WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘ex-prefeita Fátima Nunes’

Atual prefeito de Euclides da Cunha rebate fala de Fátima Nunes

Luciano Pinheiro e Fátima NunesO atual prefeito da cidade de Euclides da Cunha, Luciano Pinheiro, reclamou que a ex-prefeita da cidade, Fátima Nunes, em postagem feita no seu perfil no Facebook, o surpreendeu com o seu texto intitulado “Esclarecendo sobre os precatórios”, onde tenta culpar a sua administração pelo não pagamento de professores utilizando os Precatórios.

Segundo Luciano, a ex-prefeita diz que o projeto não foi enviado para a Câmara de Vereadores porque o dinheiro havia sido bloqueado. “Se ela quisesse de fato liberar os valores para pagar aos professores poderia encaminhar o projeto à Câmara mesmo com os valores bloqueados. Ao ser liberados esses valores, os professores os receberiam. A verdade é que a ex-prefeita não enviou o projeto para a Câmara de Vereadores porque sabia que legalmente os precatórios não poderiam ser destinados ao pagamento dos professores”, criticou.

Luciano diz ainda que Fátima deixou R$14 milhões bloqueados. Desse valor, R$ 10 milhões seria para pagar a um escritório de advocacia R$ 10 milhões, restando de fato em caixa R$4 milhões. “Foi esse, o valor que a senhora ex-prefeita deixou em caixa, devidamente liberados; R$4 milhões e não R$30 milhões como alardeia”, completou.

Veja o texto original do facebook da ex-prefeita.

ESCLARECENDO OS PRECATÓRIOS

Em junho do ano passado, consegui com o Banco do Brasil uma linha de crédito para antecipar o pagamento de 50% dos precatórios para os professores. Na época, dependia apenas da aprovação de uma lei na câmara dos vereadores. Enviei o projeto, que foi rejeitado pelos vereadores ligados ao atual prefeito, e assim ficamos sem condições jurídicas de pagar os precatórios aos professores.

Após a liberação do recurso, em dezembro do ano passado, quando um projeto já estava pronto para ser novamente enviado para Câmara, fui surpreendida com um bloqueio judicial promovido pelo então prefeito, que em sua alegação argumentou que os “recursos de precatórios NÃO poderiam ser utilizados para pagar os PROFESSORES”. Assim, mais uma vez, não pude realizar o pagamento.

Deixei a prefeitura com quase trinta milhões em conta, e o gestor insiste em dizer que tem apenas quatorze milhões. Prefeito solicite o desbloqueio dos honorários advocatícios, que com os rendimentos da aplicação, seguramente hoje já passam dos trinta milhões de reais, recurso este que pode ser 100% pago aos professores, já que 40% do valor dos precatórios foram gastos com outras despesas.

Basta apenas que o prefeito envie um projeto de lei para a Câmara, e peça para o seu grupo votar favorável, visto que os vereadores do nosso grupo já se posicionou em favorável, desde o ano passado, e assim, pague os professores o que é deles por direito.

Atual prefeito de Euclides da Cunha acusa ex-prefeita de cancelar milhões em convênios

Prefeito de Euclides da Cunha Luciano RibeiroO atual prefeito da cidade de Euclides da Cunha, Luciano Pinheiro (PDT), acusou, através de suas redes sociais, a ex-prefeita Fátima Nunes (PSD), de ter cancelado R$3.848.700 em convênios que seriam destinados para pavimentações de vias públicas da cidade. O cancelamento, de acordo com Luciano, aconteceu no dia 12 de dezembro do ano passado e foi pela própria ex-prefeita que para isso dirigiu-se à superintendência da Caixa Econômica Federal em Feira de Santana.

“Essa é a face oculta da administração Fátima Nunes. Em breve, o povo de Euclides da Cunha tomará conhecimento de várias atitudes desse gênero, demonstrando a má fé e o descaso com os interesses do município”, prometeu.

Segundo o prefeito Luciano Pinheiro, esses esclarecimentos e outros que serão prestados nos próximos dias, visam, única e exclusivamente restabelecer a verdade sobre a situação em que encontrou a administração municipal. “Mesmo assim  tranquilizamos a todos, porquê estamos preparados para conduzir os destinos dessa terra como prometemos à população”, completou.

euclides3

Ex-prefeita de Euclides da Cunha desmente sucessor e esclarece gastos com recursos públicos

Ex-prefeita de Euclides da CunhaCom menos de uma semana de mandato, o cenário político de Euclides da Cunha segue movimentado. Assim que tomou posse, o prefeito Luciano Pinheiro (PDT) publicou uma nota nas redes sociais, afirmando que encontrou a prefeitura em uma situação financeira ‘’caótica’’.

À fim de prestar contas aos munícipes, a ex-prefeita Fátima Nunes (PSD), utilizando também as redes sociais, publicou um texto explicando, detalhadamente, como geriu os recursos dos precatórios e quanto o novo prefeito dispõe em conta para pagar os professores.

“Esperávamos pelo recurso dos precatórios para pagar os professores e otimizar os investimentos necessários para o avanço da educação em nossa cidade. Infelizmente o prefeito eleito, mesmo antes de assumir o seu mandato, interferiu judicialmente e bloqueou o recurso destinado aos professores”, diz Fátima.

Não foi só a ex-prefeita que foi pega de surpresa pelas posturas de Luciano. Na manhã de hoje (5), moradores que procuraram atendimento na UPA recém inaugurada, encontraram-na “fechada para balanço”, relatou.

Para Fátima, a UPA foi uma das grandes conquistas da cidade nos últimos anos, e o seu fechamento representa retrocesso para a cidade. “Entregamos a UPA em pleno funcionamento, com quadro de médicos e equipamentos. É muito triste saber que o prefeito fechou uma unidade que é importante para toda a região. Luciano está mais preocupado em olhar para o retrovisor e ser presidente da UPB (União dos Prefeitos da Bahia) do que em ser prefeito de Euclides da Cunha”, pontua a ex-gestora. Fátima refere-se à recente notícia da candidatura de Luciano ao cargo de representante da UPB, que ganhou projeção na última semana.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia