WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Seminário

:: ‘deputado Marcelo Nilo’

Operação da PF contra Nilo fica sem efeito por decisão do TRE

Deputado Marcelo NiloEm sessão realizada na tarde dessa segunda (04), na sala de sessões do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), os juízes da corte eleitoral decidiram, por cinco votos a dois, tornar sem efeito a medida de busca e apreensão realizada na residência do deputado Marcelo Nilo e da empresa Leiaute Comunicação e Propaganda.

Com isso, todo material resultante dessa busca e apreensão não poderá servir como prova em processo que acusa o deputado de prestar informações falsas à Justiça Eleitoral.

Da decisão do Corte Eleitoral baiana, ainda cabem embargos que poderão ser impetrados no próprio TRE-BA e recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Targino se manifesta sobre investigações à Marcelo Nilo

Targino MachadoO deputado estadual Targino Machado (PPS) falou sobre as investigações da Polícia Federal e Ministério Público Eleitoral ao seu colega, deputado Marcelo Nilo (PSL). A PF realizou buscas na manhã desta quarta-feira (13) em vários endereços ligados ao deputado para o cumprimento de mandados de busca e apreensão. Nilo já foi presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) por cinco vezes e está no sétimo mandato como deputado estadual.

Em nota,o MPE afirmou que o objetivo da Operacao Opiniao é apurar se o deputado Marcelo Nilo prestou informação falsa à Justiça Eleitoral, havendo indícios de que ele seria o controlador de fato da Babesp e que utilizaria a referida pessoa jurídica para contabilização fraudulenta de recursos utilizados de maneira ilegal em campanhas politicas, o que se costuma chamar de ‘caixa 2’. Além disso, há suspeita de possível manipulação do resultado das pesquisas eleitorais divulgadas por aquela empresa”, afirmaram a PF e o MPE.

O deputado destacou que a apuração do fato que tomou a todos de surpresa hoje. Ele disse ainda que espera que a investigação seja célere, pois só nos interessa a demora das apurações àqueles que são detentores de culpa. “O que não deve ser o caso do deputado Marcelo Nilo. Então que a Justiça Eleitoral chegue logo ao final da apuração para que o deputado possa receber da justiça uma certidão negativa”, afirmou.

Targino deseja ainda que as investigações prossigam alcançando a todos, independente de condição social ou de cargo, pois assim é que se constrói, assim é que se faz perpetuar um estado democrático de direito. “Deixo para o deputado Marcelo Nilo meu abraço fraterno. Tenho certeza que a verdade prevalecerá no final de tudo isso e o deputado pode ficar tranquilo em relação aos constrangimentos que já ocorreram, notadamente no seio familiar, pois os seus familiares e amigos o conhecem”, concluiu.

Daniel Almeida responde acusações de Marcelo Nilo

deputado federal Daniel AlmeidaAo tomar conhecimento das acusações de traição do deputado estadual Marcelo Nilo (PSL) por parte do PC do B, o deputado federal Daniel Almeida afirmou que o partido foi coerente com sua tradição, com sua trajetória e não teve nenhuma atitude de deslealdade. “Afirmamos em todas as conversas que tivemos com ele que nosso objetivo era manter a base unida, e se ele fosse o ponto de unidade o PCdoB iria manter o apoio. Não tendo sido o ponto de unidade, fomos com quem alcançou essa possibilidade. Só posso compreender que a atitude do deputado faz parte do isolamento que ele próprio construiu em torno de si”, justificou.

Daniel lamentou ainda o que ele chamou de profunda ingratidão e mágoa de Nilo aos parceiros que estiveram com ele nos últimos 10 anos, quando recebeu o apoio e agora não soube reconhecer. “É uma espécie de “fruta que apodreceu no pé”, disparou.

Eleição na ALBA: Marcelo Nilo desdenha e diz que já enfrentou adversários mais fortes

Foto Sandra TravassosDurante almoço com os deputados da bancada governista, nesta quinta-feira (26), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo (PSL) garantiu que tem ao menos 30 votos para sua sexta reeleição de presidente da Casa. “Terei no mínimo 44 votos. A eleição com Elmar foi muito mais difícil, eu enfrentava um parlamentar atuante, que vive a Casa, preparado, bom tribuno e eu ganhei. Eu disse que teria 42 votos e tive os 42”, declarou. Ao que parece o deputado acredita que não enfrenta adversários que possam lhe trazer algum temor de uma possível não reeleição.

Ausentes

Além dos 26 deputados da base governista presentes no almoço, quatro parlamentares, dois petistas (Joseildo Ramos e Neusa Cadore), Samuel Júnior (PSC) e Targino Machado (PPS), gravaram vídeos manifestando apoio à candidatura de Marcelo Nilo e justificando a ausência no almoço.

Assembleia Legislativa encerra regime de turnão nesta segunda

Assembleia Legislativa da BahiaO expediente administrativo na Assembleia Legislativa retorna ao normal nesta segunda-feira, dia 30. A proximidade das eleições da Mesa Diretora – dia primeiro – determinou a antecipação dessa providência, devido ao fluxo de parlamentares e seus assessores. A Superintendência de Administração e Finanças já acionou as empresas prestadoras de serviço que atuam nos dois restaurantes da Casa, empresa de ônibus e nas áreas de limpeza e conservação para adotarem as providências necessárias ao fim do “turnão”. O superintendente Gervásio dos Prazeres  não dispõe ainda de um balanço que permita avaliar a economia obtida no período, mas estima que a redução dos gastos com alimentação, combustível, água, eletricidade, horas extras e outros seja um pouco superior a R$1 milhão – como aconteceu na experiência anterior com o turno único.

O presidente Marcelo Nilo considera a experiência do “turnão” como “extremamente positiva”, apesar de alguns problemas de logísticas que enfrentou pessoalmente, pois seu gabinete funcionou ininterruptamente no período. “Nesse momento de dificuldade qualquer economia de recursos públicos é desejável, ainda que pequena, pois o oceano é feito de gotas de água e a possibilidade de poupar mais de R$1 milhão é extremamente válida”. O líder da bancada governista, deputado Zé Neto (PT), também elogiou esse regime de trabalho no período de recesso, embora admita que “alguns ajustes foram necessários, pois o gabinete não pode ficar fechado”.  Avaliação semelhante foi feita pelo líder da oposição, deputado Sandro Régis (DEM), que também trabalhou nos dois turnos – mas sem se furtar a colaborar com a administração em economizar recursos orçamentários.

ALBA terá mais de 1 milhão de reais em economia

Assembleia Legislativa da BahiaDurante todo o mês de janeiro, a Assembleia Legislativa da Bahia vai funcionar apenas no período da tarde. É o chamado turnão, que tem sua jornada diária das 13 as 19hs. A redução do expediente administrativo no primeiro mês do ano é uma medida para cortar gastos. Até o dia 31 de janeiro a ALBA deverá ter uma economia de cerca de R$ 1,2 milhão, valor semelhante ao que foi economizado em julho de 2016, com o turnão durante o recesso de meio do ano da casa.

Para o presidente do Legislativo, deputado Marcelo Nilo (PSL), a decisão de reduzir o expediente em janeiro leva em consideração as dificuldades financeiras que passam todos os órgão públicos em um momento de crise financeira no país. Nilo destaca ainda, que pela primeira vez em décadas, a Assembleia Legislativa da Bahia não precisou de suplementação orçamentária no ano de 2016.

Durante todo o turnão o restaurante e o refeitório não funcionam. Os ônibus que fazem o transporte dos servidores vão fazer vão os mesmos roteiros de sempre, porém os horários serão alterados para o meio-dia nos trajetos de vinda para a Alba e às 19hs no retorno.

Marcelo Nilo desiste de Senado e tentará eleição para deputado federal

Deputado Marcelo NiloDurante o já tradicional almoço com os jornalistas dos principais veículos de comunicação baianos, realizado na tarde desta segunda-feira (19), o presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo (PSL), apresentou o balanço das atividades da Casa em 2016 e também comentou a situação política e econômica do país.

Marcelo ainda falou sobre sua pretensões políticas para o ano de 2018. Ele anunciou que não mais disputará uma vaga para o Senado Federal.  “Não tenho mais a pretensão de ser senador. Em 2018 serei candidato a deputado federal, pois não quero causar um problema para o governador Rui Costa, que tanto tem me apoiado”, garantiu.

O deputado explicou o motivo de sua decisão. Ele sabe que o PSD e o PP não mais lhe apoiará na disputa para o Senado. “Se Otto Alencar e João Leão se juntaram agora para me derrotar na Assembleia, sei que se juntarão em 2018 para inviabilizar a minha candidatura”, completou.

Marcelo Nilo é candidato pela sexta vez a presidente da ALBA

Deputado Marcelo NiloPela sexta vez, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado da Bahia Marcelo Nilo garantiu que seria candidato ao cargo de presidente da Casa. Marcelo disse que foi procurado por vários colegas e que o momento exige alguém com experiência a frente do cargo. “Fui procurado por diversos pares e pelo governador Rui Costa e todos concordam que quem deve estar à frente da Assembleia é um deputado experiente para atravessar esse momento de crise pelo qual passamos”, disse.

Para Nilo, O Brasil vive condições políticas e um momento crítico. “Por isso estou disposto a encarar mais uma vez esse desafio e acatar o pleito da maioria esmagadora dos parlamentares”, completou.

Marcelo Nilo prestigia posse de Jaques Wagner e diz que foi uma boa escolha

presidente-da-al-prestigia-posse-de-jaques-wagnerTomou posse ontem, em solenidade realizada na governadoria, o ex-governador Jaques Wagner no cargo de coordenador executivo do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Bahia (Codes). O evento, bastante concorrido,  contou com a presença do governador Rui Costa e do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Nilo (PSL), além de secretários de estado e mais de quarenta parlamentares entre deputados estaduais e federais. O chamado “conselhão” é vinculado à Secretaria de Relações Institucionais (Serin) e fará o trabalho de assessorar o governador Rui Costa na elaboração de políticas públicas voltadas ao desenvolvimento territorial.

Marcelo Nilo elogiou a escolha de Rui Costa, salientando a paixão de Jaques Wagner pela Bahia. “Ele vai nos ajudar muito a consolidar o nosso projeto com mais ação política”, afirmou o presidente do Legislativo, salientando que durante a sua vida política nunca conheceu um sucessor e antecessor se darem tão bem, na vida política e pessoal, como Rui Costa e Jaques Wagner.

O coordenador do “Conselhão” afirmou que a sua volta à Bahia tem um “cheiro de recomeço” em condições diferentes. “O Codes é um espaço privilegiado para pensar a Bahia e serei um soldado desse processo comandado pelo governador Rui Costa. Nosso objetivo é a reeleição de 2018, porque ainda temos muito a fazer pelo povo baiano”, afirmou Wagner.

Rui Costa ressaltou a amizade de 34 anos com Jaques Wagner e o orgulho que sente por fazer parte do mesmo projeto político. Ele reiterou as qualidades do nomeado como gestor e político. “Ele poderia ocupar qualquer cargo no governo, mas a vaidade pessoal nunca ficou acima do nosso projeto coletivo que é melhorar a vida das pessoas”, completou.

Presidente da ALBA se reúne com agentes penitenciários

Marcelo Nilo recebe agentes penitenciáriosNa manhã desta quarta-feira (13), representantes dos agentes penitenciários foram recebidos pelo presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelo Nilo. Eles foram pedir uma intermediação entre a categoria e o governo do estado sobre a nomeação de 490 agentes aprovados no concurso de 2014.

“O estado só chamou até agora 86 dos 490 aprovados. Queremos a nomeação de todos e a convocação dos excedentes. Estamos lutando por um direito nosso. Querem terceirizar o serviço penitenciário sendo que já existe um cadastro reserva do concurso” disse o representante do Sindicato dos Servidores Penitenciários da Bahia, Geonias Oliveira Santos.

Um grupo de agentes aprovados no concurso está acampado em frente a Assembleia Legislativa há 79 dias para reivindicar um posicionamento do governo do estado. Esta é a segunda vez que Marcelo Nilo recebe a categoria. “É uma obrigação do poder legislativo receber um movimento pacífico como este. Eu já conversei com o governador Rui Costa sobre esse assunto e ele me disse que vai chamar os 490 agentes aprovados.” disse Nilo aos representantes da categoria.

Levante a Voz - Todos contra a Dengue Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia