WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Trabalho Infantil

:: ‘deputado estadual Zé Neto’

Distritos de Feira sofrerão com mais uma redução no número de vans, diz Zé Neto

Zé Neto falando sobre as vans de distritos de Feira

Deputado estadual Zé Neto (PT)

O deputado estadual Zé Neto (PT) afirmou que os distritos da cidade de Feira de Santana sofrerão com a diminuição da quantidade de vans do transporte alternativo. Zé Neto disse que esteve neste sábado (04) no ponto de vans de Humildes conversando com os permissionários e que foi surpreendido com a notícia de que a linha Humildes/Feira vai reduzir de 35 para 20 o número de vans. “E o pior, não vai aumentar o número de ônibus e vai sacrificar ainda mais a população. Essa é uma situação grave e demonstra um total desinteresse da administração pública municipal em atender aos reclames da população e as suas necessidades de transporte público de qualidade”, lamentou.

Zé Neto lembrou ainda que quando José Falcão era prefeito, em 1997, o sistema de vans na cidade tinha 350 vans rodando. Dessas, 150 faziam os roteiros dos distritos e em 1998 chegamos a ter 40% da população usando transporte público de vans e de ônibus. “Essas pessoas esperavam menos no ponto de ônibus e isso dava mais confiabilidade ao sistema. Atualmente Feira vive uma catástrofe em que apenas 14% da população pega ônibus ou vans, e temos um dos piores sistemas de transporte coletivo de todo o país. O vídeo abaixo faz um pequeno relato de como a situação está nesse momento”, concluiu.

Deputado diz que Centro de Abastecimento de Feira de Santana pede socorro

Zé Neto no Centro de Abastecimento

Zé Neto no Centro de Abastecimento

O líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado estadual Zé Neto (PT), afirmou que esteve no Centro de Abastecimento de Feira de Santana para ver de perto as reclamações que tem recebido sobre o ambiente e o abandono do local por parte do Governo Municipal. Segundo o deputado, o local precisa de iluminação, saneamento, gradeamento, limpeza, pintura, reforma e sanitários. “O nosso Centro de Abastecimento é um espaço que deveria ser o grande altar da cidade em função da sua importância econômica, histórica e social e por ser uma das mais importantes referências na nossa existência como cidade”, afirmou o deputado.

Zé Neto quer que o Centro seja revitalizado de forma que seja recomposto dando uma nova trajetória ao espaço principalmente neste momento em que ele “cede um espaço imenso da sua área para a construção de um shopping popular privado que tem todo o apoio do Município”.

Primeira etapa da nova emergência do HGCA será entregue em julho, garante líder do Governo

Mais de 80 % da ampliação e reforma da emergência do HGCA está concluída

Ampliação e reforma da emergência do HGCA .

Questionado pelo site Política In Rosa sobre quando será entregue a nova emergência do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), o líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado estadual Zé Neto (PT), afirmou que a primeira etapa será inaugurada no dia 4 de julho. “Essa é uma intervenção muito importante naquela unidade. Triplicamos a urgência e emergência e vamos fazer o Clériston 2 que trará uma nova dinâmica para o Município”, disse.

“Partido que tem maior estrutura e votos sempre conta mais”, diz Zé Neto sobre chapa majoritária

Deputado Zé Neto

Deputado Zé Neto (PT)

O líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado estadual  Zé Neto (PT), falou ao site Política In Rosa sobre a chapa majoritária da coligação para as próximas eleições. Segundo o deputado, esse é um assunto que está sendo resolvido pelo governador Rui Costa, mas o partido que tem maior estrutura e votos sempre conta mais. “É um conjunto de situações em que a gente tem que equilibrar e tomar um posicionamento balizado. E o governador sempre teve um entendimento sereno sobre essa composição”, afirmou.

Conforme o deputado, o fato de alguém não ter uma vaga para disputar ao Senado não quer dizer que essa pessoa está fora do jogo político. “Ao contrário. Eu acho que está muito dentro do jogo porque vai acabar podendo negociar outras situações. É ter bom senso e esperar o resultado da composição que o governador está montando e entender que o mais importante é que estamos bem”, finalizou.

Viatura retirada de Jaíba foi a pedido de Zé Neto, denuncia Lulinha

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

O vereador Lulinha (DEM) voltar a falar sobre a viatura que retirada do distrito de Jaíba, em Feira de Santana e enviada para a cidade de Caldas de Cipós a pedido do líder do Governo na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia (ALBA), deputado estadual Zé Neto. Lulinha afirmou que a viatura tinha inclusive o nome do distrito gravado. “Isso é crime. Desproteger uma comunidade, deixar os policiais sem carro para ir para o distrito e enviar para outra cidade do interior da Bahia. Não sei como o líder do Governo tem essa força de mandar retirar uma viatura de um local para colocar em outro”, reclamou.

“O pouco que foi feito pelo Estado em Feira foi através de Zé Neto”, critica vereador

Vereador Marcos Lima

Vereador Marcos Lima (PRP)

O vereador Marcos Lima (PRP) voltou a afirmar que o Governo do Estado não tem compromisso com a cidade de Feira de Santana. Fazendo isso ele acabou ressaltando também o trabalho do líder do Governo na Assembleia Legislativa do Estado da Bahia, o deputado estadual Zé Neto pela cidade.

“O pouco que foi feito na cidade foi através do deputado Zé Neto. O próprio governador da Bahia infelizmente não tem nenhum tipo de compromisso com Feira. Isso é fato e visto por todos que acompanham a política local. Tudo que foi feito aqui foi feito aos pedaços, aos poucos e ou abandonado”, reclamou. Ele finalizou sua fala salientando que existem cidades pequenas da Bahia que estão sofrendo e vivendo apenas com o Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Governo da Bahia autoriza licitação para elaboração de projeto executivo do Centro de Convenções de Feira

Centro de Convenções de Feira de Santana

Centro de Convenções de Feira de Santana / Divulgação

Finalmente a obra do Teatro do Centro de Convenções de Feira de Santana será finalizada. A obra já está na terceira etapa depois de muito trabalho e de quase quatro anos na justiça. “Sem falar que nós já encontramos a obra parada desde o governo Paulo Souto, onde tentamos agilizar, mas, infelizmente, por conta do atual prefeito municipal o projeto não andou”, afirmou o líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, o deputado estadual Zé Neto.

De acordo com Zé Neto, em conversas, o município exigiu do governo três áreas importantes do Estado, uma delas é a área onde hoje funciona uma parte da prefeitura, o antigo Instituto de Assistência e Previdência do Servidor do Estado da Bahia (IAPSEB), na Avenida Sampaio; uma escola que está desativada próxima ao Fórum Felinto Bastos; e também a área total da usina de algodão onde hoje, inclusive, funcionam vários órgãos do Governo do Estado, como Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR – BAHIATER), e também a sede do Portal do Sertão. Tudo isso inviabilizou administrativamente a possibilidade do Estado buscar empréstimos, já que não tinha a documentação oficial de doação do terreno por parte do município para o Estado”, justificou.

Zé Neto disse ainda que governador Rui costa, “cansado de esperar”, anunciou a contratação de uma empresa especializada para elaborar o projeto executivo da construção da última etapa que já teve publicado o edital. O líder diz que a abertura dos envelopes está marcada para o dia 26 de abril. “Agora, teremos um equipamento com capacidade de 720 lugares, com ampla estrutura, para que tenhamos salas de coro, sala de ensaio, parte administrativa, saguão e condições para que no futuro exista um 2º andar”, concluiu.

Zé Neto rebate críticas sobre período de conclusão e andamento das obras da Lagoa Grande

Deputado Zé Neto

Deputado Zé Neto (PT)

O deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Zé Neto (PT), rebateu as críticas de vereadores feirense a respeito das obras da Lagoa Grande. ‘’A obra da Lagoa Grande, realizada pelo Governo do Estado, é a maior intervenção urbana já feita em toda história de Feira de Santana. Em decorrência da sua proporção, ela carece de uma demanda de tempo muito acima do que se previu inicialmente. Inclusive, a previsão inicial é que fosse gasto um investimento total de R$ 68 milhões, e hoje, seguramente, já estão sendo gastos quase R$ 80 milhões, porque só nos últimos três anos, o Governo do Estado já aportou quase R$ 9 milhões a mais, para fazer intervenções que foram necessárias’’, disse.

Segundo Zé Neto, a ordem de serviço da obra foi dada no fim do ano de 2007 e ela foi dividida em etapas para serem cumpridas. A primeira delas, a parte social, foi iniciada em dezembro de 2008. Esta etapa durou em torno de quatro anos e, durante este período, foi construído um Conjunto Habitacional para cadastrar cada família. “Inicialmente, pensávamos em 690 famílias. Mas, ao final, foram 848, sendo que dessas, 626 foram para o Conjunto e as demais foram indenizadas”, esclarece o deputado estadual Zé Neto, líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia.

De acordo com Neto, a segunda parte da intervenção na Lagoa Grande, prevista no cronograma, foi a ampliação do espelho d’água. Além disso, como explica Zé Neto, foram feitas outras intervenções que não estavam previstas no projeto inicial e não estavam na órbita do Estado como, por exemplo, a obra de drenagem de água de chuva, de minação e intervenções dos canais em 10 ruas do entorno, dentre elas ruas que sempre tiveram dificuldades grandes. Depois das últimas intervenções dos canais, Feira de Santana esteve inundada, mas no entorno da Lagoa não houve nenhum problema. “Essa é uma demanda do município, que ‘cruzou os braços’, mesmo sabendo que a obra possui algumas etapas. A primeira etapa ficou pronta, mas não foi fácil o Governo Municipal assumir com transporte, limpeza, postos de saúde e muito mais. E a segunda etapa foi tão quanto dificultosa, pois, mais uma vez, deixamos tudo pronto, com grama arrumada e com quiosque pronto. Só faltava a iluminação. Mas, o Município não recebeu, demorou de liberar a parte da Coelba para que pudéssemos avançar e, enfim, temos agora duas licitações feitas para serviços complementares da Lagoa, uma de assistência e manutenção, realizadas pela Empresa MJF; e outra com o objetivo de colocar grades e canais de drenagem dessas ruas, que é a Metro Engenharia, que realiza uma licitação da ordem de quase R$ 3,6 mi. Lá existem problemas de décadas, e nós estamos tentando resolver demandas que não são nossas”, disse. :: LEIA MAIS »

Zé Neto rebate Hildécio Meireles e afirma que restauração da Fortaleza do Morro de São Paulo é fruto do governo

Deputado Zé NetoO deputado estadual Zé Neto (PT), líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia, rebateu, na manhã desta terça-feira (23), a afirmação do deputado estadual Hildécio Meireles de que o governador Rui Costa comemorou a restauração da Fortaleza do Morro de São Paulo com verba federal. “É importante lembrar ao colega Hildécio, o qual tenho muito respeito, que essa intervenção inaugurada pelo nosso governador se iniciou no governo da presidente Dilma Rousseff e teve participação decisiva do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural do Estado da Bahia (IPAC)”, disse.

“O esforço de restauração funcional do Forte teve a iniciativa do Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Baixo Sul (IDES), que por meio da Lei Rouanet captou um montante na ordem de R$ 14 milhões junto ao Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES). A atuação do IPAC foi por meio de um acordo de cooperação técnica firmado com o IDES, visando a preservação do patrimônio no Baixo Sul da Bahia. Este acordo possibilitou a realização de visitas técnicas aos municípios de Cairu, Ituberá, Igrapiúna, Camamu e Maraú, com destaque para a estruturação de ações de educação patrimonial na Fortaleza do Morro de São Paulo. Com a parceria, o Instituto teve que zelar pelo Monumento, programar ações de fiscalização adequadas ao funcionamento e a sustentabilidade. Sendo assim, o nosso governador Rui Costa tem toda legitimidade para comemorar essa importante intervenção”, afirmou o deputado.

Zé Neto diz que não é importante “quem é o pai da criança”

Deputado Zé NetoO líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Zé Neto, disse ter visto as reclamações dos feirenses principalmente nas redes sociais sobre as altas taxas cobradas pelo Detran na apreensão de carros e motos. As taxas são do guincho e pátio. De acordo com Neto havia uma legitimidade grande nas reclamações as quais ele destaca já ter visto em outros Municípios. Ele alega ainda que nem ele e nem o governador Rui Costa sabiam do assunto, fizeram uma reclamação ao Detran e logo após uma solução a ALBA que é a redução através de projeto de lei.

“Aqui o vereador Marcos Lima também reclamou, mas não é hora de sabermos quem é o pai da criança, isso é bobagem. O mais importante é saber que houve a intenção de levar essa insatisfação ao governador Rui Costa essa insatisfação. Eu, como feirense, vi que essa era uma situação absurda”, admitiu. Neto disse que o projeto de lei será votado na próxima semana e antes do Natal ele seja votado com o apoio da oposição. Ele quer ainda abaixar o valor do guincho para R$ 70,00, o valor pago no mercado. “O importante é a demonstração por parte do Governo do Estado que tem ouvido as reclamações”, concluiu.

Zé Neto confirma candidatura a deputado federal durante a Plenária realizada em Feira

No último domingo (26), na Chácara da Luta, em Feira de Santana, aconteceu mais uma Plenária Geral do Mandato da Luta. O evento teve como objetivo discutir a decisão que foi tomada pelo Mandato de buscar uma vaga na Câmara Federal, além de fazer avaliações das conjunturas estadual e federal, na atual situação política que vive o Brasil.

Para o deputado estadual Zé Neto o encontro foi satisfatório, por reunir 54 municípios, diversos prefeitos, vereadores, secretários de municípios, lideranças, representações de organizações sociais, de despachantes, diversos sindicatos, de cadeia do frango, cadeia do leite, transporte alternativo, agentes de saúde comunitários e de endemias, grupos culturais e outras tantas representações que trouxeram mais de 1.500 pessoas, “dando o tom que nossa turma está disposta para enfrentar as dificuldades que estão postas até 2018”, afirmou o deputado.

“Com todo vigor, mais do nunca, vamos buscar fortalecer o apoio ao nosso projeto, que passa pelo presidente Lula, pelo governador Rui Costa, pelo ex-governador, Jaques Wagner, que busca uma cadeira no Senado, e pela nossa composição política que aqui na Bahia tem conseguido ultrapassar as dificuldades e com muita determinação fazer a defesa do povo baiano e brasileiro”, frisou Zé Neto.

Na oportunidade, o deputado agradeceu a todos e todas que contribuíram para o êxito o encontro. “Especialmente à turma da Assessoria do Mandato, que, graças à competência, organização e foco, determinados no apoio dos interesses do povo baiano, em mais um ano, mostrou porque nós temos chegado onde pretendemos, já com quatro Mandatos de deputado estadual, um de vereador, sendo este como o mais votado da cidade, e os de estadual, dos últimos dois anos, o mais votado do PT e entre os cinco mais votados da Bahia”, destacou.

Zé Neto diz se será ou não candidato a deputado federal

Deputado Zé NetoEm entrevista ao site Política In Rosa o deputado estadual Zé Neto (PT) destacou que há a possibilidade de ser candidato a deputado federal. Segundo Neto, há um mês essa possibilidade não era real, mas com a morte do vereador Ronny (PHS), que seria um dos candidatos ligados a base do governador Rui Costa abriu-se um espaço na cidade. “A morte de Ronny deixou esse espaço aberto com risco de não haver nenhum candidato de Feira de Santana e região ligado ao Governo do Estado. Estou tranquilo,  confortável com a viabilidade para ser estadual onde sou o mais votado do PT”, disse.

O líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia destacou a fala de Rui em vários eventos sobre a possibilidade de ele ser candidato a federal. “Estamos conversando. Não depende apenas de mim, mas também do ambiente para essa nossa possibilidade. Estou refletindo sobre o assunto”, completou.

Sobre quem seria o candidato a deputado estadual se ele sair como federal, Neto disse que cada definição em seu tempo. “Deixa definir uma coisa para se definir outra. Vamos esperar passar a Reforma Política”, finalizou.

“Eu sendo eleito e Beldes me apoiando pode voltar a esta Casa”, diz Nery sobre eleições 2018

Alberto Nery, Zé Neto e Beldes RamosApós o nome do ex-vereador Beldes Ramos (PT) ser ventilado para ser o candidato a deputado estadual e o do atual líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, deputado estadual Zé Neto, ser cogitado para se candidatar a deputado federal ambos pela legenda, o vereador Alberto Nery (PT) colocou o seu posicionamento.

Em entrevista ao site Política In Rosa, Nery afirmou que no último final de semana esteve em Salvador conversando com algumas lideranças e lhe foi dito que ainda não há nada definido sobre a possível candidatura de Zé Neto para federal. “Ele vem construindo a sua caminhada para dar continuidade como deputado estadual. Os acordos que ele fez com alguns prefeitos já se deram dentro dessa linha, para ele permanecer neste cargo”, afirmou.

Nery não negou o desejo das bases do líder do Governo e até mesmo do Governo de que ele construa a sua candidatura para deputado federal, mas ainda não há nada definido. “Aguardarei os desdobramentos dessa candidatura e, claro, se Zé Neto não for candidato a deputado estadual haverá uma lacuna em nossa cidade para que eu possa ser”, destacou.

Sobre Beldes Ramos, Nery ressaltou que ele foi um grande vereador, mas não foi feliz em sua recondução. “Seria até pertinente Beldes estar me apoiando uma vez que eu sendo eleito abre a probabilidade de que ele volte a esta Casa”, explicou.

Mudanças no grupo político de Rui Costa movimentam nomes para eleições em 2018

Deputado Zé Neto e Beldes RamosPoderão acontecer mudanças no grupo político do governador Rui Costa. Segundo informações que chegam ao site Política In Rosa, o agora deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia, Zé Neto, será candidato a deputado federal. Essa seria uma exigência do próprio governador. No lugar de Neto entra o ex-vereador Beldes Ramos, que será candidato a deputado estadual. Agora é esperar para ver se as notícias se confirmam.

Deputado reabre diálogo com CEF; político quer retomada de negociações com mutuários

Deputado reabre diálogo com CEFNa manhã desta quinta-feira (14), o deputado estadual Zé Neto deu sequência à reunião que foi realizada no mês de Julho em Brasília, na Empresa Gestora de Ativos da Caixa Econômica Federal (Emgea), visando retomar as negociações com mutuários e moradores dos conjuntos residenciais financiados pela Caixa Econômica Federal. Zé Neto esteve com o Gerente de construção da Caixa, Gilberto Reis, na superintendência da Caixa, em Feira. O principal objetivo do encontro foi fazer um cronograma de ação para os conjuntos que ainda sofrem com a inadimplência, execução e retomada de imóveis de seus moradores e mutuários.

Na ocasião, ficou definido que até a primeira quinzena de outubro, depois de reuniões que devem ser processadas nos diversos conjuntos que estão com problemas, será feita a entrega de uma lista de pendências para serem tratadas, pontualmente, conjunto a conjunto, mutuário a mutuário, em sintonia com a GILIE – Gerência de Alienação da Caixa – como também a Emgea, que ainda detém um bom número de imóveis, que estão prontos para serem negociados e precisam agora do processamento das informações para que os mutuários e moradores sejam atraídos à negociação.

Zé Neto relata que esse é um acompanhamento que ele faz há mais de duas décadas. “Acompanho essa situação de habitação do nosso município desde 1990 e especialmente com relação ao Conjunto Feira IX, que foi entregue em 91, os problemas enfrentados não foram poucos e, até hoje, alguns deles perduram. No geral, nós chegamos a ter 21 mil mutuários inadimplentes em Feira de Santana, no curso de todo tempo de existência da Caixa Econômica no processo de financiamento, desde quando era BNH. Ou seja, 21 mil famílias deviam à Caixa Econômica há mais ou menos 12 anos atrás e depois da chegada do presidente Lula ao poder esse número caiu para pouco mais de mil famílias. Inclusive, a última vez que estive na Emgea, esse número já estava na casa dos 964 imóveis que corriam o risco de serem executados. Houve um avanço grande nas negociações e a Caixa, com certeza, teve um papel fundamental nesses diálogos que proporcionaram a quitação de mais de 20 mil imóveis em nosso município”.

O deputado também pontua que a situação dos conjuntos como Feira IX, Viveiros, Expansão, inclusive, situação no Viveiros e na Expansão se deu em função de erros na  transmissão de informações do município para a Caixa Econômica. “Agora nós estamos retomando esses diálogos para que possamos fazer com que tenhamos ainda mais êxito na quitação desses imóveis, com valores menores, que possam estar ao alcance daqueles que residem nas unidades”, explicou.

Zé Neto agradece à Caixa Econômica, na pessoa do seu superintendente, Gilberto Reis, pois reconhece a importância do diálogo. “Agradeço por mais uma vez me colocar a disposição dos diálogos e da busca efetiva de caminhos que nos conduzam a soluções que possam minimizar o sofrimento de muitas famílias que ainda se veem com risco de perder suas moradias, em função dos altos preços cobrados no passado, pela Caixa, que geraram passivos administrativos ou judiciais que ainda não foram resolvidos. A ordem é trabalhar para resolver!”, concluiu.

Zé Neto se reúne com CONDER e Via Bahia para discutir solução para o retorno do Viaduto da Nóide

“As ações do Governo do Estado precisam acontecer na vida da comunidade para trazer sempre o máximo de comodidade e de segurança possíveis”, declarou o deputado Zé Neto, após promover uma reunião nesta terça-feira (05), com várias entidades, sindicatos e representações de Feira de Santana para discutir, junto a Via Bahia, a questão do retorno próximo ao viaduto da Nóide Cerqueira, que serve para acessar o centro de Feira.

O debate foi solicitado por usuários de redes sociais, tanto na página do Facebook do deputado, quanto na propaganda que foi veiculada pelo Governo do Estado na internet. “Este é um assunto técnico que envolve a comodidade da população. Por isso, trouxemos todos para a mesa, a fim de analisar o problema. Inclusive, foi feita uma proposta nossa, que será estudada tecnicamente pela Conder e Via Bahia, de que esse retorno, ao invés de ser depois do viaduto seja colocado antes. A resposta da Via Bahia é que seja encaminhada a ideia de forma mais técnica, o que será feito até a próxima segunda-feira (11), e, a partir daí, vamos esperar que a solução seja dada, na medida em que, tecnicamente, haja aprovação. Este é um momento de debate e vamos esgotá-lo até semana que vem”, avaliou.

A Conder – que é a empresa vinculada ao Estado, responsável pela execução da obra – se colocou à disposição para o diálogo com a sociedade, que solicita a manutenção do retorno para evitar, como já vem acontecendo, há um ano, a ida até as proximidades do Distrito de Humildes para voltar à Feira. Na outra ponta da discussão, estão às colocações feitas pela Via Bahia e ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), que elucidam o problema da falta de segurança para os motoristas, com a abertura do retorno próximo ao viaduto.

“Quero destacar que o viaduto da Nóide é um grande ganho para a sociedade e todos nós sabemos disso. Mas é evidente que existem situações que a comunidade questiona e que precisam ser levadas para debate, como neste caso do retorno para Feira de Santana” justifica Zé Neto. Participaram da reunião representantes da Via Bahia, do Instituto Federal da Bahia (IFBA), da Conder, da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), da Associação Comercial e Empresarial de Feira (Acefs), do Centro das Indústria de Feira de Santana (CIFS), do Sindicato das Indústrias de Mármores, Granitos e similares da Bahia (Simagran), que representam empresários, sindicatos e também toda a população feirense.

Serviços de limpeza e manutenção foram iniciados na Lagoa Grande

O deputado estadual Zé Neto (PT) destacou que visitou o complexo Lagoa Grande na manhã deste domingo (16) e verificou que os serviços de limpeza e manutenção do local já foram iniciados. De acordo com o deputado, já foram limpos as margens do espelho d’água e todo ao redor do mesmo.

Ainda segundo Zé Neto, o Governo do Estado também instalará iluminação, concluirá as obras de saneamento básico e também de drenagem de águas pluviais o que ele diz ser uma atribuição da administração municipal não apenas na área da Lagoa, mas também nas ruas localizadas no seu entorno. “Isso beneficiará sobremaneira as comunidades que vivem nos arredores Estimo que dentro de, mais ou menos, um ano o governador Rui Costa estará entregando aos feirenses o Parque Lagoa Grande totalmente finalizado e tenho certeza que o equipamento se converterá em um belíssimo espaço de lazer”, afirmou.

Críticas

Zé Neto ainda criticou o prefeito José Ronaldo por ter sancionado a Lei 3.717, dando ao Complexo Lagoa Grande o nome de Parque José da Costa Falcão. “É totalmente absurdo o prefeito ter sancionado essa lei. Esclareço que não me oponho ao nome, já que o empresário José Falcão foi um grande e querido amigo, assim como seus familiares também são. O que me causa estranheza e, ao mesmo tempo, indignação é o fato de o prefeito tomar para si o direito de “batizar” o equipamento logo após negar-se a receber a sua segunda etapa e a realizar a sua manutenção, mesmo sabendo que a responsabilidade pela prestação desse serviço era inteiramente do município”, criticou.

Zé Neto contesta aprovação da reforma trabalhista no Senado

Deputado estadual Zé NetoFatídica. Foi assim que o deputado estadual Zé Neto (PT) chamou a aprovação da reforma trabalhista pelo Senado Federal. Para o deputado, com essa aprovação se escreve uma página de derrota para os trabalhadores e as trabalhadoras brasileiras. “Certamente isso vai aprofundar ainda mais a crise que estamos passando, com perda de direitos sociais e aumento do empobrecimento no país”, opinou.

Sobre a tentativa da oposição de impedir a aprovação do projeto, Neto destacou que a grande mídia ficou indignada com o fato de algumas senadoras terem sentado na mesa diretora do Senado para tentar impedir a “votação ilegítima dessa reforma tão danosa para o povo brasileiro”. “A grande mídia golpista e covarde preocupada com democracia. Diga-se de passagem, indignada com o quê mesmo?”, ironizou.

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia