WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS - Transparência Combate Coronavírus SECOM - HGCA2

:: ‘Notícias Política de Feira de Santana’

Prefeito de Feira e governador definem estratégias sobre combate ao coronavírus

Colbert Martins Filho

Prefeito de Feira, Colbert Martins Filho – Foto: Renata Maia

O prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho (MDB), e o governador do Estado, Rui Costa (PT), conversaram nesta sexta-feira, 22, por duas vezes. Uma delas por telefone, no horário do almoço, outra já no final da tarde, através de videoconferência, para tratar de assuntos de interesse da população da maior cidade do interior da Bahia no que diz respeito a luta contra o coronavírus.  Na videoconferência, em que participaram outros prefeitos, discutiu-se a proposta do governador quanto a antecipação de feriados na próxima semana.

O prefeito feirense acolheu a sugestão, que considera estratégica neste momento de combate que os baianos travam diante da pandemia. Os feriados de 2 de julho e de São João serão antecipados para a próxima semana em Feira de Santana, Salvador, Itabuna, Ilhéus, Jequié, Lauro de Freitas, Candeias, Ipiaú e Camaçari. O feriadão será segunda (25), terça (26) e quarta-feira (27) – Feira antecipou o feriado da padroeira da cidade, Nossa Senhora Santana, que é comemorado em 26 de julho -, para garantir a redução da taxa de transmissão, assim como fez a prefeitura de São Paulo. Apenas serviços de saúde, emergências, farmácias, supermercados e agências de banco funcionarão.

No contato que mantiveram por telefone, Colbert solicitou a Rui Costa empréstimo de respiradores, para o município de Feira de Santana, caso não seja solucionado nos próximos dias, pelo fornecedor, o atraso na entrega dos equipamentos, já adquiridos pela Prefeitura. “O governador foi sensível, acenando positivamente em nos ajudar, caso necessário”, disse o prefeito. :: LEIA MAIS »

“O prefeito Colbert Martins é uma pessoa muito difícil de lidar”, dispara deputado

Deputado estadual Pastor Tom

Deputado estadual Pastor Tom – Foto: Anderson Dias/site Política In Rosa

O deputado estadual Pastor Tom (sem partido), questionado pelo site Política In Rosa se já tinha sentado com o prefeito Colbert Martins Filho para conversar sobre as ações que estão sendo desenvolvidas no município sobre o combate ao coronavírus. Tom foi enfático em sua resposta. “O prefeito Colbert Martins Filho é uma pessoa muito difícil de lidar. A gente tenta ligar, conversar e não consegue. É muito difícil falar com o prefeito. E se ele disser que é fácil, eu digo que é mentira. Porque tentei conversar várias vezes até pra ajudar ainda mais nesse momento que estamos passando”, declarou. Pastor Tom falou também sobre as ações tomadas pelo prefeito.

Fechamento do comércio

Tom disse ainda que não aceita algumas restrições e atitudes que ele tomou, mas quem está “com a caneta é ele”. “Ele faz o que deve fazer. Quero ver esse hospital de campanha se tornar realidade. Do tempo que falou em abrir esse hospital, então, estou vendo muita conversa e pouca ação”, cobrou.

Pastor Tom disse que é a favor do comércio aberto. “Quem está passando dificuldade é quem mora nos bairros periféricos. Quando tem essa parada no comércio, o empresário e pessoas concursadas o dinheiro está caindo todo mês. Já aquelas pessoas que precisam sobreviver todos os dias, não tem dinheiro. Sou contra o comércio fechado, mas que abra com restrição”.

José Carneiro diz que declaração de Isaías foi infeliz

Vereador José Carneiro Rocha

Vereador José Carneiro Rocha (MDB)

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, José Carneiro Rocha (MDB), falou ao site Política In Rosa sobre as declarações do vereador Isaías de Diogo de que alguns edis estão insatisfeitos com o líder do Governo, Marcos Lima (DEM). “Declaração infeliz. Essa é uma prerrogativa exclusivamente do prefeito Colbert Filho. Pode não está sendo bom para Isaías, mas está sendo útil para o prefeito. Então, eu acho que ele foi muito infeliz e tem que respeitar que essa decisão não é dele, nem minha nem de ninguém. É do Poder Executivo”, declarou.

Vereador diz que líder do Governo não tem ‘postura de líder’

Vereador Isaías de Diogo

Vereador Isaías de Diogo (MDB)

O vereador Isaías de Diogo (MDB), em entrevista ao site Política In Rosa, teceu várias críticas ao vereador e líder do Governo, Marcos Lima (DEM). Isaías afirmou que Marcos Lima deveria ter “postura de líder” e explicou o que seria. “Postura de liderança é trazer as pessoas para perto, fazer com que o Legislativo e o Executivo andem em harmonia. Quando temos um posicionamento de ser ‘mensageiro de recado’, acabamos tirando o espírito de liderança e querendo vestir uma outra farda: a farda dos Correios.”, disparou.

De acordo com Isaías, a indignação é por que eles querem um líder do Governo que assuma a responsabilidade. “Fizemos um discurso na tribuna e, logo após, peguei o líder ligando para o prefeito e relatando o que aconteceu aqui. Isso ele é rápido pra fazer, mas ele não tem postura para marcar uma audiência com a gente e o prefeito”, disse.

E continua reclamando. “Ele (o líder) tem que dar satisfação aos vereadores, chamar para participar das decisões junto com o prefeito, pois apoiamos e concordamos com as decisões que o gestor toma. Como vereador, temos obrigação de participar e não participamos em nada”, finalizou Isaías de Diogo.

Cobranças de vereadores

Na sessão desta quarta-feira (20), em aparte, os vereadores Cadmiel Pereira (DEM) e Ron do Povo (MDB) confirmaram a dificuldade dos edis despacharem com prefeito Colbert Martins e destacaram a importância do Poder Legislativo e dos vereadores para que haja uma boa administração de um município.

Já o vereador Zé Filé (PSD) relatou as “dificuldades de falar com o prefeito” e cobrou a marcação de reuniões para despachar suas indicações. Ele explicou que os vereadores são “agentes do povo” e, por esta razão, estão “mais próximos das pessoas”, escutando as suas demandas e reivindicações. Entretanto, o parlamentar afirmou que, nas últimas semanas, os edis encontraram “dificuldades” para marcar reuniões e despachar suas indicações. E lamentou: “é muito chato quando a gente chega em um bairro, faz a uma indicação e não tem a oportunidade de despachar diretamente com o prefeito”.

“Em off já me falaram que iriam me apertar para poder chegar no prefeito”, diz líder do Governo sobre insatisfações

Vereador Marcos Lima

Vereador Marcos Lima (DEM)

O vereador e líder do Governo, Marcos Lima (DEM), questionado pelo site Política In Rosa sobre as críticas do vereador Isaías de Diogo (MDB) com relação a sua postura na liderança do Governo. Lima declarou que Isaías quer tumultuar a situação e o governo do prefeito Colbert no Legislativo feirense. “Estamos vivendo um momento preocupante e não podemos ficar aqui fazendo politicagem. O prefeito não está podendo atender os vereadores nesse momento porque está dedicado no combate ao coronavírus”, disse. 

Marcos informou que muitas vezes o vereador, por ser período de campanha eleitoral, está querendo buscar melhorias próprias para eles. “Com relação a reunião que alguns vereadores fizeram, a insatisfação não é comigo. Estão tentando me atingir como líder do Governo para poder chegar até o prefeito. Em off já me falaram isso: ‘vou apertar você para poder chegar no prefeito’. Não tiveram coragem de ir direto ao prefeito e vieram através de mim”, declarou. 

Marcos disse ainda que já comunicou ao prefeito sobre as insatisfações. “Comuniquei na semana passada ao chefe de gabinete do prefeito que as audiências não estavam acontecendo e que os vereadores estavam reclamando. Inclusive estive na semana passada e ele não teve como me atender. Os vereadores tem que ter um pouco de paciência e entender que o momento agora é de realmente muita cautela e de dar um fôlego ao prefeito para ele trabalhar em prol do combate ao coronavírus ”.

Prefeito de Feira alerta que medidas restritivas foram tomadas para preservar vidas

Feira de Santana

Foto: Divulgação/PMFS

O prefeito Colbert Martins Filho alerta que as medidas restritivas para o enfrentamento da calamidade pública de saúde decorrente do coronavírus (Covid-19) no âmbito do município de Feira de Santana, foram adotadas em razão da necessidade de segurança da vida das pessoas. Com isso, baixou Decreto Municipal determinando o fechamento do comércio no período de 21 de maio até o próximo dia 1º de junho.

As novas medidas restritivas com relação ao funcionamento do comércio, indústria e serviços em Feira de Santana foram adotadas, conforme destacou o prefeito Colbert Martins Filho, em razão da grande quantidade de aumento do número de casos de coronavírus no último dia. “Subimos 25 casos em um dia só. Essa projeção já era esperada, mas a velocidade do crescimento da doença está nos preocupando”, justificou.

Outra razão extremamente importante apontada pelo prefeito para a adoção da medida restritiva de fechar novamente o comércio de Feira de Santana tem sido a lotação de hospitais. “Eu tenho repetido aqui várias vezes que se fossem necessárias ações restritivas eu tomaria e tomei porque a quantidade de leitos disponíveis em Feira de Santana ontem (dia 17) estava completamente ocupada, tanto os leitos de UTIS públicas quanto na rede privada, todos os leitos a quem ontem (dia 17) eu procurei estavam ocupados, com as doenças que as pessoas têm, e as pessoas acontecem ter todos os dias”, observou. :: LEIA MAIS »

PT baiano deveria servir para ‘recuperar’ petistas corruptos, diz deputado

Deputado federal Pastor Sargento Isidório

Deputado federal Pastor Sargento Isidório – Foto: Reprodução/Redes Sociais

O pré-candidato a prefeito de Salvador pelo Avante, deputado federal Pastor Sargento Isidório, afirmou nesta segunda-feira (18), durante uma live do portal bahia.ba, que o PT da Bahia deveria servir para recuperar os petistas que “perderam o caminho”. Segundo ele, na esfera estadual da sigla não há casos de políticos que se envolveram em coisa errada”.

“Tem que fazer o dever de casa e pedir perdão quem errou. Nós não temos casos de políticos no PT da Bahia que se envolveram em coisa errada. Então, o PT da Bahia poderia servir de centro de recuperação para os petistas que perderam o caminho. Todo partido hoje quer [o governador] Rui Costa. Eu fico imaginando: imagine o governador Rui Costa no Avante. Estendo meu tapete vermelho para ele, abro as portas do partido para o nosso governador”, disse o idealizador da Fundação Dr. Jesus, centro de recuperação que há 29 anos trata de dependentes químicos em Candeias.

Entusiasta da gestão Rui Costa, Isidório diz que, caso Rui Costa tope disputar a Presidência da República na eleição de 2022, o Brasil ganhará “um presente”. :: LEIA MAIS »

HGCA 2 pode ficar pronto dentro de um mês, afirma secretário de Saúde

Secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas

Secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas – Foto: Divulgação/Sesab

O secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, inspecionou neste domingo (17), as obras do Hospital Geral Clériston Andrade 2, em Feira de Santana, que terá 40 leitos de UTI dedicados ao coronavírus (Covid-19). “A previsão é que, dentro de um mês, a Bahia ganhe mais 40 novos leitos de UTI para enfrentamento ao Coronavírus, com uma das estruturas mais modernas do estado”, afirma Vilas-Boas.

De acordo com o titular da pasta estadual da Saúde, estão sendo investidos R$ 50 milhões entre obras e equipamentos. “A nova unidade possui 8.000 m², em três pavimentos. No andar térreo será instalado o setor de bioimagem, com dois tomógrafos e ressonância, bem como o maior Centro de Hemorragia Digestiva do interior do estado. O primeiro pavimento será destinado a 40 leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) e o segundo terá o segundo maior centro cirúrgico do estado, com 12 salas operatórias”, ressalta o secretário. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia