WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


Feira de Santana-IPTU





Dia do Jornalista

Stage LightsJornalista por amor, vocação e ideologia. Essa sou eu. Karoliny Dias.

Quem fortalece a democracia merece reconhecimento e valorização

Neste 7 de abril homenageamos os profissionais que são os principais responsáveis pela apuração dos fatos e livre circulação de informações de interesse público, base essencial da democracia. E mais do que isso, exortam a categoria a cerrar fileiras em ampla mobilização para que a Câmara dos Deputados aprove a Proposta de Emenda Constitucional 206/2012, a PEC do Diploma, fundamental para a valorização e dignificação de nossa profissão.

O intento patronal em explorar trabalhadores, precarizar relações de trabalho e controlar desregradamente o acesso à profissão de Jornalista, a produção e difusão de informações e a propriedade dos meios de comunicação teve apoio na decisão proferida pelo STF em 2009, que retirou da regulamentação profissional a exigência de formação superior específica para o exercício do Jornalismo.

A decisão atropelou o disposto constitucional que assegura o exercício de qualquer profissão, desde que atendidas as qualificações estabelecidas em lei. Também produziu o absurdo de, a pretexto de garantir a liberdade de expressão, permitir que qualquer pessoa, sem qualquer preparo, possa requerer no Ministério do Trabalho o registro profissional de jornalista.

A insurgência dos jornalistas brasileiros, com o protagonismo de sua Federação Nacional e dos 31 Sindicatos da categoria, o apoio de diversas entidades da área e da sociedade brasileira, encontrou rápida guarida no Congresso Nacional. Parlamentares apresentaram propostas para corrigir o equívoco da instância máxima do Judiciário e reafirmar o direito da categoria ter sua regulamentação e a exigência do diploma de curso superior de Jornalismo como regra de acesso qualificado à profissão, não permitindo que isso se confunda com cerceamento à liberdade de expressão.

Passados longos 3 anos de debates, o Senado da República aprovou em 2012, por ampla maioria, a Proposta de Emenda Constitucional 33/09, agora convertida para PEC 206/2012 em sua tramitação na Câmara dos Deputados. Hoje, os jornalistas brasileiros solicitam dos deputados federais a imediata aprovação desta PEC, cientes de que, mais do que atender à reivindicação de uma categoria profissional, nosso parlamento está atendendo ao clamor da sociedade brasileira pelo direito à informação qualificada, democrática e ética.

No Dia do Jornalista, a categoria reafirma sua postura histórica de defesa da liberdade de expressão, seu papel de informar à sociedade, buscando a diversidade e a pluralidade de opiniões, e seu compromisso com o aprofundamento do processo democrático no Brasil.
Brasília, 7 de abril de 2015.

FENAJ

Tô sentindo falta…

OposiçãoA Câmara de Vereadores de Feira de Santana anda tão sem graça… Tô sentindo falta da oposição de outrora. Falta da língua afiada, falta das respostas instantâneas, falta dos embates políticos homéricos. Sentindo falta das sessões movimentadas, falta da correria e de não saber para onde ir de tantas informações. Tô sentindo falta…

(Eis aqui uma crítica construtiva e espero que entendam como tal)

Denúncias contra direção do HGCA são finalmente respondidas

Foto: Ilustração

Hospital Geral Clériston Andrade (Foto: Ilustração)

Ontem e hoje reinaram nos discursos da Câmara de Feira de Santana o tema Pitangueira e Clériston Andrade. No sábado (4), o Jornal Folha do Estado denunciou que “os gestores do Hospital Geral Clériston Andrade, José Carlos Pitangueira e Alexandre Silva Dumas estão sendo investigados pelo Ministério Público. O motivo do inquérito civil é uma suspeita de irregularidades na execução do Mutirão de Cirurgia de Varizes, realizado em Feira de Santana entre o período de setembro de 2013 e maio de 2014. Na ocasião foram comprados cerca de R$15 milhões em materiais cirúrgicos, negociações sem a apresentação de contratos, além de gastos com remunerações e utilização de materiais especiais acima do preço estabelecido em tabela”.

Os governistas, entre eles os que já constantemente vinham fazendo denúncias sobre o não atendimento por parte do Hospital aos feirenses, aproveitaram e meteram a língua. Críticas de todas as formas foram direcionadas aos diretores do HGCA. Inclusive ao comportamento de Pitangueira, que muitos chamaram de arrogante.

Hoje, finalmente e depois de um dia, veio à defesa. O oposicionista Beldes Ramos (PT) negou todas as denúncias, ressaltando inclusive que ela teria sido feita de forma anônima, e que, todos os questionamentos feitos pelo Ministério Público, teriam sido respondidos pela direção do Hospital. O vereador disse que o promotor afirmou claramente que não existe, ao menos até o dia 6 de abril, nenhum processo aberto contra Pitangueira ou Dumas. Diferente, segundo Beldes, da secretária de Saúde Denise Mascarenhas, que tem um processo aberto por improbidade administrativa, e o prefeito José Ronaldo, que tem outro aberto por estelionato. O líder do governo José Carneiro (PSL), é claro, negou.

E essa pendenga continua… Anotem aí!

Eduardo Cunha: Beijaços são um favor e aumentam minha votação

Eduardo Cunha disse à BBC Brasil que protestos ajudam sua 'votação do outro lado'

Eduardo Cunha disse à BBC Brasil que protestos ajudam sua ‘votação do outro lado’

O presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), disse que protestos e “beijaços” realizados contra ele por movimentos de defesa dos direitos de gays, lésbicas, bissexuais e transgêneros o beneficiam e são “um favor”.

“Imagina se 20 pessoas gritando ou me agredindo vão mudar minha posição. Isso justamente só me faz crescer, porque à medida que eles fazem isso, eles só aumentam o meu conceito e a minha votação do outro lado (conservador)”, disse Cunha em entrevista à BBC Brasil no último sábado, em evento na favela de Rio das Pedras, Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio.

Um dia antes, cerca de 50 manifestantes haviam recebido Cunha com beijaços e gritos de “homofóbico” e “machista” na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp). Na última segunda-feira, o deputado também foi alvo do mesmo tipo de protesto durante um evento na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre.

“O que eles estão fazendo para mim é um favor. Eu adoro quando sai uma manchete dessa, de dois caras se beijando, é ótimo para mim. Se eles soubessem como isso me faz bem, não fariam. Espero que eles continuem fazendo isso em todos os lugares por onde eu passar, e que vocês da mídia fotografem e publiquem.”

Fonte: BBC

Deputados aprovam reajuste de verba em 18%

Assembléia Legislativa do Estado da Bahia

Assembléia Legislativa do Estado da Bahia

Demorou pouco mais de uma hora e meia para a Assembleia Legislativa da Bahia aprovar, na tarde de ontem, o aumento de 18% na verba de gabinete dos 63 deputados eleitos ano passado. Com a aprovação, o recurso passa de R$ 78 mil mensais para R$ 92 mil, o que representa um gasto adicional de aproximadamente R$ 11 milhões ao ano.

O reajuste, aprovado com 54 votos a favor e 1 contra, ocorre em meio à crise que o Estado tem passado, e logo após o governador anunciar uma queda na arrecadação nos três primeiros meses de 2015.  O único embate assistido pelos parlamentares durante a votação ocorreu entre o presidente da Assembleia, Marcelo Nilo (PDT), e a deputada Luiza Maia (PT), única que deu voto contrário à aprovação do reajuste, e, anteriormente, chegou a pedir questão de ordem, “atrasando” a votação. Houve registro de ausências, na Casa, dos deputados Paulo Rangel (PT), Neusa Cadore (PT) e Ângela Souza (PSD).  Licenciado, Leur Lomanto (PMDB) também não esteve presente.

Fonte: Tribuna da Bahia

Profissionais do SAMU vão a Câmara mais uma vez denunciar Maísa Macedo

Funcionários do SAMU vão a Câmara protestar contra coordenadora do órgão Maísa Macedo. (Foto: Danillo Freitas)

Funcionários do SAMU vão a Câmara protestar contra coordenadora do órgão Maísa Macedo. (Foto: Danillo Freitas)

E o esperado acabou acontecendo. Após discursos de apoio dos vereadores no dia de ontem a coordenadora afastada do SAMU, Maísa Macedo, os funcionários do órgão foram à Casa da Cidadania. O enfermeiro Edklécio Mendonça, presidente do sindicato da categoria na cidade, saiu em defesa do técnico de enfermagem Diego Cerqueira Vidal que alega ter sido agredido por Maísa mesmo após tendo sido suspenso pela mesma.

Um questionamento de Edklécio foi bastante pertinente: se Maísa já havia suspendido o rapaz pela sua suposta subordinação, se ela é a chefe do SAMU, por que ir atrás do rapaz que se encaminhava ao conforto masculino do local para tirar o seu macacão e deixar as dependências do órgão? Edklecio alegou que se Diego tivesse cometido mais alguma insubordinação Maísa teria os meios legais e administrativos para puni-lo.

Ele ainda ressaltou o fato de que no ano passado a categoria teria feito reclamações do que ele chama de abusos cometidos por ela e que as ações tomadas não surtiram efeito. “Não queremos que Maísa seja afastada temporariamente, mas definitivamente do cargo”, afirmou. Agora é esperar pelo resultado da sindicância instaurado pelo poder público municipal.

Só 12% veem governo Dilma bom ou ótimo; no mesmo período, Lula tinha 49%, e FHC, 22%

dilma e lula

Apenas 12% aprovam o governo Dilma; Lula tinha 49%

O governo da presidente Dilma Rousseff apresentou o pior índice de popularidade para o primeiro trimestre de um segundo mandato se comparado com o mesmo período dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Fernando Henrique Cardoso (PSDB). Pesquisa Ibope divulgada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) nesta quarta-feira (1º) aponta que apenas 12% dos entrevistados consideram seu governo “ótimo” ou “bom”. Lula tinha 49%, e FHC, 22%.

A pesquisa divulgada hoje foi realizada entre os dias 21 e 25 de março com 2.002 pessoas em 142 municípios do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Dilma tinha 40% de aprovação no levantamento anterior, feito em dezembro de 2014. Essa queda em sua popularidade foi registrada dias após centenas de milhares de pessoas protestarem na ruas em todo o país. O governo também está desgastado com os escândalos de corrupção da Petrobras, a piora nos índices econômicos do país e as negociações para um ajuste fiscal.

“Esse número baixo pode estar sendo inflacionado pelas manifestações”, afirmou o gerente-executivo da Unidade de Pesquisa e Competitividade da CNI, Renato da Fonseca. “Não me surpreenderia se os índices positivos apresentassem uma melhora na próxima pesquisa de junho.”

Fonte: UOL

Gerusa pede criação de Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres

Meus parabéns a vereadora Gerusa Sampaio (Pros) que sempre faz discursos importantes e necessários na defesa dos direitos da mulher. Hoje, Gerusa pediu que aqui em Feira de Santana fosse criado uma Secretaria voltada para a mulher: a Secretaria Municipal de Políticas para Mulheres. A vereadora fez isso através de uma indicação encaminhada para o poder público municipal, leia-se as Secretarias de Secretarias de Planejamento e de Gestão e Convênios. O pedido é baseado nos artigos 35 e 39 da Lei Federal nº 11.340/2006, mais conhecida como A Lei Maria da Penha.

O objetivo da vereadora é ajudar as mulheres feirenses em situação de risco, principalmente aquelas que sofrem com a violência doméstica e que, corajosas, buscam ajuda do poder público e denunciam seus agressores.

Ela ainda voltou a criticar o fato de a Delegacia de Atendimento a Mulher (DEAM) estar fechada aos finais de semana e aos feriados e, para piorar, também na Micareta de Feira de Santana, o que deixa a mulher sem saber a quem recorrer caso esteja necessitando.

Licitação do Transporte Público será suspensa

O vereador Alberto Nery (PT) anunciou na manhã desta terça-feira (31) que a licitação do transporte público realizada pela Prefeitura Municipal de Feira de Santana será suspensa por ordem judicial. A informação foi dada logo após a explanação do Secretário Municipal de Transporte e Trânsito, Ebenezer Tuy, que esteve na Câmara de Vereadores para atender requerimentos aprovados pela Casa.

Nery, que também é presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Feira de Santana, apresentou diversos questionamentos ao secretário, mas não obteve respostas satisfatórias. “Como não conseguimos esclarecer as nossas dúvidas e as da população nesta oportunidade, também defendo a realização de uma nova audiência pública para tratar sobre o tema”.

Mais cedo, o petista já havia cobrado lisura na licitação da concessão do transporte público realizada no início do mês. “Nós defendemos aqui a licitação do transporte, desde que ela seja transparente e seja capaz de selecionar empresas que realmente tenham condições de operar o sistema, oferecendo um serviço de qualidade e cumprindo com as obrigações trabalhistas de seus colaboradores”, cobrou.

BRT

Ainda durante a sessão, o líder da oposição na Casa falou sobre o posicionamento do Secretário de Planejamento Carlos Brito, exposto em nota publicada em um veículo de comunicação da cidade, criticando as opiniões contrárias ao BRT. “Se para o secretário discutir os problemas da cidade, é implicância, nós só podemos lamentar. O BRT é o transporte dos sonhos de Feira de Santana e precisamos discuti-lo para que ele efetivamente melhore a vida da população da cidade. Se posicionar contrário ao que está sendo proposto não é ser implicante. Estou fazendo a defesa da minha cidade”, afirmou.

Ascom

CCJ da Câmara aprova proposta que reduz maioridade penal

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou nesta terça-feira (31) a admissibilidade da proposta de emenda à Constituição (PEC) que reduz a maioridade penal no Brasil de 18 para 16 anos. Trata-se do primeiro passo para o andamento da proposta na Casa, pelo qual os deputados avaliam que o texto está de acordo com a própria Constituição.

O placar da votação na CCJ foi de 42 deputados favoráveis à PEC e 17 contrários.

O texto permite que jovens com idade acima de 16 anos que cometerem crimes possam ser condenados a cumprir pena numa prisão comum. Hoje, qualquer menor de 18 anos que comete algum crime é submetido, no máximo, a internação em estabelecimento educacional.

Para avançar, a proposta agora precisa passar pela análise de uma comissão especial de deputados, que analisam o mérito (conteúdo) da PEC. Essa fase deve durar 40 sessões, que leva aproximadamente dois meses.

Se aprovada na comissão, a proposta vai ao plenário, onde são exigidos 308 votos, do total de 513 deputados, para aprovação, em duas votações. Depois, a proposta precisa passar pela CCJ do Senado e mais duas votações no plenário, onde são exigidos 49 votos entre os 81 senadores.

Fonte: G1

Edvaldo Lima diz que “licitação é jogo de cartas marcadas”

DSC_0090

Vereador Edvaldo Lima (Foto: Franklin Doria)

E o vereador Edvaldo Lima (PP), na cara e na coragem, disse que essa licitação que está acontecendo para a escolha das empresas que serão as donas da concessão do transporte coletivo urbano de Feira de Santana pelos próximos 20 anos é simplesmente um “jogo de cartas marcadas”. E mais, “as cartas já estão na mesa”. Ou seja, segundo o vereador o governo já sabe quem serão as empresas escolhidas. Edvaldo contou com o apoio do seu colega de oposição Alberto Nery (PT) que afirmou claramente que não rebateria as afirmações do colega e previu que o processo licitatório não seria concluído. Mas isso é assunto para um outro post…

Tuy é pressionado e não responde a todos os questionamentos

Não por coincidência hoje esteve na Casa da Cidadania o secretário de Transportes e Trânsito Ebenezer Tuy que foi bombardeado com perguntas de todos os tipos vindas dos vereadores. Da como se encontra ônibus do sistema até sobre como a SMTT está lidando com a fiscalização dos ligeirinhos, Tuy foi pressionado a responder os questionamentos. O secretário se mostrou as vezes visivelmente constrangido com a situação em que se encontrava. Tudo por que que demorou a se ater aos questionamentos dos vereadores que o levaram a estar na Câmara. E ele realmente não conseguiu responder a tudo.

Não satisfeito, o vereador David Neto (PTN), um dos que fez questionamentos sobre alguns desmandos que ele disse acontecer na Secretaria, prometeu que faria um requerimento para que uma audiência pública seja realizada não somente com a presença de Tuy, mas do Ministério Público Estadual e Federal. Mais tiroteio vem por aí.

Confusão envolvendo coordenadora do SAMU repercute na Câmara

Maísa Macedo: confusão repercute na Câmara de Vereadores

Maísa Macedo: confusão é tema de discursos na Câmara de Vereadores

E um dos assuntos do dia hoje na Câmara de Feira de Santana foi à coordenadora do SAMU Maísa Macedo. Vários vereadores discursaram sobre a confusão que envolve a Maísa e um técnico de enfermagem que a acusa de agressão. Ela ganhou apoio de muitos vereadores governistas que alegaram que os funcionários estavam descontentes por causa do bom trabalho que a profissional vem realizando no órgão. Maísa está à frente do SAMU há 11 anos. Mas houve também quem aproveitasse a situação para praticamente confirmar que esses desmandos realmente acontecem por parte de Maísa. A vereadora Eremita Mota (PP) afirmou que agressão não era somente a física, mas a moral e que um sobrinho seu já havia passado por essa situação com a coordenadora. “Como ela é mulher pedi a ele que se afastasse”, completou.

Vamos contar a historinha…

Tudo começou quando o técnico de enfermagem do SAMU de Feira de Santana Diego Cerqueira Vidal acusou Maísa Macedo de agredi-lo fisicamente. Diego foi ao Complexo Policial da cidade prestar queixa contra a coordenadora e fazer exame de corpo de delito, já que estaria com os braços arranhados suspostamente por Maísa. Ela também prestou queixa contra o técnico de enfermagem. O desentendimento teria acontecido por que a coordenadora pediu que ele fosse pegar medicamentos que ele já havia entregue ao almoxarifado e ele se recusou, sendo chamado de irresponsável e antiético.

Resultado?

Ambos foram afastados de suas funções. Uma sindicância foi instaurada para investigar o acontecimento. Não é de hoje que funcionários do SAMU reclamam de assédio moral vindos da coordenadora com ameaças inclusive de paralisações caso ela continuasse no cargo.

Papel da Câmara

O presidente Ronny (PSDB) não se fez de rogado e pediu que a Comissão de Saúde da Casa da Cidadania entrasse em ação no assunto. Ronny pediu que uma visita fosse feita ao órgão e que uma investigação fosse feita pelos membros da mesma, que é presidida pela vereadora Neinha (PMN). Neinha prontamente atendeu ao pedido do presidente, mas que ela só entregaria o relatório final após o resultado da sindicância. Não se sabe por que, já que teoricamente Legislativo e Executivo são poderes independentes.

Câmara de Feira suspende sessão por morte de Hugo Navarro

Após algum tempo imaginando qual seria o melhor dia para começar a escrever em meu blog, finalmente resolvi que seria hoje. E em meu primeiro dia não trago boas notícias. Não ao menos para a minha cidade que fica mais pobre com a perda de um grande homem. Importante não somente para a cidade, como também para a minha profissão. Desde quando ainda cursava Jornalismo ouvia seu nome ecoava pelo pátio da faculdade.

Morreu ontem (29), aos 85 anos, o ex-vereador, ex-deputado, jornalista e advogado Hugo Navarro Silva. O corpo está sendo velado na capela do Hospital Dom Pedro de Alcântara e será enterrado às 15 horas no Cemitério Piedade. A sessão desta segunda-feira (31) foi suspensa pelo presidente Ronny (PSDB) em sinal de luto a morte desse grande homem que teve relevante importância para a Casa da Cidadania

E concluo com a fala de um outro importante homem de nossa cidade: Adilson Simas. “Sem Hugão, a Feira ficou menor”.

Olá, mundo! Olá, pessoas!

mulher-politicaEsta é minha primeira publicação. A partir de agora vocês me verão fazendo aqui o que eu sei fazer de melhor no jornalismo: falar sobre política. E sob a minha ótima, a feminina. Avante!!!

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia