WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Entrevistas’

“Alguém vai ter que ceder”, diz presidente da ALBA sobre montagem de chapa

Deputado estadual Adolfo Menezes foto Anderson Dias site Política In Rosa

Deputado estadual Adolfo Menezes – Foto: Anderson Dias / site Política In Rosa

O deputado estadual e presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Adolfo Menezes (PSD), em entrevista coletiva nesta segunda-feira (13), na inauguração da 21ª Policlínica Regional de Saúde em Serrinha, falou que acredita que nas próximas eleições o candidato a governador será Jaques Wagner (PT) ou Otto Alencar (PSD). Adolfo crê também que o governador Rui Costa ficará até o final do seu mandato. “Caso Otto não seja candidato ao governo, será candidato a reeleição ao Senado. É isso que eu vejo. Claro que nós temos o nome do vice-governador João Leão e que tem todas as condições políticas e técnicas de ocupar qualquer cargo, mas só tem três vagas e onde tem três não cabe quatro. Tem uma vaga de Senador, uma para Governador e uma para Vice-governador. Alguém vai ter que ceder. Mas faz parte, isso é pelo bem da Bahia”, relatou.

Sobre a possibilidade da base rachar, Adolfo disse que não acredita até porque o projeto, que se iniciou há mais 14 anos com governador Jaques Wagner, é exitoso e de muitas realizações. “O povo da Bahia está vendo o que está acontecendo no Brasil quando você não tem um gestor competente. Mesmo o governador Rui Costa sendo contra o presidente Bolsonaro e sem receber recursos federais, ele faz uma administração espetacular. É claro que não estou dizendo com isso que não temos problemas nas estradas, saúde, educação, mas ele tem feito o que ninguém nunca fez. Então esses homens são experientes e irão querer continuar aonde é melhor para o povo da Bahia. Como deputado e presidente da Assembleia, estarei nesse projeto que tem levado desenvolvimento para toda Bahia”, afirmou.

Descontentamento de Marcelo Nilo

Adolfo também comentou a situação do deputado estadual Marcelo Nilo (PSB) que parece não estar satisfeito com a sua situação na base. “Na vida sempre falta alguma coisa e nós nunca vamos dizer que tem tudo. É a vida. E, se todo mundo tivesse tudo, a vida não tinha graça e sempre vai faltar alguma coisa. Nilo é meu amigo particular. É natural que cada um estique de um lado ou de outro, mas na hora certa tudo se acalma. Por exemplo, sou presidente da Assembleia e às vezes me perguntam se não vou ser candidato a senador porque o ex-presidente Angelo Coronel saiu da presidência da ALBA para ser senador. Eu digo sempre que querer eu quero. Também quero ser Papa, mas não vou ser. Tem que se saber qual a sua hora e o seu lugar. Sei que tenho toda competência para ocupar qualquer um desses cargos, mas sei  também que tem lideranças políticas que são mais fortes do que eu, com mais peso político e estão na minha frente”, enfatizou. :: LEIA MAIS »

Temos um bobo da corte animando a plateia enquanto o Centrão faz o que quer, diz Zé Neto

Deputado federal Zé Neto

Deputado federal Zé Neto (PT) – Foto: Reprodução / Redes Sociais

O deputado federal Zé Neto (PT) fez uma avaliação sobre o cenário nacional. Ele afirmou que a situação do país é muito ruim, o presidente Jair Bolsonaro totalmente perdido e sem nenhuma autoridade.

“Nós não temos presidente. Temos um bobo da corte animando a plateia enquanto o Centrão faz o que quer. Ele vai ser empurrado até perto das eleições. Vão descartar ele e arranjar outro candidato. Enquanto isso, o povo sofre com o gás a quase cem reais, a gasolina quase sete reais, o óleo também num preço absurdo e a cesta básica crescendo 32% em um ano. É isso que estamos vivendo, infelizmente”, criticou.

Avaliação Câmara x Executivo

Zé Neto ainda fez uma avaliação sobre a relação entre Câmara de Feira de Santana e a Prefeitura de Feira de Santana. “A Câmara está independente e é bom ver isso. O prefeito está perdido. E aí acaba com essa confusão toda. Espero que a Câmara possa cada dia se fortalecer, pois uma Câmara independente é bom. E acho que o prefeito tem que aprender a dialogar mais, que é algo que ele não faz”, relatou.

Rui Costa não acredita no impeachment de Bolsonaro

Governador Rui Costa – Foto: Fernando Vivas/Gov-BA

O governador Rui Costa, ao ser questionado sobre a união de partidos de direita e esquerda em prol do impeachment do presidente Jair Messias Bolsonaro, afirmou que não acredita que isso irá acontecer. “Por mais que eu deseje isso, eu não acredito no impeachment. Tenho 58 anos e não me lembro, independente do governo ser esquerda, direita ou centro, de um governo ser como esse, de não ter feito nada como esse. Não tem política educacional. O Governo Federal sequer ta pagando as obras de creches e escolas que ele autorizou construir. O dinheiro todo está no balcão da política, no toma lá, dá cá, na pior política que existe. Estão destruindo o nosso país. Eu não acredito que os deputados que estão se beneficiando com isso irão querer tirar o presidente. Eles nunca manipularam tanto dinheiro. Isso não existe. Um deputado manipula 100 milhões de reais por ano. É surpreendente o balcão do toma lá, dá cá”, criticou.

Ministro de Lula

Sobre a possibilidade de ser ministro do pré-candidato a presidente Lula, Rui disse que não discutiria esse assunto ainda. “Ano que vem temos eleição e não se monta governo antes de ganhar a eleição. Quem fez isso perdeu a eleição”, afirmou.

Em sua visita a Bahia este mês, o ex-presidente Lula disse que quer contar com a ajuda do governador caso ele ganhe as eleições. Suspeita-se de que ele pode assumir algum ministério.

Deputado afirma que cansou de ser “pneu de estepe”

Deputado federal Marcelo Nilo foto Anderson Dias site Política In Rosa

Deputado federal Marcelo Nilo – Foto: Anderson Dias / site Política In Rosa

O deputado federal Marcelo Nilo (PSB), em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (13), na inauguração da 21ª Policlínica Regional de Saúde em Serrinha, fez uma avaliação sobre disputa dos partidos que compõem a base do governo Rui Costa para as próximas eleições. Nilo disse que quer uma vaga na chapa majoritária.

“Acho que é um erro ficar querendo fazer política apenas com o PT, PSD e PP. São partidos importantes, mas acho que já chega. Esse trio de partidos são os únicos que participam de toda eleição para a presidência da Assembleia. Um assume um mandato e logo após outro assume o próximo. A vice-presidência, o Senado da mesma forma. E o PT sempre na cabeça. Cansa, chega. Acho que é um erro e o PSB merece estar na chapa majoritária. Fico muito triste da maneira que nós estamos sendo tratados porque os aliados de primeira hora, aqueles que comeram sal e poeira para Wagner chegar aonde chegou, estão sendo escanteados”, disse.

De acordo com Nilo, o PP e o PSD detém as melhores Secretarias, tem o vice-governador, dois senadores, presidente da Assembleia. “Tem tudo e os outros são pneus de estepe. E eu cansei de ser pneu de estepe”, disparou. :: LEIA MAIS »

“Juntos nós não temos como perder as eleições”, diz Otto Filho

Deputado federal Otto Alencar Filho foto Anderson Dias site Política In Rosa

Deputado federal Otto Alencar Filho – Foto: Anderson Dias / site Política In Rosa

Na inauguração da 21ª Policlínica Regional de Saúde em Serrinha nesta segunda-feira (13), o deputado federal Otto Alencar Filho (PSD) parabenizou o governador Rui Costa e ressaltou que ele está revolucionando a saúde na Bahia. “O trabalho de ajudar o povo com consulta e exame é imprescindível para a população brasileira, principalmente a população mais carente”, disse Otto Filho.

Conforme Otto Filho, o governador Rui Costa, juntamente com o senador Otto Alencar e outros senadores como Jaques Wagner, Angelo Coronel e toda base aliada, vêm juntos avaliando quem será o melhor candidato no ano que vem. “Pode ter certeza que se nós continuarmos juntos, e eu acho que vai continuar PSD, PT, PP, PSB, PC do B e outros partidos da base aliada, nós não temos como perder as eleições. A eleição vai ser dura? Com certeza vai ser. Como normalmente é num momento desse de polarização, mas acho que juntos vamos vencer com certeza”, declarou.

Possibilidade de indicação

Questionado se poderia ser indicado como um vice-governador na chapa encabeçada pelo pré-candidato Jaques Wagner, Otto Filho disse que é uma especulação. “Provavelmente irei novamente para deputado federal porque não vejo como tirar da chapa majoritária o senador Otto Alencar. Então, só pode ter um Alencar na chapa majoritária, que seja o senador Otto Alencar que tem muito mais experiência do que eu”, afirmou.

Robinson Almeida elogia investimentos na saúde, fala sobre apoios e faz avaliações de governos

Deputado estadual Robinson Almeida foto Anderson Dias site Política In Rosa

Deputado estadual Robinson Almeida – Foto: Anderson Dias / site Política In Rosa

O deputado estadual Robinson Almeida (PT), na manhã desta segunda-feira (13), na inauguração da 21ª Policlínica Regional de Saúde em Serrinha, elogiou os investimentos feitos pelo governador Rui Costa na área da saúde. Robinson falou ainda sobre apoios de vereadores feirenses e fez avaliações dos governos de Colbert Filho e Jair Bolsonaro.

“Todo investimento do governo é bem-vindo para a população, mas diante de uma pandemia os investimentos em saúde ganham ainda mais relevância. Essa é a 21ª policlínica e eu já participei da inauguração de várias. É um equipamento consagrado porque interioriza os serviços de saúde. Imagine alguém em uma cidade pequena que não tem como fazer uma ressonância, uma tomografia e vai poder fazer esses exames aqui. E vai marcar aqui e vir no ônibus com ar condicionado. Essa policlínica vai atender toda região não só de Serrinha, mas quem é de Santaluz, Araci e Coité tem o mesmo direito de quem mora em Serrinha”, disse.

Robinson informou que só tem que aplaudir o governador por essa revolução que ele tem feito na saúde já com 16 hospitais inaugurados e 21 policlínicas.

Apoios de vereadores feirenses

Questionado se os vereadores Silvio Dias e Professor Ivamberg, ambos do PT, já estão confirmados como apoio a sua candidatura a reeleição ou o partido terá alguma candidatura além da dele em Feira de Santana, Robinson Almeida disse que tem uma parceria muito sólida com o deputado federal Zé Neto, com boa parte do PT  e cada dia se familiariza muito mais com a cidade. “Participo dos acontecimentos de Feira de forma mais intensa desde 2007  quando era secretário de comunicação do Estado participando da vida e depois que virei deputado praticamente três dias por semana estou em Feira. E isso tem criado uma condição das pessoas já verem com naturalidade a minha candidatura como representante da cidade”, relatou. :: LEIA MAIS »

Pastor Tom confirma pré-candidatura, faz avaliações sobre governos e diz: “não me arrependo em ter votado no prefeito”

Pastor Tom – Foto: Anderson Dias / site Política In Rosa

O ex-deputado estadual Pastor Tom, em entrevista ao site Política In Rosa, confirmou a sua pré-candidatura a deputado estadual nas próximas eleições e fez uma avaliação sobre os governos do prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho, e do presidente da República, Jair Bolsonaro.

“As urnas de Feira nunca nos decepcionou. Foram quatro candidaturas em que tivemos uma quantidade de votos expressivas e ano que vem não vai ser diferente. Sou morador de Feira, da Rua Nova, falo a língua do povo, estou nos guetos e favelas, sou da periferia e isso me consolida a ser pré-candidato a deputado. Lógico, sempre defendendo a família, a fé e os princípios cristãos com muita humildade”, declarou Tom.

Para as eleições, o Pastor Tom informou que está muito tranquilo. “Tivemos quase 11 mil votos em Feira de Santana na última eleição. Acho que o pleito, como sempre, é algo acirrado, mas, não tenho dúvida que o povo de Feira vai nos conduzir novamente a Assembleia Legislativa. A minha cassação foi injusta, mas respeito. Enfim, vejo também que isso está movendo e sensibilizando o povo de Feira de Santana, pois a gente não matou e nem roubou. Fui cassado, mas não fiquei inelegível. Acho que isso que é importante. Na hora certa tenho certeza que Feira, mais uma vez, vai confirmar o nosso nome”, explanou.

Avaliações

Questionado sobre sua avaliação da gestão do prefeito de Feira de Santana, Colbert Filho, e do presidente da República, Jair Bolsonaro, Pastor Tom deu sua opinião. “Não quero me atentar a gestão do presidente nem do prefeito Colbert, pois o povo está aí para julgar. Vejo Bolsonaro fazendo seu papel como presidente eleito pelo povo e vejo também o prefeito Colbert Martins trabalhando por Feira. Toda autoridade é constituída por Deus. O que eu peço e sempre tenho orado é que Deus dê sempre sabedoria a eles para fazerem a diferença”, disse Pastor Tom. :: LEIA MAIS »

Vereador pede que José Ronaldo e ACM Neto “botem a cara no sol” para não perderem os 11 vereadores

Vereador Zé Curuca

Vereador Zé Curuca (DEM)

O vereador Zé Curuca (DEM), em seu discurso na manhã desta terça-feira (03), na Câmara Municipal de Feira de Santana, disse que em breve estará aliado ao mesmo grupo político que o presidente do Legislativo feirense, Fernando Torres (PSD). “Está tudo caminhando”, disse.

Questionado pelo site Política In Rosa sobre essa declaração e se vai para o partido PSD ou apoiar o pré-candidato a governador Jaques Wagner, Zé Curuca disse que ainda faz parte do grupo do ex-prefeito José Ronaldo. “Ainda estamos conversando muito. Só que a gente está querendo uma oportunidade através do prefeito Colbert Filho e não estamos achando. Fico preocupado do grande prejuízo com esse entrevero vá para o ex-prefeito José Ronaldo e o próprio pré-candidato a governador, ACM Neto. Já pensou o ex-prefeito José Ronaldo perder 11 vereadores na Câmara? É um prejuízo grande”, alertou.

De acordo com Curuca, na última eleição para governador, o ex-prefeito José Ronaldo teve dificuldades. “Ele teve 14 mil votos de frente aqui em Feira de Santana para o hoje governador, Rui Costa. Faltando oito dias para a eleição, foi que o povo de José Ronaldo começou a botar a cara no sol para tentar reverter a situação senão ele perdia a eleição aqui para o governador Rui Costa. Então, essa é a minha preocupação”, relatou. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia