WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Mobilidade - CoronaVírus X Transporte SECOM - AÇÕES FEIRA

:: ‘Bahia’

Governo anuncia ampliação do processamento de testagens para a Covid-19 na Bahia

Governador Rui Costa

Governador Rui Costa – Foto: Paula Fróes/GOVBA

Durante transmissão do Papo Correria, na noite desta terça-feira (7), o governador Rui Costa revelou preocupação com a interiorização dos casos de Covid-19 no estado. Um dos fatores apontados pelo chefe do executivo baiano para a propagação da doença foi o deslocamento da população baiana para cidades do interior no período de festejos juninos, embora a comemoração tenha sido antecipada pelo Governo do Estado.

Como estratégia para conter o avanço do novo coronavírus, o governador revelou que o estado irá aumentar o número de testes realizados diariamente. “Hoje conversei com o secretário de saúde [Fábio Vilas-Boas] e iremos trabalhar com o número máximo de testes e devemos processar 3 mil testes de RT-PCR todos os dias. A Bahia inclusive é o segundo estado no país em número de realização desse tipo de teste que é o mais seguro para detecção da doença. Já fizemos mais de 100 mil testes na Bahia e vamos seguir ampliando a testagem”, afirmou Rui Costa. :: LEIA MAIS »

“Sempre critiquei o PT, mas o Governo do Estado está fazendo sua parte”, diz deputado ao criticar Prefeitura de Feira

Deputado estadual Targino Machado (DEM)

Deputado estadual Targino Machado (DEM) – Foto: Reprodução/Redes Sociais

O deputado estadual Targino Machado (DEM) usou suas redes sociais para criticar a gestão do prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho (MDB).

“Caros amigos e amigas, vocês sabiam que Feira de Santana tem o pior percentual de cobertura de atenção básica de saúde de todo o interior da Bahia? Além disso, é o único munícipio brasileiro, com mais de 600 mil habitantes, que não possui, se quer, um Hospital Geral Municipal. Uma vergonha nacional! Se o prefeito fizesse a sua parte não estaríamos vivendo o colapso da rede de saúde como estamos. Sempre critiquei o PT, mas o Governo do Estado está fazendo a sua parte, e nos próximos dias será inaugurado o Clériston 2, o que será um alívio para toda a população. Mas, e a prefeitura, o que tem feito para evitar o caos na saúde do município?”, questiona Targino Machado.

COES recomenda internação precoce de pacientes com coronavírus

COES recomenda internação precoce de pacientes com coronavírus

Foto: Divulgação / Sesab

O Centro de Operações de Emergência em Saúde da Bahia (COES) recomendou, nesta segunda-feira (6), que os pacientes suspeitos ou confirmados de coronavírus (Covid-19) sejam internados mais precocemente. A medida, assinada pelo secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, visa prevenir o agravamento de quadros clínicos, especialmente em relação aos casos com comorbidades associadas.

De acordo com o secretário, pessoas consideradas de risco elevado para evolução desfavorável estão sendo internadas tardiamente, terminando por ir direto para UTI . “Desse modo, justificam-se cuidados e observações mais criteriosas com diabéticos, hipertensos, portadores de doenças cardíacas, pulmonares ou renais, além de obesos, gestantes e maiores de 60 anos”, afirma Vilas-Boas. Ainda de acordo com o secretário, para esses pacientes serão disponibilizados, inicialmente, mais de 350 leitos clínicos, entre as gestões estadual e municipal.

A Nota Técnica 71 está disponível no site www.saude.ba.gov.br/coronavirus e visa orientar, sobretudo, os médicos da rede pública de saúde. Consideram-se casos suspeitos de Covid-19, pessoas que apresentem quaisquer destes sintomas: febre; tosse; coriza; dor de garganta; dispneia; perda de olfato ou paladar; diarréia, associada à dor abdominal e/ou sintomas respiratórios; e conjuntivite.

Havendo quaisquer alterações clínicas, laboratoriais ou descompensação clínica da doença de base (comorbidade), recomenda-se a internação hospitalar para uma monitorização e acompanhamento.

Parâmetros para avaliação clínica e laboratorial  :: LEIA MAIS »

Após reunião com prefeitos, Governo do Estado decreta toque de recolher na RMS

Após reunião com prefeitos, Governo do Estado decreta toque de recolher na RMS

Foto: Divulgação / PMC

Como desdobramento da reunião que ocorreu nesta quinta-feira (2/7), realizada pelo prefeito Elinaldo Araújo, com os demais gestores da Região Metropolitana de Salvador (RMS), e o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, nesta sexta-feira (3/7), o governador da Bahia, Rui Costa, se reuniu, de maneira virtual, com os prefeitos das cidades que compõem a região. No encontro ele ouviu demandas dos representantes dos municípios e traçou estratégias com o propósito de combater, de forma conjunta, à disseminação da Covid-19.

Na ocasião, ficou estabelecido pelo governador que será implantado a partir das 18h deste sábado (4/7) até as 5h do dia 13 de julho, o toque de recolher em todas as cidades da Região Metropolitana, devendo os estabelecimentos essenciais funcionar até as 17h. Mais detalhes da decisão constarão no decreto a ser publicado amanhã, no Diário Oficial do Estado (DOE).

O chefe do Executivo de Camaçari aproveitou para solicitar ao governador a construção de um protocolo geral da RMS para a reabertura do comércio, levando em consideração as observações feitas pelos gestores das cidades. “A minha sugestão é que o Governo do Estado crie um documento baseado em critérios técnicos e na ciência, especificando as condições e orientações para cada município, de acordo com a situação epidemiológica. Além disso, apresentando informações sobre o crescimento diário dos casos. Nós estamos vivendo um momento delicado e a minha preocupação é preservar vidas”, salientou o gestor.

Durante o encontro, o governador Rui Costa fez uma explanação sobre o cenário da pandemia a nível nacional e mundial, o quantitativo de leitos com ou sem oxigenação, e também sobre o monitoramento das pessoas contaminadas pelo coronavírus. “Para a gente diminuir o número de mortes, nós vamos ter que adotar algumas medidas. Queremos intensificar junto aos prefeitos a ampliação das unidades de enfermaria de acolhimento nos municípios”, salientou. :: LEIA MAIS »

Deputado sugere pagamento de cachê emergencial aos músicos baianos

Deputado estadual Niltinho

Deputado estadual Niltinho (PP) – Foto: Divulgação

O deputado estadual Niltinho sugeriu ao governador Rui Costa o pagamento de cachê emergencial mensal no valor de R$ 600, pelo período inicial de 90 dias, aos músicos da Bahia durante o período de restrição a aglomerações e contatos em virtude da pandemia causada pelo coronavírus.

Ao justificar a medida, Niltinho destacou a importância do pagamento de um cachê em caráter emergencial aos músicos para que possam prover seus sustentos e de suas famílias. O deputado lembrou que,  por causa da pandemia, o governo decretou estado de calamidade, aprovado por unanimidade pela ALBA.

“Os músicos são uma das categorias mais afetadas pelos efeitos econômicos do coronavírus e devem ser um dos últimos a retornar suas atividades de forma plena, segundo pesquisas de especialistas da área de saúde”, pontuou ele. :: LEIA MAIS »

Bahia é o segundo estado que mais investe em bolsas de pesquisa científica

Entre os anos de 2018 e 2019, a Bahia se consagrou como o segundo estado que mais concede bolsas para pesquisadores científicos com recursos próprios. A Fundação de Amparo à Pesquisa da Bahia (Fapesb), vinculada à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), disputa a primeira posição no ranking nacional. Em 2018, foi a fundação que mais concedeu bolsas de estudo, já em 2019, ocupa o segundo lugar, atrás apenas da Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (Fapesp). Somente no ano passado, 2302 estudantes foram contemplados, segundo dados recentes divulgados pelo Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap).

A lista se refere aos benefícios concedidos aos estudantes dos cursos de mestrado e doutorado que atuam no Brasil ou no exterior. O diretor da Fapesb, Márcio Costa, celebra os resultados que posicionam a Bahia em liderança nacional. “No total de 2018, foram 2282 bolsas concedidas. Foi o maior número de estudantes contemplados por uma FAP naquele ano. Por isso, temos muito orgulho de dar continuidade a este trabalho na Fapesb sempre com o objetivo de promover a ciência, apoiando nossos pesquisadores com o retorno em forma de benefícios à sociedade”, declarou.

De acordo com a secretária da Secti, Adélia Pinheiro, esses números demonstram o esforço do Governo do Estado em incentivar a pesquisa em toda a Bahia. “Cada pesquisa dessa que foi financiada pode ser a solução para diversos desafios que enfrentamos na sociedade. A Bahia possui um leque incrível de pesquisadores talentosos que precisam do nosso apoio para desenvolverem projetos que auxiliam na qualidade de vida da nossa população”, destacou, relembrando que foram pesquisadores baianos, com apoio da Fapesb, que primeiro identificaram o Zyka Vírus, além de ”sermos precursores em diversas áreas do conhecimento”. :: LEIA MAIS »

Estão abertas as inscrições para Festival Mugunzá de Música da Bahia

Festival Mugunzá de Música da Bahia

Foto: Divulgação / Ascom

Estão abertas as inscrições para o I Festival Mugunzá de Música da Bahia, que acontece na plataforma online durante os próximos dias e tem como objetivo a seleção de intérpretes com composições musicais inéditas, residentes na Bahia.

Para se inscrever é necessário enviar um vídeo cantando uma composição que seja inédita, de qualquer gênero musical, além de preencher a ficha de inscrição. A intenção é que possamos nos divertir e nos emocionar descobrindo canções autorais, conhecendo artistas baianos, e estimulando o cenário musical. Por isso, é fundamental que a primeira edição do Festival Mugunzá seja online, aproximando público e artistas diversos, expandido os acessos e também os afetos, neste período de pandemia.

Após a seleção dos trinta intérpretes, o público conectado é quem decide quem vai continuar na disputa, serão quatro etapas e a revelação do vencedor do Festival no dia 13 de setembro. O prêmio é a gravação de um EP; a gravação de um videoclipe; e um contrato de gerenciamento da carreira. :: LEIA MAIS »

SJDHDS e MPT elaboram documento para garantir direitos de trabalhadores com deficiência na pandemia

SJDHDS e MPT elaboram documento para garantir direitos de trabalhadores com deficiência na pandemia

Foto: Michele Brito / Ascom-SJDHDS

A Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) elaboraram, com apoio da Superintendência Regional do Trabalho (SRT) e das organizações que compõem a Câmara Temática de Promoção da Igualdade da Pessoa com Deficiência da Agenda Bahia do Trabalho Decente, a Recomendação 87.803/2020 para garantir os direitos dos trabalhadores com deficiência em meio à pandemia do novo coronavírus.

Além de alertar as empresas para necessidade do cumprimento da Lei de Cotas (nº 8.213/91), o documento também aponta uma série de cuidados que devem ser tomados para evitar o contágio e a exposição desnecessária desses trabalhadores à Covid-19.

“Estamos sempre na perspectiva de fazer com que as pessoas com deficiência continuem trabalhando, já que isso ainda é uma grande luta para que aproximadamente 11 mil delas estejam ocupando, hoje, postos de trabalho nessas empresas. Não podemos permitir que essas pessoas sejam mandadas embora por uma questão de falta de compreensão e conhecimento”, destacou Alexandre Baroni, superintendente dos Direitos das Pessoas com Deficiência da SJDHDS. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia