WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Agradecimento Micareta 2018.gif

:: ‘Notícias Política de Feira de Santana’

Veja quem é o vereador campeão de faltas em 2018

Interrogação

?

Em ano eleitoral, o vereador Tom (PEN), pré-candidato a deputado estadual, é um dos vereadores mais faltosos da Câmara Municipal de Feira de Santana nos trabalhos legislativos do ano de 2018. Em um levantamento feito pelo site Política In Rosa através de dados disponíveis da frequência dos vereadores na própria Câmara que compreende o período de 05/02 a 02/04, o vereador Tom faltou exatamente nove vezes sem dar nenhuma justificativa a Mesa Diretiva da Casa. Depois de Tom vem o vereador Isaías de Diogo (PSC), que também é pré-candidato declarado com quatro faltas. Depois de Isaías vem o vereador Alberto Nery (PT) com três faltas e aí a surpresa. A vereadora Cíntia Machado (PRB) que tem duas e ocupa quarto lugar em faltas. Vale destacar que estas são as faltas sem justificativas. Isso porque ainda nem começou a campanha eleitoral.

Projeto pode autorizar Município a ceder transporte escolar a estudante do MCMV

Vereador Marcos Lima

Vereador Marcos Lima (PRP)

O vereador Marcos Lima (PRP) é o autor de um projeto de lei que autoriza o Município que conceda transporte escolar para estudantes moradores de empreendimentos do Minha Casa, Minha Vida. “Este projeto é de interesse popular, de pessoas que precisam desse transporte. Ele é bem claro quando diz que o transporte tem que ser dado a estudantes que moram nesses empreendimentos que não tem escolas e creche em sua proximidade”, afirmou. O projeto recebeu parecer contrário da Comissão de Constituição, Justiça e Redação. Marcos disse que o parecer seria revisto pela comissão. Em sua opinião o projeto não é inconstitucional porque ele não obriga o Município a nada, apenas autoriza.

Inscrições para o concurso da Câmara vão até dia 9 de abril, alerta José Carneiro

Vereador José Carneiro

Vereador José Carneiro (PSDB)

Diferente do que foi publicado em alguns veículos de comunicação, o presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador José Carneiro (PSDB) destacou que as inscrições para o concurso da Casa vão até o dia 9 de abril. “Já são 16.495 pessoas cadastradas. Essa não é a quantidade de pessoas que pagaram o seu boleto. Fico feliz em ver essa quantidade de pessoas para fazer o concurso da Câmara”, afirmou.

Base Avançada da Guarda garante mais segurança ao Centro de Abastecimento

Base Avançada da Guarda Municipal de Feira de Santana

Base Avançada da Guarda Municipal de Feira de Santana

A instalação da segunda Base Avançada da Guarda Municipal de Feira de Santana já está garantindo mais segurança a comerciantes e consumidores que frequentam o Centro de Abastecimento. O equipamento foi entregue na manhã da última quinta-feira (29), e além da presença de guardas municipais também passa a contar com um moderno sistema de vídeo-monitoramento da Secretaria Municipal de Prevenção à Violência e Promoção dos Direitos Humanos (Seprev).

Na avaliação do vice-prefeito Colbert Martins da Silva Filho, a implantação do equipamento representa mais uma ação de segurança pública promovida pelo Governo Municipal. “A administração municipal está trazendo homens e mulheres para garantir a prevenção na área de segurança e repressão, se necessário for. E é muito importante dar mais segurança a quem trabalha”, frisou.

A Base Avançada vai contar com 18 câmeras de vídeo-monitoramento. “Fizemos a entrega da primeira Base instalada na praça Padre Ovídeo, num projeto piloto que funciona muito bem, e agora estamos implantando esta daqui. Sabemos das dificuldades na área de segurança pública e estamos em parceria com a Polícia Militar para garantir um espaço mais tranquilo”, afirmou.

Vereadores cobram conclusão das obras da Lagoa Grande

Cadmiel, Carlito, Bililiu e Lulinha

Cadmiel (PSC), Carlito do Peixe (DEM), João Bililiu (PPS) e Lulinha (DEM)

O vereador Cadmiel Pereira (PSC), em seu discurso na Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta quarta-feira (28), denunciou o descaso do Governo do Estado e cobrou a conclusão dos serviços de esgotamento sanitário dos bairros do entorno da Lagoa Grande. “Não poderia deixar de destacar a gravidade do problema sobre a obra da Lagoa Grande, denunciado pelo Folha do Estado. Feira de Santana não pode ter um tratamento tão vergonhoso, não podemos aceitar tanto descaso com a legislação ambiental. Já se passaram 11 anos e a Lagoa Grande continua sendo depósito de esgoto. A denúncia demonstra que a ordem de serviço dada em 2007 tinha previsão de término em 2014, então completará 4 anos de atraso sem conclusão e sem perspectiva”, resumiu.

O edil questionou, ainda, os valores já aplicados no projeto de revitalização da Lagoa. “O que será dos R$ 78 milhões investidos em nada. Isso é um desrespeito ao erário público. Não podemos aceitar essa situação. As ruas dos bairros vizinhos à Lagoa Grande estão com a pavimentação destruída, com esgoto correndo a céu aberto. Quem tem direito que responda: o que será feito para resolver essa situação?”.

Em aparte, o vereador Carlito do Peixe (DEM) afirmou que o Governo do Estado quis transferir para o Governo Municipal a responsabilidade sobre a realização da obra de esgotamento sanitário do local. “Queriam passar para ao Município uma responsabilidade que cabia exclusivamente ao Estado. Enganaram a população e não concluíram uma obra que é apenas de fachada”, afirmou.

vereador João Bililiu (PPS) parabenizou o colega Cadmiel Pereira (PSC) pelo discurso questionando o atraso na conclusão das obras da Lagoa Grande e agradeceu o apoio de mais um membro da Casa à luta em defesa dos moradores dos bairros vizinhos à lagoa que sofrem com os transtornos ocasionados pela falta de esgotamento sanitário na região. “Hoje ganhamos mais uma força nessa luta contra essa má administração do Governo do Estado, que vive de aparências, fantasias e gabolices. Precisamos nos unir em defesa dos moradores daqueles bairros Caseb, Rocinha, Ponto central, que ficam vizinhos à Lagoa Grande e estão sofrendo com o esgoto correndo a céu aberto e derramando os dejetos na lagoa”, afirmou.

Já o líder governista, Luiz Augusto de Jesus- Lulinha (DEM), na sessão desta quarta-feira (28), na Casa da Cidadania. “Deram início aos trabalhos há 11 anos e até hoje ainda não foram concluídos. O Governo do Estado está enganando o povo. Os moradores da Rocinha, que sofrem com o esgoto, estão sendo enganados. Aquela água está contaminada com o esgoto dos bairros adjacentes. O vereador João Bililiu (PPS) vem cobrando a conclusão da obra, a população sofrendo, as ruas esburacadas pelos serviços mal feitos de esgotamento”, reclamou.

Zé Neto rebate críticas sobre período de conclusão e andamento das obras da Lagoa Grande

Deputado Zé Neto

Deputado Zé Neto (PT)

O deputado estadual e líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Zé Neto (PT), rebateu as críticas de vereadores feirense a respeito das obras da Lagoa Grande. ‘’A obra da Lagoa Grande, realizada pelo Governo do Estado, é a maior intervenção urbana já feita em toda história de Feira de Santana. Em decorrência da sua proporção, ela carece de uma demanda de tempo muito acima do que se previu inicialmente. Inclusive, a previsão inicial é que fosse gasto um investimento total de R$ 68 milhões, e hoje, seguramente, já estão sendo gastos quase R$ 80 milhões, porque só nos últimos três anos, o Governo do Estado já aportou quase R$ 9 milhões a mais, para fazer intervenções que foram necessárias’’, disse.

Segundo Zé Neto, a ordem de serviço da obra foi dada no fim do ano de 2007 e ela foi dividida em etapas para serem cumpridas. A primeira delas, a parte social, foi iniciada em dezembro de 2008. Esta etapa durou em torno de quatro anos e, durante este período, foi construído um Conjunto Habitacional para cadastrar cada família. “Inicialmente, pensávamos em 690 famílias. Mas, ao final, foram 848, sendo que dessas, 626 foram para o Conjunto e as demais foram indenizadas”, esclarece o deputado estadual Zé Neto, líder do Governo na Assembleia Legislativa da Bahia.

De acordo com Neto, a segunda parte da intervenção na Lagoa Grande, prevista no cronograma, foi a ampliação do espelho d’água. Além disso, como explica Zé Neto, foram feitas outras intervenções que não estavam previstas no projeto inicial e não estavam na órbita do Estado como, por exemplo, a obra de drenagem de água de chuva, de minação e intervenções dos canais em 10 ruas do entorno, dentre elas ruas que sempre tiveram dificuldades grandes. Depois das últimas intervenções dos canais, Feira de Santana esteve inundada, mas no entorno da Lagoa não houve nenhum problema. “Essa é uma demanda do município, que ‘cruzou os braços’, mesmo sabendo que a obra possui algumas etapas. A primeira etapa ficou pronta, mas não foi fácil o Governo Municipal assumir com transporte, limpeza, postos de saúde e muito mais. E a segunda etapa foi tão quanto dificultosa, pois, mais uma vez, deixamos tudo pronto, com grama arrumada e com quiosque pronto. Só faltava a iluminação. Mas, o Município não recebeu, demorou de liberar a parte da Coelba para que pudéssemos avançar e, enfim, temos agora duas licitações feitas para serviços complementares da Lagoa, uma de assistência e manutenção, realizadas pela Empresa MJF; e outra com o objetivo de colocar grades e canais de drenagem dessas ruas, que é a Metro Engenharia, que realiza uma licitação da ordem de quase R$ 3,6 mi. Lá existem problemas de décadas, e nós estamos tentando resolver demandas que não são nossas”, disse. :: LEIA MAIS »

Marcos Lima quer impedir multa para quem passa sinal vermelho na madrugada

Vereador Marcos Lima

Vereador Marcos Lima (PRP)

O vereador Marcos Lima (PRP) é o autor do projeto de lei de número 008/18 que visa a não aplicação de multa para quem invade o sinal vermelho. Essa ação valeria apenas das 23 às 05 horas da manhã pelos radares municipais. O Projeto foi adiado de pauta na sessão desta quarta-feira (28) e deve retornar na semana que vem. Vale ressaltar que acidentes graves acontecem pela madrugada por invasão de sinal vermelho. Alguns com mortes. Seria, portanto, arriscado fazer uma liberação do tipo.

“Secretário pegou em minha mão como se estivesse pegando num pacote de fezes”, diz vereador

Vereador João Bililiu

Vereador João Bililiu (PPS)

O vereador João Bililiu (PPS) parabenizou o ótimo trabalho que ele disse que está sendo feito pelos prepostos da Secretaria de Servicos Públicos, mesmo o seu secretário Justiniano França tendo lhe olhado “torto”. “Quando preciso eu sei cobrar e sei elogiar também. Mesmo Justiniano tendo passado e pegado em minha mão como se estivesse pegando num pacote de fezes”, disparou. O vereador concluiu a sua fala pedindo ao secretário para continuar o seu bom trabalho em prol do comunidade porque esse é o seu trabalho.

Em menos de um mês Governo Municipal anuncia construção de três creches

Com capacidade para atender até 376 crianças nos turnos matutino e vespertino, ou 188 crianças em período integral, as obras da creche do Condomínio Vida Nova, bairro Sítio Matias, em Feira de Santana, foram iniciadas na manhã desta terça-feira (27), e serão concluídas dentro de um ano.

Este é o terceiro projeto arquitetônico de creche que a Secretaria Municipal de Educação dá início, no intervalo de vinte dias. Foram anunciadas, respectivamente, as unidade do bairro Asa Branca, no dia 17, e do  Aviário, no dia 21 de março.

O projeto, orçado em R$ 1,7 milhão, terá uma área construída de 1.500 metros quadrados. O equipamento está sendo tocado pela AVEC Engenharia, e será estruturado com um gradil frontal, um anfiteatro, área coberta para atividades recreativas, onze salas de aula, refeitório, cozinha, lavanderia, bloco administrativo, pátio coberto, playground, jardim/horta, castelo d´água, brinquedoteca e um solário.

Tourinho pede que quatro projetos de sua autoria sejam promulgados pela Câmara

vereador Roberto Tourinho

Vereador Roberto Tourinho (PV)

Segundo o vereador Roberto Tourinho (PV), quatro leis de sua autoria não foram sancionadas pelo prefeito José Ronaldo e nem promulgadas pela Câmara de Feira de Santana. A Lei Orgânica do Município disse que a Prefeitura Municipal tem o prazo de 15 dias úteis para vetar ou sancionar. Passado esse prazo a Câmara Municipal de Feira de Santana deve promulgar a lei. “Estou requerendo o cumprimento do Regimento Interno e que a Câmara promulgue as leis. O hábito do cachimbo não pode deixar a boca torta, solicito o cumprimento do Regimento e que as leis sejam promulgadas”, afirmou.

Edvaldo Lima vai acionar a Justiça em defesa dos cobradores de ônibus

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

Em pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira (27), na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Edvaldo Lima (PP) afirmou que irá acionar o Ministério Público e a Justiça do Trabalho em defesa dos cobradores do sistema de transporte coletivo da cidade que estão ameaçados de serem demitidos. De acordo com o edil, 530 cobradores perderão o emprego.

Destacando a importância da função do cobrador, Edvaldo reafirmou o apoio à luta da categoria. “Depois que me pronunciei nesta Casa, os empresários começaram a substituir profissionais por catracas eletrônicas. Não irei me calar enquanto pais e mães de família perdem empregos. Durante os 27 anos em que trabalhei como motorista sei que é o cobrador é essencial no veículo. É ele quem orienta o passageiro, ajuda os deficientes. Permitir que essas pessoas de bem fiquem desempregadas é inadmissível”, protestou.

“Podem até ficar com os holofotes, mas a lei é minha”, critica vereador

Vereador João Bililiu

Vereador João Bililiu (PPS)

O vereador João Bililiu (PPS), em seu pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, destacou a lei do Cadastro Municipal de Pessoas Desaparecidas que é de sua autoria. A lei foi sancionada pelo prefeito José Ronaldo na última sexta-feira (23). ‘’Esta lei tem uma equipe de suporte e um vereador de verdade. Vocês podem até ficar com os holofotes, mas a lei é minha”, disparou. Segundo Bililiu, enquanto alguns ficam com os holofotes, ele prefere ficar com o reconhecimento da população feirense.

Líder do Governo cobra solução para falta d’água na Matinha

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

O vereador e líder governista, Lulinha (DEM), em seu discurso na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, na manhã desta segunda-feira (26),  voltou a denunciar problemas no fornecimento de água enfrentados pelas comunidades do distrito da Matinha, Tiquaruçu, Jaíba e alguns bairros do município de Feira de Santana. Lulinha afirmou que a Embasa tem a obrigação de encaminhar carros-pipa para assegurar o fornecimento de água para a população.

“O distrito de Matinha continua sem água, mas os recibos continuam chegando para a população pagar. A Embasa, que é a responsável, deve tomar uma providência. Volto a dizer, o governo do Estado não gosta de Feira de Santana, o governo do estado tem descaso com o povo de Feira de Santana. O povo está sofrendo, morrendo de sede e o governo do estado não toma nenhuma providência”, reclamou.

Instituto que realiza concursos públicos é contratada para atuar no trânsito de Feira de Santana

Processo licitatório

Um processo licitatório ocorrido em Feira de Santana, cidade localizada a cerca de 100km de Salvador, chamou a atenção pelo que foi registrado em ata no que diz respeito às atividades que serão realizadas pela empresa vencedora. Isso porque, o Instituto de Estudos e Pesquisas e Desenvolvimento Municipal (IEPDM), que é de Feira e especialista em realizar concursos públicos, principalmente na Bahia, participou do certame e foi o vencedor do processo. De acordo com a ata à qual o BNews teve acesso, o instituto será responsável pela remoção, leilão, guarda e liberação dos veículos apreendidos no município. O IEPDM estará ligado à Superintendência Municipal de Trânsito de Feira de Santana. A ata foi registrada no dia 5 de outubro de 2017.

A reportagem procurou a prefeitura de Feira de Santana, por meio da secretaria de Comunicação, e buscou entender o porquê de um instituto que realiza concursos públicos ter participado desta licitação, cujas atividades não convergem com as que a empresa executa. O valor do contrato e a vigência também foram questionados, entretanto estas informações não foram esclarecidas.

Por meio de nota, a secretaria informou que “a pregoeira oficial do processo licitatório realizado pela Prefeitura de Feira de Santana, Caroline Suzart , informa que o contrato social do Instituto de Estudos e Pesquisas e Desenvolvimento Municipal registra entre suas atividades aquelas que a empresa irá  executar, como vencedora do certame, realizado em outubro do ano passado”.

Ainda segundo a secretaria, “na fase de habilitação, a empresa comprovou a sua qualificação técnico-profissional para cumprir os itens estabelecidos no edital, atestando, por meio de documentos, experiência na prestação dos serviços previstos no objeto licitado “de forma eficaz”, informa a pregoeira. Ela observa ainda que o processo licitatório exigiu, e foi atendido, que a empresa apresentasse provas de que possui, em seu quadro de pessoal permanente, administrador e engenheiro civil (ou outro profissional devidamente reconhecido por entidade competente), com experiência na execução dos serviços pertinentes e compatíveis com o objeto da licitação”.

Porém, estes documentos que comprovam a capacidade do IEPDM em realizar as atividades que lhe foram conferidas não foram enviados ao BNews. Vale ressaltar que, em 2011, o IEPDM foi alvo de denúncias. O blog do Pimenta denunciou o Instituto porque, segundo a publicação, a empresa teria copiado questões da internet para a aplicação das provas do concurso público da prefeitura de Coaraci, cidade qu fica no Sul da Bahia. A reportagem tentou entrar em contato com o IEPDM, mas no site do instituto não foi encontrado telefone. Apenas um espaço para enviar mensagem no Fale Conosco, onde uma mensagem foi enviada questionando o assunto.

“Se há apoio a PL da reeleição, pode haver uma quebra inicial de acordos”, acusa Marcos Lima

Vereador Marcos Lima

Vereador Marcos Lima (PRP)

Após muita polêmica na votação do projeto de lei que pretendia vetar a reeleição da Mesa Diretiva da Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Marcos Lima (PRP) afirmou que houve sim um acordo para que ele desistisse da presidência da Casa. O vereador fez essas afirmações em entrevista ao site Política In Rosa. O projeto foi rejeitado pela maioria dos vereadores.

Todo o imbróglio sobre a presidência da Casa se deu após a morte do ex-vereador Ronny, que deixou o cargo vago. Segundo Marcos Lima, haviam três chapas encabeçadas por três vereadores: uma com o seu nome, outra com o vereador Tom (PEN) e outra com o atual presidente, o vereador José Carneiro. “Entramos em consenso eu e o vereador José Carneiro após uma conversa e ele me disse que se fosse presidente desta vez, na próxima me apoiaria. Houve esse diálogo e esse foi o motivo de eu ter aberto mão para apoiá-lo. Se agora há esse apoio (dos vereadores) a projeto de lei sobre reeleição a reeleição demonstra que há uma quebra inicial de acordos”, afirmou.

Interferência do prefeito

Questionado pelo Política In Rosa se houve interferência do prefeito José Ronaldo no processo eleitoral da Casa da Cidadania, Marcos disse que a bancada busca sempre a sua orientação. “Isso não quer dizer que ele nos mande votar em quem quer que seja. Ele nos pede sempre harmonia para que se decida entre o grupo, o que é normal em qualquer parlamento”, explicou.

José Carneiro nega que tenha havido acordo para apoio na próxima eleição de presidente

Vereador José CarneiroO presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, vereador José Carneiro (PSDB), em entrevista ao site Política In Rosa falou sobre o projeto de lei que poderia vedar a reeleição da Mesa Diretiva. De acordo com Zé, há poucos meses, enquanto o ex-presidente Ronny ainda era vivo, a Casa permitiu com aprovação de um projeto de lei a reeleição da Mesa Diretiva. “Quem votou a favor da reeleição há alguns meses, hoje é contra a proposta, se contradizendo. Quem mudou não agiu com coerência”, afirmou José Carneiro que se referia aos vereadores Tom (PEN) e Marcos Lima (PRP), ambos concorrentes seus na disputa para a presidência.

Carneiro destacou ainda que não é candidato a reeleição, até porque não se pode imaginar o que acontecerá durante todo este ano. “Essa decisão não é minha. Quem determina isso são os meus colegas. Se eles entenderem que o meu nome deve permanecer vou analisar, com certeza. Mas se entenderem que exista alguém mais capacitado no momento, vamos caminhar junto porque meu objetivo é unir e não criar grupos dentro desta Casa”, explicou.

Apoio

Questionado pelo site Política In Rosa sobre um possível acordo para a desistência do vereador Marcos Lima e apoio a sua candidatura, José Carneiro informou que disse a ele que era jovem, com uma candidatura de deputado com uma possível eleição. “Ele tem possibilidade de ser presidente, mas tem potencial para ser deputado federal. Acordos que eu apoiaria a candidatura de A, B, C ou D não existiram. O acordo com assumi foi com questões internas da Casa e isso eu estou cumprindo”, finalizou.

Edvaldo Lima recorre a secretário Nestor Duarte para ajudar famílias de presos

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

Em seu discurso na manhã desta quarta-feira (21) na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Edvaldo Lima (PP) voltou a falar sobre as humilhações que os familiares dos presos passam para visitar os seus parentes presos. Edvaldo disse que ligou para o deputado estadual Carlos Geilson, conseguiu o seu apoio e uma reunião com o secretário responsável, o da Administração Penitenciária, Nestor Duarte.

Ainda segundo o vereador, sensível as questões, o secretário afirmou que tentará resolver o problema através de uma licitação para adquirir toldos e banheiros químicos e colocar nos dias das visitas.  “Quero deixar claro que não defendo nenhum delinquente, defendo suas famílias que me procuraram e me fizeram a queixa que demoravam até oito horas para conseguir entrar no presídio”, afirmou.

CÂMARA DE VEREADORES_somos parceiro_banner de site Política in Rosa - 500x500 gif


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia