WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


Feira de Santana-IPTU

:: ‘aluguel social’

Aluguel Social tem valor reajustado pela Prefeitura

Prefeitura de Feira de Santana foto Jorge Magalhaes

Prefeitura de Feira de Santana

O valor do Aluguel Social, programa da Prefeitura de Feira de Santana, através da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedeso) e do Conselho de Assistência Social, aumentou em 2019. O novo valor será de R$ 350,00. O reajuste foi publicado na edição de terça-feira, 15, do Diário Oficial. O benefício tem caráter excepcional, transitório, não contributivo, concedido em pecúnia e destinado para pagamento de aluguel de imóvel de terceiros a famílias em situação habitacional de emergência e de baixa renda, que não possuam outro imóvel no município. Tem prioridade para receber o benefício família em situação de extrema pobreza, com crianças, idosos, pessoas com necessidades especiais, gestante, nutriz e os casos de calamidade pública.

A decisão do reajuste foi definida em reunião ordinária do conselho no dia 13 de dezembro e atende, além das políticas de assistência social, o acompanhamento dos valores de mercado que são redefinidos a cada ano.

Famílias que ocupavam moradias improvisadas são contempladas com aluguel social

Famílias que ocupavam moradias improvisadasAs quatro famílias em situação de vulnerabilidade social e que ocupavam moradias improvisadas nas imediações do Centro Social Urbano, no bairro Cidade Nova, as margens da BR-116 Norte, foram contempladas com o benefício “Aluguel Social” na tarde desta sexta-feira, 22. Um caminhão foi disponibilizado para levar os pertences para as novas moradias.

A ação foi coordenada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, em parceria com as secretarias de Serviços Públicos (Sesp) e Prevenção a Violência (Seprev). Três famílias foram contempladas com o Aluguel Social, enquanto a outra foi encaminhada para sua residência, no município de Irará.

Eles estavam no local há 45 dias. Desde que a Sedeso constatou a situação, iniciou o trabalho de acompanhamento. Cerca de 20 pessoas, entre crianças e adultos, viviam em barracas de madeira e lona, sem nenhuma condição de infraestrutura e higiene.

“Estas famílias viviam há algum tempo no local, sendo que duas delas vieram de outras cidades, mas trabalhamos para encontrar a melhor solução para todas”, explicou o secretário de Desenvolvimento Social, Ildes Ferreira. Em breve elas poderão ser beneficiadas com programas sociais como o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida.

 

 

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia