WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Vozes da Terra Gospel 2018

:: ‘Notícias Política’

São Gonçalo dos Campos recebe mais um ônibus escolar

São Gonçalo dos Campos recebe mais um ônibus escolar

Foto: Divulgação

Objetivando garantir melhorias para o deslocamento dos alunos da zona rural, nessa terça-feira (30), a Prefeitura Municipal de São Gonçalo dos Campos, através do Programa Caminho da Escola, recebeu mais um ônibus escolar. O Programa Caminho da Escola foi criado em 2007 com o objetivo de renovar a frota de veículos escolares, garantir segurança e qualidade ao transporte dos estudantes e contribuir para a redução da evasão escolar, ampliando, por meio do transporte diário, o acesso e a permanência na escola dos estudantes matriculados na educação básica da zona rural das redes estaduais e municipais.

Em São Gonçalo dos Campos, este é o quarto ônibus que chega durante o semestre. Para o prefeito Carlos Germano, a conquista é resultado das parcerias feitas nas viagens à Brasília. “Além da saúde, a educação é uma das prioridades da gestão Novos Tempos. Apesar das crises e dificuldades enfrentadas pelo país, tenho me empenhado para trazer benefícios a minha cidade e a chegada de mais um ônibus é a prova disso”, relatou o prefeito.

Deputado critica demissão de funcionários: “ALBA está quebrada”

Deputado Targino Machado

Deputado Targino Machado (DEM)

A Assembleia Legislativa da Bahia, a partir do próximo dia 1º de novembro, adotará o  regime de “turnão” para os funcionários do local. Essa medida vai gerar a demissão de 70 funcionários dos dois restaurantes da Casa, administrados pela empresa Alimenta, segundo denunciou o deputado estadual Targino Machado (DEM) nesta tarde de terça-feira (30) em discurso no plenário da ALBA. O parlamentar fez duras críticas ao fato e à gestão da Casa, que está com um rombo de mais de cinquenta milhões. “A Assembleia Legislativa da Bahia está quebrada. O rombo é de mais de cinquenta milhões de reais. Lamentável o que uma gestão equivocada pode provocar. O ambiente nesta Casa é de consternação e dor, de forma especial nos restaurantes. A empresa contratada para fazer funcionar os dois restaurantes da ALBA, a Alimenta, já foi comunicada que os locais não continuarão funcionando a partir do dia 1° de novembro até o final de janeiro, por contenção de despesas. Com esta decisão da Mesa Diretora da Assembleia, setenta funcionários estão a chorar as demissões, justo neste período de fim de ano, que se aproxima das festas natalinas e réveillon”.

O deputado relembrou que o orçamento da Casa é de seiscentos milhões e que neste mês de outubro já não há mais recursos na ALBA. “Este fato é vergonhoso, mas é vergonhoso para quem tem honra. Quem não tem honra, não tem vergonha. O orçamento desta Casa é de seiscentos milhões por ano. Já gastaram o dinheiro todo do ano e estamos ainda ano mês de outubro. As campanhas políticas fazem coisas que Deus duvida. Com esta dinheirama toda da Assembleia, se elege até poste. Cachorro faz xixi em poste e isso estamos habituados a ver, mas com essa dinheirama toda da ALBA consegue-se até o impossível: poste fazer xixi em cachorro. Foi o que aconteceu nestas eleições com o ralo por onde passou o dinheiro da Assembleia”.

Targino ainda completou criticando: ‘O que não é justo é um fazer a farra e outros serem obrigados a pagar a conta’. “Quando a farra é grande, a ressaca é proporcional. O que não é justo é um fazer a farra e outros serem obrigados a pagar a conta. Quem tomou seu Blue Label, que pague. Quem comeu seu caviar, que pague. Quem fez suas campanhas milionárias, que suporte o peso das contas. Não atire as contas nas costas dos outros. Essa é a Casa do povo. Fiz campanha com recursos próprios e assim tem que ser”.

Vereador reclama de situação da policlínica do Feira X e transferências para o Incardio

Vereador Isaías de Diogo

Vereador Isaías de Diogo (PSC)

O vereador Isaías de Diogo (PSC) reclamou da policlínica do conjunto Feira X. Segundo o vereador, apenas três salas da unidade possuem climatização. Isaías disse ainda que uma maca que deveria ser colocada em outro local, um pedido feito pelo prefeito Colbert Martins, não foi. “Nós estivemos lá mês passado e o senhor da gerente da unidade que relocasse a maca para que o paciente não caísse. A sua voz não ecoou porque a funcionaria que disse que ia mudar não mudou. Está do mesmo jeito. Está na hora prefeito da sua voz ecoar dentro das Secretarias”, afirmou.

Incardio

Isaías quer saber ainda o que está acontecendo com as transferências para o Incardio. Segundo o edil, as pessoas estão infartando e não conseguem ir para o local por causa de uma briga entre o DEM e o PT. “Existe uma briga de gestão e o povo está morrendo dentro das policlínicas e UPA’s. peço a comissão de Saúde da Casa para saber quantas pessoas foram transferidas para o Incardio que tem atendimento pelo SUS”, pediu.

Zé Filé pede que cooperados da Prefeitura de Feira de Santana recebam 13º salário

Vereador Zé Filé

Vereador Zé Filé (PROS)

O vereador Zé Filé (PROS) reivindicou o pagamento do 13º salário aos cooperados que prestam serviço à Prefeitura Municipal de Feira de Santana. O edil defendeu a igualdade de direitos no funcionalismo público no município, com a garantia de férias e demais benefícios para os trabalhadores contratados por meio das cooperativas. “Peço ao prefeito que pague o 13º dos cooperados, eles têm o mesmo direito dos funcionários que prestam serviço à prefeitura e recebem tudo aquilo que é assegurado ao trabalhador. Vocês acham isso justo? Está chegando o fim do ano, todos receberão salário a mais, só os cooperados não receberão”, reclamou, pedindo apoio aos colegas vereadores para reforçar a sua reivindicação através de indicações ao Executivo.

Filé ressaltou que o Município dispõe de recursos para arcar com as despesas. “Feira de Santana tem dinheiro para tudo, menos para pagar o salário dos cooperados. Do jeito que o prefeito faz, o povo não tem condições de comprar nada no fim de ano. Prefeito, mude esse governo. Vereadores, ajudem esse povo que necessita de uma renda que venha dar condições de comprar um chinelo para o filho. O salário do dia a dia não permite que comprem nada”, protestou.

Apenas 2% das prestações de contas relativas ao 1º turno foram entregues à Justiça Eleitoral

Apenas 2% das prestações de contas relativas ao 1º turno foram entregues à Justiça Eleitoral

Foto: Reprodução

Termina no próximo dia 6 de novembro o prazo para partidos políticos e candidatos apresentarem à Justiça Eleitoral a prestação de contas final referente ao primeiro turno das Eleições Gerais 2018. Até o momento, das mais de 28 mil aguardadas, somente 716 prestações foram protocoladas, ou seja, cerca de 2% do total. Na tentativa de minimizar os efeitos de uma possível entrega acumulada no último dia do prazo, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) realizou uma videoconferência, nesta terça-feira (30), com os Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), para alertar sobre a necessidade de reforço das equipes envolvidas no recebimento das informações.

O assessor-chefe da Assessoria de Prestação de Contas e Exames Partidários do TSE, Eron Pessoa, afirmou que a preocupação do Tribunal ocorre em razão do volume dos documentos que integram o processo de prestação de contas. Com a obrigatoriedade do uso do Processo Judicial Eletrônico (PJE) para todas as classes processuais eleitorais, todos os documentos comprobatórios da prestação de contas precisam ser digitalizados e inseridos no Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE). Depois, os partidos terão de entregar os documentos em mídias, presencialmente, nos TREs e no TSE. Ainda de acordo com Eron Pessoa, o mais adequado seria que os partidos e candidatos antecipassem a entrega e não deixassem para o último dia do prazo. “O melhor seria que os partidos utilizassem o período de amanhã até o prazo final para a entrega das contas, evitando-se, assim, a entrega das prestações no último dia do prazo. Isso para evitar as filas, atrasos e sobrecarga do sistema da Justiça Eleitoral”, ponderou. :: LEIA MAIS »

Ex-prefeito de Pé de Serra terá que devolver R$ 155 mil aos cofres públicos

Ex-prefeito de Pé de Serra terá que devolver R$ 155 mil aos cofres públicos

Foto: Divulgação

Em sessão ordinária desta terça-feira (30), a Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE/BA) desaprovou a prestação de contas do convênio 183/2004 (Processo TCE001551/2010), além de imputar débito de R$ 155.500,00 ao ex-prefeito do município de Pé de Serra, José Carneiro Rios, quantia que deverá ser ressarcida aos cofres públicos após atualização monetária e aplicação de juros de mora. O convênio, firmado entre a Prefeitura de Pé de Serra e a Secretaria de Combate à Pobreza e às Desigualdades Sociais (Secomp), visou a realização do Projeto “Kit Moradia” e a desaprovação, proposta pelo relator do processo, conselheiro Marcus Vinicius de Barros Presídio, e aprovada por unanimidade, teve como causas a inobservância do dever de prestar contas e o não cumprimento do objeto pactuado.

Na mesma sessão, os conselheiros da Primeira Câmara ainda decidiram, também por unanimidade, pela aprovação com ressalvas das prestações de contas dos convênios 047/2006 (Processo TCE/004878/2008), firmado pela Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) com a Prefeitura de Santa Terezinha, e do 035/2012 (Processo TCE/000142/2018), firmado pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) com a Prefeitura de Terra Nova.

Prefeito de Feira busca emendas parlamentares em Brasília

Colbert Martins Filho

Foto: Jorge Magalhães

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho (MDB), se encontra  em Brasília, desde o final de tarde de ontem. Ele viajou a capital federal para defender emendas parlamentares em benefício do município de Feira de Santana. Esta semana vence o prazo para apresentação e definição das emendas ao Orçamento da União de 2019. Também fará visita a ministérios para tratar da liberação de recursos previstos para esta cidade e que se encontram com pendências em órgãos do governo. Colbert retorna à cidade nesta quarta-feira (31).

Vereador diz: “Bolsonaro não é Deus”

vereador Isaías de Diogo

Vereador Isaías de Diogo (PSC)

O vereador Isaías de Diogo (PSC) comemorou a vitória de Jair Bolsonaro, eleito novo presidente da República e desejou sabedoria para o novo presidente do país. Mas alertou que ele não é Deus. “Estou muito feliz. O meu candidato alcançou a vitória. Mas, faço uma ressalva: devemos depositar toda a nossa esperança em Deus e não no homem, pois este pode falhar. Fico triste em ver muitas pessoas endeusando o candidato. Bolsonaro não é Deus. O momento não é para festejar. O momento é de ajoelhar e pedir ao Senhor que dê sabedoria ao novo presidente para governar a nação de forma justa. Não sejamos ingênuos a ponto de dizer que Bolsonaro não fará alianças políticas. É impossível um governante governar sozinho. Sejamos adultos e coerentes”, pediu.

Pedido de vista adia votação do parecer sobre regulamentação do Uber

Pedido de vista adia votação do parecer sobre regulamentação do Uber

Foto: Antonio Queirós

Em função do pedido de vista do vereador Luiz Carlos Suíca (PT), a votação do parecer da vereadora Lorena Brandão (PSC) ao PL nº 258/18, do Executivo, que regulamenta o serviço de transporte por aplicativo em Salvador, foi adiado pela Comissão de Constituição e Justiça para segunda-feira (5), às 14h. Em reunião conjunta da CCJ com as comissões de Finanças e Orçamento e Transporte, na tarde desta segunda-feira (29), foi lido o relatório com as emendas acatadas, e o voto em separado da vereadora Aladilce Souza (PCdoB). Segundo o presidente da CCJ, vereador Paulo Magalhães (PV), a intenção é aprovar no dia 5 o parecer nas três comissões, porque no dia 7 o projeto passa a sobrestar a pauta da Ordem do Dia. Lorena Brandão chamou atenção para o esforço feito pelos vereadores para que a regulamentação dos motoristas por aplicativo contemple também a equidade de direitos com os taxistas. Como exemplo citou o tempo de uso dos veículos que passa de cinco anos, conforme proposto no texto original, para oito anos nos dois sistemas.

Idade

O vereador Maurício Trindade (DEM), autor de indicação sugerindo ao Executivo que enviasse a proposta ao Legislativo, fez um apelo no sentido de que a “idade dos veículos passe para 10 anos, pelo menos no início, para abranger 105 pais de família que estão nesta faixa e não podem ficar sem o meio de sustento”. Outra emenda que atende à reivindicação do Serviço de Transporte Individual Privado (STIP) é a de não limitar o número de motoristas cadastrados. Participaram da reunião conjunta, ainda, os vereadores Tiago Correia (PSDB), presidente da Comissão de Finanças e Orçamento; Hélio Ferreira (PCdoB), presidente da Comissão de Transporte, Trânsito e Serviços Municipais; Alexandre Aleluia (DEM), Alfredo Mangueira (MDB), Geraldo Júnior (SD), Sílvio Humberto (PSB), Moisés Rocha (PT), Henrique Carballal (PV) e a vereadora Marta Rodrigues (PT).

“Não acredito em um projeto que faz apologia à violência”, diz Alberto Nery

Vereador Alberto Nery

Vereador Alberto Nery (PT)

Ao desejar ao presidente eleito Jair Bolsonaro um bom governo, o vereador Alberto Nery (PT) criticou o modelo de gestão pregado pelo futuro líder da nação, revelou decepção com os grandes medalhões das igrejas do país e desaprovou as propostas de redução da maioridade penal e mudanças no Estatuto do Desarmamento. “Não acredito em um projeto que faz apologia à violência. O novo presidente vai reunir sua equipe para mudar o Estatuto do Desarmamento e reduzir a maioridade penal. Mas, para isso, precisamos mudar a desigualdade social do país, dar oportunidade para esses jovens estudar e trabalhar. Punir um adolescente não é a solução”, refletiu.

Pastor Tom garante ser um deputado independente na Assembleia Legislativa da Bahia

Vereador Tom

Pastor Tom (PATRI)

O vereador e deputado eleito, Pastor Tom (Patriota), agradeceu aos colegas que o ajudaram na campanha eleitoral e garantiu que chegará à Assembléia Legislativa da Bahia na posição de deputado independente. O edil tratou também sobre seus encontros com o governador Rui Costa e garante que entra na Assembleia na posição de deputado independente e revelou que no segundo turno votou em Bolsonaro para Presidente. “Só quero reafirmar que ontem meu voto foi 17. Tomamos uma surra em Feira e na Bahia. Mesmo Bolsonaro sendo vitorioso, foi uma surra. É preciso rever a oposição na Bahia, que está muito fragilizada”, pontuou Tom.

“Quero agora falar da minha visita ao governador Rui Costa. Fui convidado por ele algumas vezes e fui, mas em nenhum momento aderi ao grupo dele. Chego à Assembleia independente. Ouvi o depoimento de Geilson, que foi para a base do Governo, e isso foi bom para mim. Não estou desesperado, estou pedindo muita tranquilidade a Deus para tomar a decisão correta”, afirmou.

Restaurante popular encerra as atividades

Restaurante Popular de Itabuna unidade centro

Foto: Lucas França

As atividades do Restaurante Popular de Itabuna serão encerradas nesta quarta-feira (31). O fechamento da unidade se dá com base no decreto 13.093/2018, de 17 de outubro de 2018, no qual a Prefeitura de Itabuna rescindiu o contrato administrativo com a empresa Pupo Restaurante e Cozinha Industrial LTDA, que gerenciava a unidade.

De acordo com o decreto, o município considera que as atuais dificuldades financeiras e orçamentarias têm comprometido o pagamento e manutenção dos contratos já celebrados pelo município. Dessa forma, para que não haja comprometimento dos pagamentos dos salários dos servidores, e/ou a interrupção dos serviços públicos considerados essenciais, tais como saúde, educação, limpeza urbana e assistência social, o município tomou a medida de contenção de despesas, encerrando as atividades do restaurante.

“Ele chegou lá por um acidente de percurso”, diz Targino sobre Colbert Martins

Deputado Targino Machado

Deputado Targino Machado (DEM)

O deputado estadual Targino Machado (DEM) em uma entrevista ao programa Jornal do Meio Dia da rádio Princesa FM, falou sobre o atual prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho (MDB). Questionado sobre se, como médico, concordava com a decisão do prefeito de querer sair do Consórcio que administra a Policlínica Regional de Feira de Santana, Targino afirmou que cada político tem um estilo de agir. E, na opinião de Targino, Colbert não tem nenhuma experiência, nunca participou de uma administração municipal, nunca foi um operário da política em Feira de Santana. “Eu tive que lutar para fazer meu nome, minha historia e cheguei onde estou fazendo meu próprio caminho. Se o nome de Colbert fosse Manuel ele não teria chegado a lugar nenhum. Ele foi trazido onde está pelo seu nome que é uma legenda viva que tinha muitos seguidores. Embora no momento muitas viúvas de Colbert pai já morreram, assim como as de José Falcão e João Durval. A fila vai andando e os mais jovens não conhecem o velho Colbert. Mas ele está estabelecendo uma nova forma nova de fazer política: sem conversar. Ele não conversa. E não chegou ao poder pelo voto porque ninguém votou nele. Votou em José Ronaldo. Ele chegou por um acidente de percurso que eu sei bem como foi porque foi gestado em minha casa”, disparou.  Targino disse que Feira de Santana está perdendo o protagonismo do equipamento.

Falta atendimento ao povo

Targino ainda fez graves reclamações sobre Colbert. Segundo ele, o prefeito não atende mais ninguém. “Tenha paciência com o povo. Atenda as pessoas. Os vereadores levavam até 30 pessoas e você proibiu de levar as pessoas para você atender”, lamentou. O deputado disse ainda que espera que o prefeito mude e lhe mandou um recado. “Colbert, toma juízo. Você precisar conversar e interagir com a sociedade. Pare com essa coisa de não querer atender gente. O principal investimento de um político é nas relações e você está desconstruindo as relações. Está todo mundo zangado com você. Só quem não lhe diz isso são os puxa-sacos que estão aí atrás de um empreguinho, de uma boquinha e de uma migalha que cai da sua mesa”.

Vereador cobra da Prefeitura de Jequié reforma de quatro escolas da zona rural

Vereador Soldado Gilvan

Vereador Soldado Gilvan (PPS)

O vereador Soldado Gilvan (PPS) teve aprovado Requerimento (185/2018) de sua autoria em que a adoção das providências necessárias para a reforma das seguintes escolas nas zonas Rurais: Escola José Batista Neves – Campo Largo, Escola Edivaldo Machado – Emiliano, Escola Eufrásio Santana – Emiliano e a Escola Maria na Atividade – Água Vermelha. Segundo Soldado Gilvan, há muito tempo que as comunidades anseiam por reforma nas referidas escolas.

Soldado Gilvan aponta a existência da necessidade de se preservar a estrutura da instituição de ensino, bem como promover melhor qualidade e oferecer para os estudantes mais conforto, haja vista que as escolas encontram-se danificadas por fatores climáticos e por utilização de longos anos sem reforma, comprometendo o bem-estar dos alunos e professores. “Considera-se que essa reivindicação partiu dos próprios moradores que se preocupam com a estrutura física desse equipamento de educação”, destaca o Requerimento.

Obras da Arena Aquática de Salvador estão 90% concluídas

Obras da Arena Aquática de Salvador estão 90% concluídas

Foto: Reprodução

As obras da Arena Aquática de Salvador, que está sendo erguida na Praça Wilson Lins, na Pituba, avançam a todo o vapor e chegam a 90% de conclusão. As intervenções foram alvo de vistoria realizada nesta sexta-feira (26) pelo prefeito ACM Neto, acompanhado do vice, Bruno Reis, e demais gestores municipais, técnicos e responsáveis pelas obras. A previsão é de que tudo seja finalizado em 40 dias. Na ocasião, foram verificadas as ações de integração entre a Arena Aquática e a Praça Nossa Senhora da Luz, com a implantação do piso compartilhado que já passa, aos poucos, a fazer parte da realidade de quem trafega no local. Já instalada, a piscina olímpica deverá ser palco de testes técnicos nos próximos dias. Neste momento, está sendo feita a parte de edificação do entorno da piscina, com instalação de subestação, casa de bomba e finalização de sanitários, lanchonete e vestiários, dentre outros itens. O prefeito também solicitou a instalação de um parque infantil, quadra de futebol com gramado sintético e quadra de futevôlei na Arena Aquática. A intenção é aproveitar melhor o espaço, com a oferta de equipamentos mais atrativos aos cidadãos.

Projeto – Com 15 mil m² de área, a Arena Aquática de Salvador abrigará a piscina olímpica (25 metros x 50 metros). O equipamento foi usado no Estádio Aquático de Esportes Olímpicos, onde foram realizadas as disputas de medalhas da natação na Rio 2016. O investimento neste espaço é da ordem de R$ 6,2 milhões, incluindo intervenções na rede de drenagem, anfiteatro, arquibancada, vestiário, banheiros, academia de ginástica e deque de madeira, entre outras estruturas. Considerado acesso prioritário para a Arena Aquática, que comportará a piscina olímpica para ações de formação de atletas e disputas de natação, a ligação da Praça Nossa Senhora da Luz com a Wilson Lins é semelhante ao que foi realizado na orla do Rio Vermelho. No local, será feita a conexão entre a pista e a praça, formando um grande calçadão compartilhado e no mesmo nível, aliando pedestres e veículos num mesmo ambiente. A Arena Aquática vai contribuir significativamente para o fomento do esporte em Salvador, beneficiando 2,5 mil crianças e adolescentes por ano, graças a uma parceria firmada entre a Prefeitura e a Federação Baiana de Desportos Aquáticos (FBDA). A expectativa é que o complexo seja entregue no final de novembro.

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia