WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia







A saga da UPA da Queimadinha

Foto: Jorge Magalhães

Foto: Jorge Magalhães

Advinha quantos pedreiros tem trabalhando nas obras da UPA do bairro da Queimadinha? Um doce para quem responder. Tic tac, tic tac, tic tac…

Segundo o vereador Beldes Ramos (PT) apenas um. Agora imaginem quando termina essa obra. Ou melhor, nem imaginem…

Vereador critica aumento da luz e gasolina, mas esquece que votou em aumento de impostos

O vereador Marcos Lima (PRP) fez duras críticas aos governos estadual e federal pelos sucessivos aumentos de taxas que vem acontecendo, citando a gasolina e a conta de luz. O que Marcos esqueceu é que ele mesmo aprovou, como membro da bancada, os projetos de autoria do governo municipal que aumentaram impostos e taxas como IPTU, TLL, TIP e TFF. Mas o vereador Beldes Ramos (PT) não deixou passar em branco. Pediu ao colega coerência nas cobranças. “Da mesma forma que o senhor reclama dos aumentos dados pelo Estado e União, reclame também do que é dado pelo Município”, disse. Marcos é vice-líder do governo.

Presidente promete comissão permanente na Câmara para discutir Micareta

Presidente da Câmara de Feira de Santana, o vereador Ronny (PSDB)

Presidente da Câmara de Feira de Santana, o vereador Ronny (PSDB)

O presidente da Câmara de Feira de Santana, o vereador Ronny (PDB), garantiu que os interesses que estão por trás da Micareta de Feira de Santana acabaria ao chegar na Casa. Ronny prometeu que faria uma comissão permanente para discutir a festa na Câmara. Em seu discurso na tribuna, Ronny citou vários erros que para ele vem acontecendo ao longo dos anos na festa como, por exemplo, data, local e horário e prometeu que a discussão acontecerá não somente com os vereadores, como também com o governo municipal, os empresários e a população feirense.

 

Ato falho do vereador e vice-líder do governo Marcos Lima

Vereador Marcos Lima (PRP)

Vereador Marcos Lima (PRP)

Mesmo sem confirmar sua presença através do placar eletrônico, o vereador Marcos Lima (PRP) chegou a pedir tempo no pequeno expediente. E quase falou, não fosse o vereador Roque Pereira (PTN) que estava presidindo a sessão. Marcos registrou a presença e quando voltava à tribuna para falar, o vereador Edvaldo Lima (PP) lembrou que Marcos não teria o direito de falar pelo regimento interno da Casa. E quase não falou. Foi preciso o colega Correia Zezito (PTB) passar o seu tempo para que Marcos falasse. Para Marcos, isso demonstra a intolerância do vereador Edvaldo que tenta atacar os colegas de todas as formas. Marcos falou sobre Edvaldo em seu discurso afirmando que a fala do colega é de perseguição ao prefeito José Ronaldo.

Edvaldo reclamou de perseguição aos evangélicos à ação da Superintendência Municipal de Trânsito em multar veículos que estavam nas proximidades da Assembleia de Deus que fica na esquina das Ruas Vasco Filho e Honorato Bonfim.

Emec emite nota informando que Anchieta Nery está vivo

O Hospital Emec divulgou na tarde de hoje (28) uma nota à imprensa informando o real estado de saúde do ex-secretário de Comunicação, Anchieta Nery, que não teria falecido como foi informado nesta segunda-feira (27). Confira a nota:

nota emec

Fonte: Diário da Feira

Vereador pede doação de órgãos para indivíduo fuzilado

doação de orgaosPronto, indivíduo fuzilado agora tem que doar órgãos. Ao menos na visão do vereador David Neto (PTN). Ele falava sobre o brasileiro Rodrigo Gularte, executado nesta terça-feira (28) na Indonésia. Rodrigo foi condenado por tráfico de drogas e teve seu pedido de clemência rejeitado.

Vamos ver o que é necessário para que uma pessoa doe órgãos. Primeiro, querer ser doador. As demais são:

  • Ter identificação e registro hospitalar;
  • Ter a causa do coma estabelecida e conhecida;
  • Não apresentar hipotermia, hipotensão arterial ou estar sob efeitos de drogas depressoras do Sistema Nervoso Central;
  • Passar por dois exames neurológicos que avaliem o estado do tronco cerebral. Esses exames devem ser realizados por dois médicos não participantes das equipes de captação e de transplante;
  • Submeter-se a exame complementar que demonstre morte encefálica, caracterizada pela ausência de fluxo sangüíneo em quantidade necessária no cérebro, além de inatividade elétrica e metabólica cerebral;
  • Estar comprovada a morte encefálica. Situação bem diferente do coma, quando as células do cérebro estão vivas, respirando e se alimentando, mesmo que com dificuldade ou um pouco debilitadas. Observação: Após diagnosticada a morte encefálica, o médico do paciente, da Unidade de Terapia Intensiva ou da equipe de captação de órgãos deve informar de forma clara e objetiva que a pessoa está morta e que, nesta situação, os órgãos podem ser doados para transplante.

Ou seja, um indivíduo morto por fuzillamento não doa órgãos. Doar órgãos é legal, deve sim ser uma ação inerente ao ser humano, mas da forma certa. Sem mais.

Vereadores chamam policiamento da Micareta de “pouco ajuda” e “obrigação”

Foto: Valdenir Lima

Foto: Valdenir Lima

Os vereadores governistas tem criticado duramente a ajuda do governo do estado na realização da Micareta de Feira de Santana. Ok, não fazem nada mais do que o seu papel na discussão política. É obrigação do governo do estado ceder o policiamento como disse o vereador José Carneiro (PSL). Sim, concordo que seja. Mas chamar de pouca ajuda como o vereador Roque Pereira (PTN) chamou aí também já é demais. Foram 11 mil homens nas ruas fazendo a segurança dos que estavam na festa. Houve momentos em que havia mais policiais do que foliões. E negar isso é negar o óbvio. E como disse a vereadora Eremita Mota (PDT): sejamos mais coerentes.

Jornalismo feirense em luto: morre Anchieta Nery

Anchieta Nery

Anchieta Nery

Morreu ontem (27) o jornalista e ex-secretário de Comunicação Social do Município Manuel Anchieta Nery de Souza, no Hospital Emec, em virtude de um Acidente Vascular Cerebral, ocorrido na última terça-feira (21). Anchieta também passou pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, fez carreira no jornalismo tendo exercido o cargo de editor-chefe do antigo Feira Hoje, além de ter sido professor da Universidade Estadual de Feira de Santana.

Não tive o prazer da convivência ou de trabalhar com ele, mas enquanto fazia faculdade de Jornalismo na UNEF, lembro-me que assisti uma palestra sua. Se não me engano no primeiro semestre e a convite da professora Antoniela Devanier. Agora imaginem o que é para uma jovem de seus 23 anos ver a prática do jornalismo em sua frente. E sonhar em um dia viver tudo aquilo que ele vivia. Foi uma experiência fantástica! E me perguntaram: “Conseguiu entender alguma coisa que ele falou?” Eu ri e respondi: “Não sou boba nem nada, sentei bem ao lado dele. Entendi tudo!”

E em um mundo tão carente de bons profissionais, éticos e morais, perder Anchieta Nery acreditem, é perder muito.



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia