WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Sarampo

:: ‘Bom Jesus da Lapa’

Bom Jesus da Lapa terá novo aeroporto

Bom Jesus da Lapa terá novo aeroporto

Foto: Ulgo Oliveira

Um novo aeroporto será construído no município de Bom Jesus da Lapa, na região do Velho Chico. A assinatura do edital de licitação para a implantação do equipamento aeroviário ocorreu nesta segunda-feira (7), na Secretaria de Infraestrutura da Bahia (Seinfra), em Salvador. O aviso de licitação será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça (8). A abertura dos envelopes com as propostas está prevista para 11 de novembro.

O aeroporto ficará localizado em uma área patrimonial de 4,5 milhões metros quadrados. O atual aeródromo, que opera com aviação geral, não tem a possibilidade de receber voos comerciais devido ao envolvimento com a malha urbana. A construção do novo equipamento vai permitir a operação com as aeronaves da aviação regular. A pista de pouso e decolagem terá 1.550 metros de comprimento por 30 metros de largura. O investimento será de aproximadamente R$ 20 milhões.

Na região do Velho Chico, Bom Jesus da Lapa se destaca pelo turismo religioso e pela presença de parques solares. A cidade de 69 mil habitantes chega a receber 600 mil romeiros durante a festa de Bom Jesus, entre os meses de julho e agosto. Em relação à energia solar, são 8 empreendimentos em operação comercial para geração de energia elétrica a partir da fonte fotovoltaica. O aeroporto poderá atrair mais turistas e também contribuir para o interesse de novos investimentos em energia renováveis no município. :: LEIA MAIS »

Pedido de vistas suspende o julgamento de denúncia contra prefeito de Bom Jesus da Lapa

Prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro Pereira

Prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro Pereira.

O Tribunal de Contas dos Municípios iniciou na última terça-feira (23/07), o julgamento de denúncia formulada pelo cidadão Edimar Matheus de Oliveira contra o prefeito de Bom Jesus da Lapa, Eures Ribeiro Pereira, por irregularidades na contratação da empresa Engeurbe Engenharia e Urbanismo Ltda. O contrato tinha por objeto a prestação de serviço de limpeza urbana no município entre os anos de 2013 e 2015.

O conselheiro substituto Antônio Emanuel de Souza, relator do processo, votou pela procedência parcial da denúncia apresentada com formulação de representação ao Ministério Público Estadual contra o gestor, para que seja apurada a prática de ato de improbidade administrativa. Determinou também o ressarcimento aos cofres municipais de um total de R$5.033.075,41, com recursos pessoais do prefeito, referentes a 17 processos de pagamento sonegados aos técnicos do TCM encarregados de examinar a execução do contrato em auditoria. Fixou ainda uma multa de R$20 mil ao prefeito Eures Ribeiro. Após a leitura do voto do conselheiro substituto Antônio Emanuel de Souza, o conselheiro Mário Negromonte solicitou vistas do processo, interrompendo o julgamento.

Em seu voto, o relator destacou que o prefeito descumpriu exigência contida na Lei de Licitações ao não promover a publicação de aviso com resumo do edital do certame no Diário Oficial do Estado, em jornal de grande circulação no Estado e em jornal de circulação no município ou na região onde os serviços seriam prestados.

Para o conselheiro substituto, essa irregularidade é gravíssima, na medida em que a ausência de divulgação do aviso da licitação nos meios devidos constitui erro de procedimento capaz de comprometer o maior objetivo de licitação, que é propiciar a ampla competitividade entre as empresas. :: LEIA MAIS »

MPF recomenda que 24 municípios baianos regularizem transporte escolar

Montagem REC Transporte escolar PRM BJL 18.09.2018 1

Foto: Divulgação

O Ministério Público Federal (MPF) em Bom Jesus da Lapa (BA) enviou recomendações aos 24 municípios da sua área de abrangência (confira abaixo), no oeste baiano, para que regularizem as licitações, contratações e execuções do serviço de transporte escolar. Os documentos foram expedidos na última sexta-feira (21). Cada prefeito tem 20 dias, a contar do recebimento, para informar se acatará ou não a recomendação do MPF. Nas investigações do Inquérito Civil (IC) nº 1.14.009.000083/2017-62 (e outros relacionados*), o procurador da República Adnilson Gonçalves da Silva verificou diversas irregularidades em licitações, contratações e execução do serviço de transporte escolar nos municípios citados, a partir de verbas do Programa Nacional de Transporte Escolar (Pnate) ou do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). Dentre elas, destacaram-se: ausência de adequada pesquisa de preços; escolha de critério de julgamento por preço global; contratação de prestador de serviço sem capacidade operacional; sobrepreço e superfaturamento de rotas; subcontratação de praticamente todo o objeto; e utilização de veículos e motoristas em desconformidade com a legislação de trânsito.

No documento, o procurador explica que a Constituição Federal/88 prevê que a oferta de educação infantil é dever do poder público municipal e que os recursos do Fundeb, assim como os veículos adquiridos por meio do Pnate, devem ser utilizados exclusivamente na Educação (Leis nº 11.494/2007 e nº 10.880/2004. Além disso, as licitações devem seguir a Lei nº 8.666/93 e a Lei nº 10.520/02, com ampla e regular pesquisa de preços; termo de referência com indicação da necessidade, condições e custo real do serviço; edital com delimitação precisa e, no caso do transporte escolar, detalhamento das rotas e itinerários, distâncias, pontos de partida e chegada, turno, número de dias letivos, número estimado de alunos atendidos em cada rota, dentre outras especificações. Segundo a recomendação, os prefeitos têm até 20 de novembro deste ano para adotar uma série de medidas para regularizar a contratação, a fiscalização e o uso apropriado dos veículos de transporte escolar, anulando os contratos que não possam ser ajustados ao que foi recomendado. :: LEIA MAIS »

Convênio viabiliza construção de UTIs e centro de diálise em Bom Jesus da Lapa

Convênio viabiliza construção de UTIs e centro de diálise em Bom Jesus da Lapa

Bom Jesus da Lapa

Com investimento superior a R$ 5,3 milhões, o Hospital Municipal Carmela Dutra, em Bom Jesus da Lapa, ganhará 20 leitos de Terapia Intensiva (UTI), além de 28 leitos de enfermaria. Está sendo construído também um centro de bioimagem e um centro de hemodiálise regional. O secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, inspecionou as obras de ampliação da unidade nesta quinta-feira (26), acompanhado do prefeito Eures Ribeiro. A iniciativa é resultado de um convênio entre a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) e o município, que possibilitará a unidade saltar de 70 para 118 leitos. “É uma intervenção que envolve a construção de 20 novos leitos de UTI, sendo dez adultos, quatro neonatais, quatro do tipo semi-intensivo convencional e dois do tipo canguru”, afirma Vilas-Boas, acrescentando que o hospital terá tomografia e ultrassom. Além disso, estão em construção 18 novos leitos de enfermaria do tipo adulto e dez pediátricos.

Do montante investido nas obras, mais de R$ 3,1 milhões são custeados pelo Estado, enquanto que o município aplicará R$ 789 mil a título de contrapartida. Outra obra vistoriada foi o Centro de hemodiálise, também localizado no Hospital Municipal Carmela Dutra. O centro terá a capacidade para atender mais de 100 pacientes e foi viabilizado mediante outro convênio entre o Estado e o município, cujo montante alcança R$ 1,326 milhão.

Bom Jesus da Lapa: Prefeito vai responder por omissão de informações sobre gestão do lixo no município

Após ação ajuizada pelo Ministério Público Federal (MPF) em Bom Jesus da Lapa (BA), a Justiça Federal tornou réu o presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB) e atual prefeito do município por ignorar pedidos de informação feitos pelo órgão. Eures Ribeiro Pereira se recusou a prestar informações referentes à gestão municipal de lixo e resíduos sólidos. Os esclarecimentos seriam utilizados pelo MPF para apurar as condições da cidade após representação feita pela ONG Lapa Limpa, que alegava diversas irregularidades ambientais cometidas pela Ecolurb durante o descarte do lixo.

De acordo com a ação, o MPF solicitou ao prefeito informações sobre a gestão dos resíduos sólidos em Bom Jesus da Lapa, indicando as empresas responsáveis pela coleta e pela destinação dos resíduos, em especial dos sólidos hospitalares. Requereu, ainda, o encaminhamento de cópia do plano municipal de gestão integrada de resíduos sólidos ou a apresentação de justificativa para sua elaboração, além de esclarecimentos sobre a titularidade dos imóveis onde se localizavam os “lixões” da cidade.

Segundo o MPF, foram enviados três ofícios ao gestor requisitando as informações: o primeiro em agosto de 2014, depois em fevereiro de 2015 e por fim, em maio do mesmo ano. No entanto, de acordo com o órgão, “em que pese o recebimento pelo próprio prefeito, e mesmo diante da exposição das consequências advindas da adoção da postura ilegal, este optou por não responder ao ofício encaminhado, o que sinaliza não uma simples falha administrativa, mas a existência do firme propósito de não atender requisição do Ministério Público”.

Na ação, recebida em 12 de abril, o MPF requereu a condenação do réu nas sanções previstas nos artigos 12, inciso III, da Lei da Improbidade (nº 8.429/92), que estabelece, por exemplo, ressarcimento integral do dano, se houver, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de três a cinco anos, pagamento de multa civil de até cem vezes o valor da remuneração percebida pelo agente e proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais pelo prazo de três anos.

Hospital de Bom Jesus da Lapa ganhará 20 leitos de UTI e 18 de enfermaria

Hospital de Bom Jesus da Lapa ganhará 20 leitos de UTI e 18 de enfermariaUm convênio assinado nesta quarta-feira (28), entre o Governo do Estado e a prefeitura de Bom Jesus da Lapa, possibilita a ampliação do Hospital Municipal Carmela Dutra. Com o investimento de aproximadamente R$ 4 milhões, a unidade terá 18 novos leitos de enfermaria e serão construídos 20 leitos de UTI, sendo dez adultos e dez neonatais, além de um centro de bioimagem.

O secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, destacou que “a saúde será ampliada de forma significativa, com grande impacto na qualidade e na quantidade da assistência regional”.  Do montante investido, mais de R$ 3,1 milhões serão custeados pelo Estado, enquanto que o município aplicará R$ 789 mil a título de contrapartida. A expectativa é que a obra seja concluída ainda este ano.

Bom Jesus da Lapa: prazos e expediente suspensos

O expediente e os prazos nos processos físicos e eletrônicos serão suspensos na Vara de Trabalho de Bom Jesus da Lapa no dia 29 de janeiro devido ao feriado municipal das comemorações do Lapa Folia. O Ato da Presidência do TRT5 Nº 021, de 16/1/2018, que determina a suspensão, considerou entre outras disposições os termos do Decreto nº 170, de 07 de dezembro de 2017, da Prefeitura Municipal de Bom Jesus da Lapa e a Lei Municipal nº 527/2016. A retomada da contagem dos prazos ocorrerá a partir da terça-feira (30), ficando ressalvada a validade dos atos praticados no dia de suspensão.

Bom Jesus da Lapa ganha projeto Escolas Culturais

Bom Jesus da Lapa ganha projeto Escolas CulturaisA comunidade escolar do Colégio Modelo de Bom Jesus da Lapa, no Vale do Rio São Francisco, promoveu uma grande festa, nesta quinta-feira (19), para o lançamento do projeto Escolas Culturais. Com muita música, dança, teatro, fanfarra e grafitagem, o evento teve a presença do secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro. A cidade é a quarta no estado a receber a iniciativa, depois de Itabuna, Juazeiro e Gandu.

O projeto, que integra o programa Educar para Transformar, tem como objetivo promover o protagonismo estudantil, além de reconhecer e requalificar a escola como um espaço de circulação e produção da diversidade cultural do Território de Identidade onde está inserida.

Pinheiro foi recepcionado pela fanfarra do Colégio Estadual Monsenhor Turíbio Vilanova e interagiu com a comunidade escolar, inclusive chegou a jogar capoeira com estudantes e participar da oficina de grafite. “O programa tem um aspecto muito vinculado a cada território, porque retrata o que temos de cultura local. Tem um peso importante para um trabalho que já se faz na escola”, afirmou o secretário.

O projeto envolverá 85 unidades escolares, em 85 municípios. A meta da secretaria é implantar o projeto em 50 escolas neste ano. “Este é um dos programas importantes determinados pelo governador. É um projeto para toda a cidade, todo o território, com manifestações artísticas e culturais de todas as escolas da cidade”, acrescentou Pinheiro.

No lançamento, Pâmela Oliveira, 17 anos, estudante do 3º ano, se apresentou junto com o ‘Coral Nobres Barranqueiros’, finalista do projeto de arte e cultura Encante 2017, que propõe a implantação do Canto Coral nos contextos escolares da rede estadual de ensino. “O Colégio Modelo sempre foi um celeiro de cultura. Estou muito feliz que estamos recebendo o projeto Escolas Culturais e abrir as portas para a comunidade, que sempre nos apoia durante os projetos estruturantes”, disse.

O projeto Escolas Culturais é resultado de parceria entre as secretarias da Educação, de Cultura (Secult), de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) e Casa Civil. Todas as escolas que recebem o projeto ganham um padrinho, que é um membro da comunidade que se destaca na arte e na cultura. No caso da escola de Bom Jesus da Lapa, o padrinho é o capoeirista Mestre Fazinho.

Codevasf apresenta ações no Médio São Francisco baiano para parlamentares em Bom Jesus da Lapa

O superintendente regional da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) em Bom Jesus da Lapa (BA), Harley Nascimento, apresentou as principais ações da Companhia no Médio São Francisco baiano – área de atuação da 2ª Superintendência Regional da empresa – a deputados federais e estaduais do estado, para expor oportunidades de destinação de recursos de emendas parlamentares ao Orçamento Geral da União.

“Mais do que oportuno, com a presença dos deputados, queremos efetivar essa parceria e mostrar a realidade da Codevasf e reforçar a nossa busca para melhorar a qualidade de vida de todos da região. Os deputados logicamente conhecem a Codevasf, mas uma apresentação como essa permite que nós mostremos muito mais coisas”, explicou o superintendente Harley Nascimento, durante apresentação realizada no auditório da superintendência em Bom Jesus da Lapa, no último sábado (16). “E aproveitamos para solicitar o apoio dos parlamentares para ajudar a fazer acontecer essas ações, com recursos, expondo as nossas demandas e o recurso necessário para fazer com que sejam atendidas”, acrescentou.

Entre os tópicos da apresentação estiveram investimentos realizados em projetos de irrigação implantados pela Companhia na região e demandas para que investimentos continuem sendo feitos. Durante o encontro – que contou com a presença de prefeitos da região –, também foi apresentada a área de atuação da superintendência, que alcança 88 municípios, e sua estrutura – inclusive o quadro de empregados.

“Estive em Buritirama e, por exemplo, tinha acabado de chegar um trator, com implementos. Vários poços estão sendo instalados lá. Estamos chegando em municípios e a presença da Codevasf está lá, com as máquinas, com os tratores, com equipamentos agrícolas, que mudam a realidade das comunidades. E farei tudo o que puder para ampliar e facilitar esse atendimento”, diz o deputado federal Jutahy Magalhães.

Ainda estiveram entre os tópicos abordados, ações de revitalização empreendidas na bacia do rio São Francisco, como serviços de controle e recuperação de processos erosivos e implantação de sistemas de abastecimento de água e de esgotamento sanitário. Ações focadas na convivência com o semiárido foram citadas, como a instalação de cerca de 39 mil cisternas para acumulação de água pluvial em 45 municípios, a construção de barreiros, a estruturação de associações com kits de irrigação, apicultura e piscicultura, e ações que reforçam a infraestrutura.

“Nós sabemos que a Codevasf atende a 88 municípios dessa região, desenvolvendo ações diretas para beneficiar quem mais precisa, tanto na zona rural quanto na zona urbana – e sempre com muita credibilidade. Destaco, inclusive, ações como a criação de sistemas de abastecimento de água e outras relacionadas a recursos hídricos”, afirma o deputado estadual Augusto Castro.

TJBA suspende expediente em quatro comarcas do interior

As comarcas de Urandi, Bom Jesus da Lapa, Riacho de Santana e Itororó terão seus expedientes suspensos entre segunda e sexta-feira desta semana (período de 18 a 22 de setembro).

A suspensão dos expedientes foi determinada através de dois decretos judiciais distintos, assinados pela presidente do TJBA, desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, e publicados na edição de quinta-feira (14) do Diário da Justiça Eletrônico (DJE).

A determinação que suspende o expediente forense nas Comarcas de Urandi, Bom Jesus da Lapa e Riacho de Santana leva em consideração o Regime Especial de Trabalho que será instituído para sanear as unidades.

Além do período anteriormente citado, as três comarcas também terão o expediente suspenso nos períodos de 25 a 29 de setembro e de 02 a 06 de outubro. Nas datas indicadas, o expediente será suspenso sem prejuízo da apreciação dos casos urgentes e das audiências já designadas.

Já no caso de Itororó, os prazos que vencerem nas datas mencionadas serão prorrogados para o primeiro dia útil subsequente.

Governador autoriza convênio de R$ 4 milhões para a saúde em Bom Jesus da Lapa

Rui Costa e Eures RibeiroNo último domingo (6), o governador Rui Costa autorizou um convênio, no valor de R$ 4 milhões, firmado entre a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) e o município de Bom Jesus da Lapa. O objetivo é ampliar e reformar o hospital municipal Carmela Dutra e implantar novos serviços.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas, serão construídas duas Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo uma adulto e outra neonatal. “Além dos 20 leitos de UTI, implantaremos o serviço de hemodiálise na unidade, para atender os pacientes da região”. Ainda segundo Vilas-Boas, o Estado implantará um Centro de Bioimagem, que contará com tomógrafo e raio-x.

Na avaliação do governador Rui Costa, “essa intervenção transforma o hospital em uma unidade regional pronta para atender às necessidades do povo. Vamos trabalhar para, quem sabe, no ano que vem possamos ter a nova pista do aeroporto já pavimentada e uma estrutura ainda melhor para receber turistas do país inteiro, em parceria com a prefeitura e iniciativa privada”, disse.

“Esse é o pior momento para ser prefeito na história do país”, diz presidente da UPB

Eures RibeiroO prefeito da cidade de Bom Jesus da Lapa e presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, ao falar no 4º Congresso Pernambucano de Municípios lamentou que neste período de crise política a sociedade brasileira não esteja acreditando na classe política. Segundo Eures, esse é um momento muito ruim para os prefeitos e não se pode esconder essa insatisfação. “É difícil governar os nossos Municípios sem saber se vamos acordar amanhã com o atual presidente da República ou outro, se a nossa arrecadação vai cair corretamente ou não, se o nosso FPM (Fundo de Participação dos Municípios) vai diminuir ou não vai, se a repatriação vai entrar corretamente ou não vai”, afirmou.

Na opinião de Eures, essa é a missão mais árdua que prefeitos já viveram em todos os tempos e que esse é o pior momento para ser prefeito na história do país. “A nossa responsabilidade se redobra, mas temos que acreditar”, concluiu.

Bom Jesus da Lapa faz plebiscito para decidir sobre festas juninas

Eures RibeiroA Prefeitura Municipal de Bom Jesus da Lapa convocou para uma audiência pública a população lapense, representantes da Câmara de Vereadores, das Secretarias Municipais, o poder público e a imprensa para discutir a instalação da comissão que ficará responsável pelo acompanhamento e produção do plebiscito, onde o povo vai decidir se quer a realização da festa de São Pedro ou se o dinheiro será investido na zona rural. “Acreditamos que esta é uma medida democrática. A população é que deve decidir como o dinheiro deve ser aplicado”, disse o prefeito Eures Ribeiro.

Com a definição da Comissão, nesta segunda-feira (03), às 18h irá ser colocado em votação para a decisória de acontecer os festejos ou a aplicação dos investimentos na zona rural.

Eures Ribeiro se elege presidente da UPB

UPBJá passava das 18h quando o novo presidente eleito da União dos Municípios da Bahia (UPB), Eures Ribeiro, prefeito de Bom Jesus da Lapa, aclamado pelo público presente, fez um breve e caloroso discurso no auditório da instituição nesta quarta-feira, dia 25. “Parabenizo ao companheiro Luciano pelo grau de competitividade. Foi uma campanha enxuta com propostas. Agradeço a todos. Meu papel e o do grupo, unificar a entidade com mais força. A UPB tem que estar acima de nós para enfrentar o momento de crise financeira. Parabéns a Maria Quitéria, uma grande presidente e queremos que ela continue a fortalecer o municipalismo baiano. Que o Bom Jesus da Lapa e o Senhor do Bonfim fortaleça a todos”.

Prometendo lutar pela defesa dos municípios, o novo presidente foi eleito com 206 votos contra 139 do adversário Luciano Pinheiro, prefeito de Euclides da Cunha. A chapa encabeçada por Eures, tem como candidato a primeiro vice-presidente da instituição Giuliano de Andrade Martinelli, prefeito de Jaguaquara; Antônio Carvalho da Silva Neto, prefeito de Araci (vice-presidente administrativo); Rogério dos Santos Costa, prefeito de Santo Estevão (1º secretário); Marcus Paulo Alcântara Bonfim, prefeito de Juazeiro (2º secretário); Marcos Aurélio dos Santos Cardoso, prefeito de Santana (1º tesoureiro); e José Henrique Silva Tigre, prefeito de Belo Campo (2º tesoureiro).

A eleição, além de acirrada, mostrou a força e a beleza da democracia, levando as urnas 345 votantes, sendo 41 aptos que não votaram. Eures Ribeiro tem três bandeiras principais. A primeira é a derrubada do veto do presidente Michel Temer (PMDB) à emenda que garante aos municípios os repasses referentes ao ISS sobre operações de cartões de crédito e débito. “A segunda diz respeito à Coelba, que cobra a taxa de iluminação, que vai para uma conta dela, mas é um imposto municipal. Essa taxa deve ir para o município, que faz o pagamento a ela depois”, explica.

Por fim, Ribeiro quer debater uma nova forma de regulação para a saúde no estado. “As pessoas morrem nas filas de regulação, em especial nos municípios de pequeno e médio porte. É preciso se pensar numa nova regulação. Mas temos também 97 pautas no Congresso e vamos lutar por elas”.

Ele vai conduzir a entidade em 2017, ano em que a grande maioria dos gestores públicos destacam ser difícil para a municipalidade, em virtude principalmente da queda de arrecadação e de receita nos cofres das prefeituras. Em meio a esse cenário, Eures não apenas terá que administrar “sua casa” (Bom Jesus da Lapa), mas, juntamente com a diretoria da entidade, buscar dar apoio aos 416 prefeitos da Bahia.

Câmara Municipal de Feira de Santana - Lado a Lado


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia