + Só quero ver você”; “Para que entre o Rei, Jesus o Rei da glória, eu abro o meu coração”; “A alegria do Senhor é a nossa força” e tantas outras, compuseram o repertório que era cantada em uníssona voz pela multidão seguia em ritmo de marcha e no compasso da adoração.

Enquanto isso, um grupo de jovens realizava a blitz do abraço e da oração. Este grupo entrava nos bares, estabelecimentos comerciais e oferecia abraço grátis, oravam pelas pessoas que estavam sofrendo e ministrava sobre elas uma palavra de salvação, cura e libertação dos vícios. “Mais de 3 mil pessoas foram alcançadas com um abraço, uma palavra ou com um panfleto falando sobre o verdadeiro sentido da vida, do ser e do existir”, afirmou o presbítero Danilo Guerra, coordenador do evento.

Outro ponto alto do evento foi a participação de centenas de crianças, que fizeram brotar no solo da cidade princesa as sementes da esperança de que Feira de Santana tenha um futuro melhor e com menos atos violentos. Em um trenzinho, organizado pela direção do Orfanato Evangélico de Feira de Santana, animado pelo grupo Amiguinhos de Cristo, as crianças também mostraram que a verdadeira paz só se encontra em Jesus. O cortejo foi acompanhado por policiais militares da 67ª CIPM, uma ambulância e por prepostos da Superintendência Municipal de Trânsito – SMT.

Por fim, o missionário Carlos Henrique trouxe uma reflexão abordando questões relacionadas à finitude da vida e a importância das pessoas tomarem decisões acertadas durante seu ciclo vital. “Precisamos entender que as drogas e o tráfico não trazem felicidade, para adquiri-la é preciso tomar a decisão certa que é optar racionalmente por seguir a Jesus, o príncipe da Paz”, afirmou durante seu sermão, antecedido por diversas apresentações de coreografia realizadas pelos grupos Renascer, Jardim Fechado e Agnus Dei.

Cerca de 15 líderes de grupos de jovens da família Ujadefs – área 2, se uniram e formaram uma grande rede de cooperação para que o evento acontecesse com êxito. Eles deixaram impregnado na mente e no coração de todos que acompanharam a passeata ou que, simplesmente, a via passar de dentro das suas casas, que a cultura da verdadeira paz começa dentro de cada um de nós quando começamos a enxergar o outro com o olhar do coração. “Por mais iniciativa como esta”, gritavam muitos no meio daquela multidão.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia