WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Micaretaresultados

:: ‘Confederação Nacional da Indústria’

Mercado imobiliário deve crescer 7% em 2019, aponta ADEMI-BA

As perspectivas de retomada da economia e crescimento do mercado imobiliário são otimistas para 2019. Isso é o que mostra o resultado da pesquisa Sondagem Indústria da Construção divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Todos os indicadores de confiança do setor melhoraram e o índice de intenção de investimentos aumentou para 38 pontos, o maior nível desde janeiro de 2014. O clima é acompanhado pela Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário da Bahia (ADEMI-BA), que estima um crescimento de 7% no setor para este ano. Ainda de acordo com a CNI, o índice de expectativas sobre o nível de atividade subiu para 58,4 pontos, o de novos empreendimentos e serviços aumentou para 58,1 pontos, e o de número de empregados alcançou 56,1 pontos. Os indicadores vão de zero a cem pontos e, quando os empresários estão confiantes, ficam acima dos 50 pontos. A pesquisa mostra também que o Índice de Confiança do Empresário da Construção (ICEI-Construção) alcançou 63,7 pontos em janeiro e está acima da média histórica de 53,1 pontos.

Os números estão em consonância com os dados da Sondagem de Índices de Confiança Empresarial, divulgados no início do ano pelo Instituto Brasileiro de Economia, da Fundação Getúlio Vargas. A pesquisa registrou 95,9 pontos no índice de confiança empresarial brasileiro, maior nível desde março de 2014. Além da classe empresária, as pessoas de um modo geral também estão acompanhando essa perspectiva. De acordo com Pesquisa do Datafolha, 65% dos brasileiros confiam que a situação econômica do país vai melhorar esse ano e possuem expectativa positiva em relação ao emprego, poder de compra e inflação. “2019 tem tudo para ser um grande ano para a economia, em geral, e para o mercado imobiliário, em particular. Um novo ciclo se anuncia com a expectativa de juros menores, maior abertura de financiamentos imobiliários, ambiente juridicamente mais seguro e clima de otimismo generalizado”, relata o presidente da ADEMI-BA, Cláudio Cunha. De acordo com o mercado financeiro, a taxa Selic deve encerrar o ano em 7%, ajudando a controlar a meta da inflação e estimulando o crédito. :: LEIA MAIS »

Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia