WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Eleições 2022’

José Ronaldo fala sobre suas pretensões políticas para 2022 e diz ao que pretende se candidatar

Ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM) – Foto: site Política In Rosa / Anderson Dias

O ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho (DEM), que esteve presente na posse dos eleitos na última sexta-feira (01), concedeu entrevista coletiva e falou sobre especulações de que ele pode deixar o DEM e ir para o PSD. “Sobre mudança de partido, o que eu disse foi o seguinte: 2021 vai ser um ano de muita conversa. É um ano que você prepara 2022 politicamente falando. Então nesse ano tem muita conversa, muito diálogo e discussões com políticos e não políticos, e com partidos onde iremos conversar. Pretendo estar em algumas conversas pelo interior afora. Irei andar pelo interior, fazer visitas, conversar com os amigos e já estou conversando via telefone com muitos amigos que foram eleitos e os que não foram”, disse.

De acordo com José Ronaldo, 2021 é um ano muito importante de preparação para o ano de 2022. “Pretendo participar da eleição 2022. Não pretendo ser deputado estadual e nem federal. Não disputo nem uma coisa nem a outra. Se eu puder, quero participar da chapa majoritária. Acho que nós temos um bom candidato a governador. Reconheço que ACM Neto está muito bem nesse momento. Tem mais duas vagas, se eu puder preencher umas dessas duas vagas, posso preencher”, informou.

Questionado qual seria sua preferência entre candidato a vice-governador ou Senador, José Ronaldo disse que quem decide é o grupo político e os partidos. Ele finalizou dizendo que não pretende sair do partido Democratas, mas, se a classe política entender lá na frente que é necessário isso, pode sentar e discutir.

“Não houve conversas porque Feira de Santana teve primeiro e segundo turno e dezembro todos ficam cuidando da complementação da gestão. Fecha-se a parte contábil financeira de todas as prefeituras, então todos os prefeitos se dedicam a isso. Enquanto aos demais políticos, ficou todo mundo nessa quarentena do coronavírus que voltou em dezembro com carga total. Muitos deles, inclusive, testaram positivo para o vírus. Então, eu acho que isso tem freado essa questão. Acho que janeiro ainda vai ser um mês com muito freio a respeito disso. Mas acho que a partir de fevereiro, já que não vai ter carnaval, as pessoas vão discutir isso mais amplamente”, declarou.

Pablo Roberto sobre Pedro Américo: “Se ouvir o grupo e me ouvir, fica na Câmara”

Pablo Roberto – Foto: site Política In Rosa / Anderson Dias

O vereador licenciado e secretário de Desenvolvimento Social, Pablo Roberto (DEM), decidiu que nesta eleição não se candidataria e declarou apoio a Pedro Américo, vereador eleito pelo Democratas nestas eleições 2020. Pablo falou ao site Política In Rosa sobre seu futuro político. “Continuarei militando politicamente na cidade como venho fazendo há mais de 20 anos. Isso nosso grupo vai continuar fazendo de forma muito tranquila e consciente”, disse.

Sobre as especulações dele sair da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso) e assumir outra pasta, Pablo disse que o prefeito Colbert Martins Filho (MDB) ainda não tratou sobre nada disso. “Nesse momento, qualquer conversa de permanência ou de saída é mera especulação. É natural do momento. Sempre quando acontece eleição de prefeito os meses seguintes são sempre de especulações. Então, nada do que vem sendo divulgado nos últimos dias não passa de especulação”, declarou.

Já sobre Pedro Américo ser secretário ou ficar na Câmara, Pablo foi enfático. “Pedro quem decide. Mas se ele ouvir o grupo, se me ouvir e se ouvir as discussões que estamos tendo, ele fica na Câmara. Nós brigamos e batalhamos muito para ter um mandato na Câmara. Então, o que defendemos nesse momento é a permanência dele no Legislativo feirense”, externou.

Eleições em 2022

Pablo Roberto informou que em 2022 estará disputando as eleições. “Estamos trabalhando isso, construindo isso já a algum tempo e a definição no momento é em qual posicionamento iremos participar: se na condição de deputado estadual ou federal. Existe grandes possibilidades de ser candidato a deputado federal, mas ainda não existe a confirmação da disputa para essa vaga. Estamos conversando com o nosso grupo, mas é uma decisão que tomaremos ainda agora no mês de dezembro”, disse.

Lulinha fala sobre seu futuro político após as eleições

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

O vereador Lulinha (DEM), em entrevista ao site Política In Rosa, falou sobre seu futuro político após não conseguir a reeleição. “Sou primeiro suplente geral. O prefeito tem dito, antes mesmo de ser reeleito, que se ele fosse eleito, eu estaria na Câmara. Ele deve estar conversando e analisando. Acredito que pela votação que tive, sendo o nono mais votado em Feira de Santana com quase quatro mil votos. É uma decisão dele, mas acredito que o prefeito é um homem de palavra e vai honrar o compromisso dele como sempre tem honrado na cidade”, disse.

Eleições 2022

Sobre colocar seu nome para apreciação novamente para deputado estadual, Lulinha informou que ainda vai conversar com seu grupo político, com o prefeito Colbert Martins Filho, com o ex-prefeito José Ronaldo e com o deputado federal José Nunes para decidir do que vai ser feito. “Vamos sentar com todos e tomar uma decisão. Vamos analisar, ouvir as pessoas, ver se tem condições de lançarmos o meu nome. Mas já recebi ligações de vários amigos do interior. Dentre esses amigos estão Del do Taxi de Conceição da Feira que foi reeleito, Mundinho de Ipecaetá, Jeferson do Candeal, Zé de Genário e Cesar da Passagem e Pingo de Santa Bárbara e dentre outros amigos que já declararam que estará conosco se lançarmos o nosso nome para deputado estadual”, declarou.

Além de suas lideranças políticas, Lulinha quer ouvir também o povo de dentro e fora da cidade. “Está muito cedo ainda, mas como nosso nome está sendo ventilado temos que ouvir todos e depois tomar uma decisão”, finalizou.

Marcelo Nilo afirma que quer ser candidato a governador, mas diz que PT não abre mão da cabeça de chapa

Deputado Marcelo Nilo

Deputado Marcelo Nilo

O líder da bancada baiana no Congresso Nacional, deputado federal Marcelo Nilo (PSB), reafirmou nesta quinta-feira (28) em uma live promovida pelo portal bahia.ba no Instagram, que pretende ser candidato a governador nas eleições de 2022. Questionado se o pleito de 2022 não seria o momento do PT abrir mão da cabeça de chapa para um partido da base aliada do governador Rui Costa (PT), o parlamentar disse que o “PT só apoia o PT”.

Nilo ressaltou ainda que o senador Jaques Wagner deve ser o candidato dos petistas na eleição estadual. “O PT não abre para ninguém, você cria as condições. O PT gosta de apoiar o PT. Eles abrem mão da vice, da Assembleia, de várias secretarias, mas não abrem mão da cabeça de chapa. Eu quero ser governador, acho que Leão quer ser governador, acho que Otto quer ser governador. Eu também sei que só serei candidato se eu chegar em 2022 bombando nas pesquisas. Aí eles vão pensar. Eu sou aliado de 30 anos, sou fiel”, argumentou.

O ex-presidente da Assembleia Legislativa afirmou que tem articulado sua candidatura ao Palácio de Ondina com  aliados. Para Nilo, quando antes colocar seu nome como pré–candidato, “melhor”. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia