WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Natal Encantado

:: ‘BRT Feira de Santana’

Carlos Geilson questiona demora na entrega do BRT de Feira de Santana

Deputado Carlos Geilson

Ex-deputado Carlos Geilson – Foto: Reprodução

O ex-deputado estadual e atual Ouvidor do Estado da Bahia, Carlos Geilson, usou sua rede social para criticar a demora da conclusão das obras do BRT em Feira de Santana. “O BRT em Feira de Santana completou no último dia 29/06 quatro anos do lançamento de sua pedra fundamental. Existe hoje apenas o esqueleto de pequenas estações inconclusas. Os chineses construíram uma ponte de 42 km sobre o mar em quatro anos. E aí, o que dizer?”, questionou. Fica a pergunta.

Carlos Geilson questiona demora na entrega do BRT de Feira de Santana

Prefeitura de Feira diz que projeto do BRT está de acordo com a legislação federal e municipal

Prefeitura de Feira diz que projeto do BRT está de acordo com a legislação federal e municipal

Foto: Jorge Magalhães

A Prefeitura de Feira de Santana informou que não existe mais nenhum óbice para o BRT. Todas as questões referentes ao projeto do Bus Rapid Transit estão sanadas. Depois do Ministério Público Estadual sacramentar o projeto, a vez do Ministério das Cidades. O prefeito Colbert Martins Filho recebeu da Secretaria Nacional de Mobilidade Urbana do Ministério das Cidades o encaminhamento para a conclusão do contrato do BRT entre a Prefeitura e a Caixa Econômica Federal e sua conformidade com as diretrizes do Programa PAC 2 Mobilidade Médias Cidades.

Em ofício, o secretário nacional substituto Cléver Ubiratan Teixeira de Almeida, reforça que “a proposta cumpriu os requisitos de enquadramento e seleção do PAC 2”. Dessa forma, a constatação de que projeto está de acordo com a legislação federal e municipal, compatível com o Plano Diretor.

Aprovado desde 2012, no governo do prefeito José Ronaldo, o projeto enfrentou vários questionamentos da oposição, com ações no Ministério Público. Questionamentos que acarretaram o atraso da obra.

Obras do Terminal BRT na Ayrton Senna são reiniciadas e devem ser concluídas em dezembro

Obras do Terminal BRT na Ayrton Senna são reiniciadas e devem ser concluídas em dezembro

Foto: Divulgação

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, visitou, na manhã desta quarta-feira (07), as obras de terraplanagem do Corredor Getúlio Vargas/João Durval para construção do Terminal do BRT (Bus Rapid Transit), na avenida Ayrton Sena, reiniciadas há uma semana. Sob a responsabilidade técnica da Via Engenharia, a obra entrou na fase de fixação de 190 “bate-estacas”, sobre as quais serão erguidas as estruturas metálicas pré-moldadas do equipamento. Com mais de 75% das obras de construção civil concluídas, os terminais são a última fase de implantação do BRT, sendo que o da Pampalona está previsto para operar plenamente no início do próximo ano.

O secretário de Planejamento, Carlos Brito, destacou que “a rede de drenagem estará terminada até o mês de dezembro, sendo que 42 poços foram executados, 2.669 metros da rede de túnel linear foram finalizados, restando 495 metros da rede em concreto para concretizar as obras até o Riacho do Fato”. Brito afirmou que se encontra em fase final o Corredor da avenida João Durval, e que estão faltando alguns detalhes para que as oito estações da avenida Getúlio Vargas fiquem prontas. O secretário de Planejamento destacou ainda a construção do prédio da Central de Controle Operacional do BRT, na avenida Francisco Pinto, também em fase conclusiva.

Colbert Filho pontuou que estas obras fazem parte do Projeto de Mobilidade Urbana da cidade, “e uma vez em funcionamento, o Sistema BRT vai reduzir o tempo de deslocamento do usuário do transporte público, que passará a contar com mais conforto, segurança, rapidez e eficiência”.

“Ou no final do ano ou no início de 2019”, diz Colbert sobre entrega do BRT

Colbert Martins Filho-Foto Política In Rosa Anderson Dias

Foto: Política In Rosa / Anderson Dias

O prefeito da cidade de Feira de Santana, Colbert Martins Filho (MDB), concedeu uma entrevista coletiva na tarde desta terça-feira (23) para a imprensa no CEAF. Questionado pelo site Política In Rosa sobre a previsão de entrega do BRT, Colbert destacou que isso poderá acontecer “até o final do ano de 2018 ou no início do ano de 2019”.

Mudanças no secretariado

O ex-prefeito José Ronaldo de Carvalho afirmou neste mês que Colbert poderia se sentir a vontade para fazer mudanças no secretariado. Perguntado se pretendia fazer isso, o prefeito respondeu. “Não haverá”.

“Se conseguir fazer desembarque na estação do BRT renuncio meu mandato”, diz vereador

Vereador Alberto Nery

Vereador Alberto Nery (PT)

O vereador Alberto Nery (PT), na audiência pública que aconteceu na manhã desta sexta-feira (17) na Câmara Municipal de Feira de Santana e que discutiu o sistema de transporte coletivo urbano, questionou sobre os pisos de desembarque feito na estação do BRT. Segundo Nery, os pisos são altos e, portanto impossível de acontecer o embarque e desembarque de passageiros, já que os ônibus têm um piso mais baixo.

“Em relação ao piso das estações, eu conheço tanto quanto o secretário o sistema do BRT no Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Curitiba. O que está proposto aqui em Feira de Santana não atende. Eu desafio e providencio um veículo articulado para botar na base e se conseguir fazer o desembarque eu renuncio o meu mandato de vereador”, disse Nery.

“Uma empresa que não tem condições de pagar terá condições de operar o BRT?”, questiona vereador

Vereador Roberto TourinhoRespondendo a fala do líder do Governo, o vereador Lulinha (DEM), o vereador Roberto Tourinho (PV) voltou a reafirmar o pedido de apreensão de seis ônibus da empresa São João pelo banco Mercedes Benz. “O processo está suspenso por seis meses, é verdade. O que o senhor não entender e que o Governo Municipal não entendeu é que se uma empresa não tem dinheiro para pagar seis ônibus, essa empresa terá de R$ 8 a R$ 10 milhões para implantar os ônibus articulados do BRT? É isso que não está sendo dito ao povo de Feira de Santana”, disparou.

O vereador reclamou ainda que o governo está calado e o BRT está custando para o Município R$ 90 milhões. “Não existe BRT sem os ônibus articulados”, completou. Tourinho concluiu sua fala dizendo que foi o Governo Municipal que blindou as empresas para que elas não participassem da audiência pública que discutiria a situação financeira das mesmas.

Iniciada pavimentação em concreto de pista lateral às estações do BRT

As pavimentações das pistas paralelas às estações de embarque e desembarque do BRT (sigla em inglês para Transporte Rápido de Ônibus), será em concreto e suas fundações foram iniciadas nesta semana. As estações ficam na avenida João Durval Carneiro  em Feira de Santana e estão em acabamento pela Via Engenharia.

As pistas terão cerca de cem metros de extensão e foram planejadas para oferecer o máximo de durabilidade. Os técnicos entendem que o asfalto não suportaria por muito tempo as contínuas frenagens e acelerações dos ônibus, que serão usados neste sistema de transporte.

Maiores e, portanto, mais pesados, estes veículos necessitam de um piso adequado e com grande durabilidade, com estrutura que o auxiliem na frenagem. A estrutura terá mais de meio metro de profundidade, dividida em várias camadas – entre elas uma teia de ferro, que garantirão resistência à pavimentação.

A pavimentação ao lado das estações localizadas ao longo da avenida Getúlio Vargas, antes de asfalto, já foram devidamente trocadas. Os equipamentos estão praticamente prontos.

Estações do BRT estarão prontas em até 90 dias

estações de embarque e desembarque do BRTAs obras das estações de embarque e desembarque do BRT estarão concluídas dentro de até 90 dias. A previsão da construtora Via Engenharia leva em consideração o início dos serviços do último equipamento, na avenida João Durval Carneiro, próximo ao viaduto do Anel de Contorno.

O encarregado pelas obras de implantação das estações do BRT, Raimundo Ribeiro Soares, explica que o serviço está sendo executado simultaneamente nos equipamentos ao longo da avenida João Durval. “Neste último equipamento, iniciamos as obras há três semanas. Nesta etapa estamos fazendo a rampa e pavimento da plataforma para embarque e desembarque”, frisou.

O próximo passo será a construção de pilares e das figas superiores. A previsão é de conclusão desta etapa em duas semanas. Já nas outras estações ao longo da avenida João Durval, onde estão sendo implantados cinco equipamentos ao longo do percurso do BRT, já estão sendo preparadas as formas de pilar e a laje das plataformas.

As estações de embarque e desembarque fazem parte das obras estruturantes para implantação do BRT em Feira de Santana. Também estão instaladas ao longo da avenida Getúlio Vargas, em pontos estratégicos visando facilitar a acessibilidade dos usuários do transporte coletivo urbano, com mais conforto, segurança e agilidade.

“Feira não tem e nem vai ter BRT, o que existe é uma fraude”, dispara Zé Neto

Zé NetoEm suas redes sociais, o deputado estadual Zé Neto (PT) afirmou que as obras do BRT não atendem as necessidades da população feirense. “Elas não atendem ao transporte coletivo, aos pedestres porque não possuem passeios, aos ciclistas, skatistas e nenhum transporte motorizado. Não atendem também ao transporte de cargas e, única exclusivamente, com dificuldade, atende a automóveis pequenos, já que a Avenida Maria Quitéria continua engarrafando, o que em nada tem a ver com melhorar a mobilidade e a acessibilidade”, disparou.

O deputado disse ainda ter sido a favor do BRT se ele fosse ligando os bairros mais populosos ao centro da cidade. “Infelizmente não aconteceu isso e essa obra que foi construída no centro da cidade (referindo-se a trincheira construída entre o cruzamento das avenidas Maria Quitéria e Getúlio Vargas) não é BRT. Nem passeio ela tem”, criticou.

Assista o vídeo das críticas do deputado:

Paredes de diafragma da trincheira da avenida João Durval já estão concluídas

Paredes de diafragma da trincheira da avenida João Durval já estão concluídasAs obras de construção da trincheira no cruzamento entre as avenidas Presidente Dutra e João Durval Carneiro foram retomadas na semana passada, após recesso de final de ano dos operários da construção civil, e seguem avançando. Nesta etapa as intervenções estão concentradas no trabalho de deslocamento da rede pluvial, obras executadas pela Prefeitura com apoio técnico da Embasa.

O secretário municipal de Gestão e Convênios, Ozeny Moraes, explica que as paredes diafragmas estão todas prontas. “Agora estamos em processo de conclusão das vigas de coroamento que dão amarração às paredes e em fase de acabamento das paredes de new jersey (muretas) dos dois lados da trincheira”, informou.

Enquanto as obras avançam na construção da segunda trincheira da estrutura do BRT, na avenida Getúlio Vargas também foram retomados os serviços de construção do passeio central. Em toda sua extensão está sendo feito o acabamento e implantação de rampas de acesso às estações.

Ao longo das avenidas Getúlio Vargas e João Durval Carneiro, por onde passará o BRT, estão sendo construídas sete estações de embarque e desembarque de passageiros nos canteiros centrais. Estas áreas também estão passando por revitalização das áreas verdes e da acessibilidade dos pedestres com pavimentação de passagens com lajotas sextavadas.

Obras do BRT serão aceleradas em 2017

prefeito-visita-o-monumento-maria-quiteria-foto-jorge-magalh_es-7As obras estruturantes para implantação do BRT em Feira de Santana vão ganhar mais impulso a partir de 2017, com frentes de serviço atuando simultaneamente em diversos canteiros. Os ajustes foram definidos pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho, na manhã desta sexta-feira, 30, durante inspeção das intervenções, acompanhado por secretários municipais e técnicos da Prefeitura.

A inspeção teve início no cruzamento entre as avenidas Getúlio Vargas e Maria Quitéria, local onde foi reinstalado e revitalizado o monumento à heroína Maria Quitéria. No entorno, um belo jardim com plantas adaptadas ao clima do semiárido, grama em placa e bancos de tubulação inox complementam o novo visual.

Visando garantir o cumprimento rigoroso dos prazos para conclusão das obras do BRT, inclusive da trincheira que está sendo implantada no cruzamento entre as avenidas João Durval Carneiro e Presidente Dutra, o prefeito determinou a adoção de medidas. Nos próximos dias realiza mais uma reunião com secretários municipais e técnicos da construtora para definir ajustes.

Além da revitalização do paisagismo ao longo da avenida Getúlio Vargas, as obras estruturantes do BRT também englobam a implantação de estações de embarque ao longo desta avenida e da João Durval, duas trincheiras, sendo que uma já está implantada e outra com as obras avançando, moderno sistema de sinalização com semáforos inteligentes e sincronizados e diversas outras melhorias.

Durante a inspeção estiveram presentes os secretários de Planejamento, Carlos Brito; de Serviços Públicos, Ícaro Ivvin; de Comunicação Social, Valdomiro Silva; e de Gestão e Convênios, Ozeny Moraes.

Laje da trincheira será construída em janeiro

A construção da laje da trincheira entre as avenidas Presidente Dutra e João Durval Carneiro, integrante das obras de mobilidade urbana de Feira de Santana, deverá ser iniciada ainda na primeira quinzena do mês de janeiro de 2017. A nova etapa foi anunciada pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho, na manhã desta segunda-feira, 26, durante entrevista ao programa Ronda Policial, transmitido pela Rádio Subaé AM.

Obra em execução de maior montante de recursos, a trincheira já está com as paredes 100% prontas. “Nesta a laje será feita no local enquanto a do cruzamento entre as avenidas Getúlio Vargas e Maria Quitéria foi feita fora e levada para o local”, informou José Ronaldo.

A previsão, conforme técnicos da obra, é de que a construção da trincheira esteja pronta até início de abril. A partir daí começa a retirada das terras da parte inferior da trincheira para fazer a base e em seguida a iluminação. Enquanto isso também serão concluídas as estações de transbordo dos bairros Pampalona e Conceição/Mangabeira e da avenida Nóide Cerqueira e ainda as estações ao longo da avenida Getúlio Vargas e João Durval. “As obras seguem o cronograma mas a Prefeitura está cobrando para que sejam executadas mais rápido”, frisou o prefeito.

Durante entrevista ao programa Ronda Policial, ancorado pelos radialistas Valter Vieira e Lucival Lopes, José Ronaldo também abordou sobre concurso público, pavimentação de mais ruas em diversos bairros da cidade e ainda respondeu inúmeras perguntas de ouvintes, feitas através do telefone, do whatzapp e de redes sociais.

Parede de diafragma da trincheira deve ser concluída em 15 dias

parede-de-diafragma-da-trincheiraA construção da parede de diafragma da trincheira no cruzamento entre as avenidas Presidente Dutra e João Durval Carneiro estará concluída nos próximos 15 dias. Essa é uma das etapas mais complexas da obra que faz parte das melhorias de infraestrutura para implantação do Sistema BRT.

A informação foi divulgada pelo prefeito José Ronaldo de Carvalho durante entrevista ao Programa De Olho Na Cidade, na Rádio Sociedade AM, na tarde desta sexta-feira, 16, ao ser questionado sobre o cronograma para execução dos serviços.

“A avenida Presidente Dutra estará aberta até o final de março, o que vai permitir a realização da Micareta”, afirmou o prefeito. Enquanto isso, as obras de construção dos passeios na Getúlio Vargas também estão sendo tocadas. “Recentemente a empresa foi notificada para que agilizasse o serviço, fazendo cumprir os prazos”.

O gestor municipal também anunciou que o projeto para troca da iluminação por lâmpadas em Led foi concluído e será encaminhado para Câmara Municipal, em fevereiro, na abertura dos trabalhos do Legislativo. “A Câmara aprovando, nós vamos publicar a licitação”.

Durante a entrevista, ancorada pelo jornalista Jorge Biachi, o prefeito também fez um balanço dos quatro anos de sua gestão e o que espera do próximo mandato, além de responder perguntas dos ouvintes.

Iniciada construção de pistas de concreto nos lados das estações do BRT

construção de pistas de concreto O piso de concreto em ambos os lados das estações de embarque e desembarque do BRT, como consta no projeto, já está sendo colocado. O serviço foi iniciado pelo equipamento localizado no final da avenida Getúlio Vargas.

Com cerca de cem metros de comprimento e 19 centímetros de altura, o piso reforçado vai oferecer segurança nas frenagens para os ônibus que serão usados no sistema, que tem capacidade para transportar mais cem passageiros, confortavelmente.

A troca do piso nas entradas e saídas das estações deve-se ao fato de que como os ônibus são longos e pesados, a frenagem durante a chegada causaria danos ao piso, caso fosse de asfalto, mesmo a quente.

O material usado, bem como a estrutura de ferro, é igual ao aplicado nos quatrocentos metros das pistas do túnel da trincheira construída no cruzamento das avenidas Maria Quitéria e Getúlio Vargas.

A fase de retirada da camada de asfalto e paralelepípedos já foi concluída. Nas áreas próximas onde os operários estiverem trabalhando, o estacionamento de veículos ficará proibido. Agentes de trânsito orientarão os motoristas sobre as novas determinações.

A medida objetiva garantir a fluidez dos veículos nestes pontos, que ficam com apenas duas pistas disponíveis, e veículos estacionados causariam lentidão ao trânsito.

 

Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia