WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


PMFS-Mutirão de Negociação de Dividas 2019

:: ‘Entrevistas’

“Sou homem de grupo”, diz José Carneiro sobre apoio a Colbert Filho

José Carneiro Rocha concedendo entrevista ao site Política In Rosa-foto Lúria Sarraf

José Carneiro Rocha concedendo entrevista ao site Política In Rosa – Foto: Lúria Sarraf

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Feira de Santana, José Carneiro Rocha (PSDB), em entrevista ao site Política In Rosa, fez uma avaliação do governo do atual prefeito Colbert Martins Filho. De acordo com Carneiro, o governo é de continuidade e o que chega até ele é que a aceitação popular é boa. “Entendo que o governo Colbert Martins Filho permanece, inclusive, com o mesmo secretariado e acredito que a população está satisfeita. Claro que existem alguns setores que a gente ouve reclamações, mas penso e quero acreditar firmemente que o prefeito Colbert está no caminho certo”.

Apoio

Sobre a próxima eleição, José Carneiro diz que o candidato natural é Colbert Martins Filho e se for ele o candidato do grupo, é claro que ele vai apoiar a sua candidatura. “Não tem nenhuma pista de que não seja Colbert, muito pelo contrário. Ele está demonstrando que é um homem confiável, comprometido com o povo de Feira de Santana e a tendência natural é ser ele o candidato. Sou homem de grupo. Se eu faço parte de um grupo político e nosso grupo vai apoiar a candidatura de Colbert Martins, não tenha dúvidas que eu estarei lado a lado com ele para a sua reeleição”, disse.

Pastor Tom avalia governo de Colbert Filho e diz: “precisa melhorar muito”

Deputado estadual Pastor Tom - Foto site Política In Rosa

Deputado estadual Pastor Tom – Foto: site Política In Rosa

O deputado estadual Pastor Tom (PSL) esteve, na manhã desta quarta-feira (04), fazendo uma visita a Câmara Municipal de Feira de Santana. Em entrevista ao site Política In Rosa, Tom fez uma análise a possível candidatura de Dayane Pimentel (presidente do partido PSL) ou do marido dela, Alberto Pimentel, a Prefeitura. “Eu estou no PSL. Estou vendo algumas entrevistas de Alberto Pimentel onde se intitula como pré-candidato a prefeito. Nada contra da candidatura de A, B ou C no PSL, mas se eu entender que as pesquisas pontuam meu nome, é lógico que eu vou sair candidato. Não tenho dificuldade nenhuma de sair do PSL e entrar em outro partido”, afirmou.

Segundo Pastor Tom, se o povo entender e aclamar pelo seu nome, ele não tem nenhuma dúvida de sua candidatura. “E repito: se o PSL não me der legenda, não tem problema. Sairei com muita harmonia e irei pra outro que vai me dar. Não estou amarrado. Se o PSL vai me colocar candidato a prefeito não sei, só sei que estou nas mãos do povo”, completou.

Sobre a escolha do nome do PSL para a Prefeitura, Pastor Tom  diz que entende que esse processo é democrático e não tem dúvida que vai ter “a mão do ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo de Carvalho”. “O que não podemos perder é a Prefeitura de Feira para o governador Rui Costa”, relatou.

Avaliação do governo de Colbert Filho

Pastor Tom ainda fez uma avaliação sobre o governo do atual prefeito, Colbert Filho (MDB). Por não ter o costume de “ficar em cima do muro”, Tom acredita que o Governo precisa melhorar. “Qualquer gestor precisa se relacionar, abrir um diálogo. Não se faz política sem conversar e sem se reunir. Tem alguns meses que estou pedindo uma audiência com o prefeito e não consigo. Como se faz política desse jeito? Como vai agregar dessa forma? Fica difícil. Precisa melhorar muito”, disparou.

Ainda segundo o deputado, algumas pessoas não têm coragem de falar a verdade e reclamam que “está com medo de perder o emprego”. “Só que na hora de decidir pode tomar uma bola nas costas. Continuo no grupo de José Ronaldo, mas para prefeito é aquele que for melhor nas pesquisas entre nós para ser o candidato”, finalizou.

Vereador lamenta situação da Expofeira: “Não tinha nada de novo”

Vereador Alberto Nery

Vereador Alberto Nery (PT)

O vereador Alberto Nery (PT), fez a sua avaliação da Expofeira 2019. Nery esteve no último domingo (01) na festa com o deputado federal Zé Neto. “É lamentável. A exposição de animais tinha diversos pavilhões completamente vazios. Não tinha nada de novo. Feira de Santana merece uma atenção melhor. Peço ao prefeito Colbert Martins Filho que avalie a possibilidade de terceirizar uma parte do parque, a que fica no fundo. Ao menos assim as pessoas terão a possibilidade de fazer eventos grandes. Precisamos fazer uma discussão ampla sobre a Expofeira”, disse ao site Política In Rosa.

Vereador que teve o nome pichado na Câmara diz: “É perseguição”

Vereador Edvaldo Lima

Vereador Edvaldo Lima (PP)

O vereador Edvaldo Lima (PP), em entrevista ao site Política In Rosa, falou sobre a pichação com o seu nome e o do presidente da República Jair Bolsonaro. O prédio anexo da Câmara Municipal de Feira de Santana amanheceu pichado com palavras de baixo calão direcionados a Edvaldo e a Bolsonaro. “Vejo essa pichação como uma perseguição a mim e ao presidente da República Jair Bolsonaro. Devido a minha fé vejo como uma intimidação, uma ameaça e tudo isso contra o presidente da República e a minha pessoa”, disse.

Ao mesmo tempo em que afirma que a pichação dizia respeito a ele e ao presidente, de forma contraditória, Edvaldo voltou a afirmar que era também contra todos os vereadores que aprovaram por unanimidade o Título de Cidadão Feirense a Jair Bolsonaro. “O presidente da República é uma autoridade máxima e precisa ser respeitado. Esta Casa precisa ser respeitada. Não aceito ameaça de siglas de gangues. Já estamos com os vídeos e imagens que foram levadas para polícia. Os culpados serão descobertos e punidos na forma da lei”, relatou.

Coodenador da Polícia Civil fala sobre a pichação na Câmara de Feira

Coordenador Regional de Polícia, delegado Roberto da Silva Leal

Coordenador Regional de Polícia, delegado Roberto da Silva Leal.

O Coordenador Regional de Polícia, delegado Roberto da Silva Leal, foi entrevistado pelo programa Levante a Voz, ancorado pelo radialista Luiz Santos para falar sobre o ato de pichação na Câmara Municipal de Feira de Santana. “É um de dano ao patrimônio público. Além de verificar o que foi pichado pode ter havido outra conduta atípica. Por exemplo, ameaça, calúnia, injúria ou difamação. Primeiro vamos averiguar a identificação dessas pessoas que fizeram a pichação. O crime é de ação pública condicionada e a pena pode ser entrede 2 a 4 anos de prisão. Na maioria desses crimes, além de existir algumas obrigações que a pessoa acaba assumindo, pode ser feito um acordo com o Ministério Público para o cumprimento de medidas sem que haja a reclusão”, afirmou.

Ainda Segundo Leal, pode haver uma idenização, pois o órgão público terá ter despesas para fazer a limpeza do local e isso pode ser cobrado do autor. Se for um crime de calúnia, injúria e difamação e a pessoa quiser entrar com uma ação civil por danos morais é possível também”, concluiu.

Nery cobra resultado da auditoria em empresas de transporte público: “Já faz um ano e nada de resultado”

Vereador Alberto Nery

Vereador Alberto Nery (PT)

O vereador oposicionista Alberto Nery (PT), em entrevista ao site Política In Rosa, cobrou da Prefeitura de Feira de Santana o resultado da auditoria realizada pela empresa Deloitte Brasil Auditoria e Consultoria Empresarial. A empresa foi contratada através de licitação para analisar o equilíbrio econômico e financeiro do contrato de concessão, ou seja, os números que permeiam o serviço prestado pelas empresas de concessionárias de transporte urbano Rosa e São João.

De acordo com Nery, a auditoria era pra ser concluída em 180 dias, já deve ter aproximadamente um ano e até o momento não tem conclusão desse processo. “As empresas alegaram as suas dificuldades, mas em nenhum momento foi tornado público o resultado dessa auditoria, se realmente eles estão tendo lucro ou prejuízos. Se tiver lucro, que a tarifa seja reduzida e se estiver tendo prejuízos a Prefeitura tem que fazer como outras Prefeituras que subsidiam as empresas”, disse.

De acordo com Nery, quem mais utiliza o sistema de transporte público são as pessoas mais carentes. “Se a tarifa estiver superfaturada nada mais justo que ela baixar e se tiver que aumentar, o poder público tem que subsidiar como é feito em outras cidades do país”.

Cadmiel Pereira poderá ser o novo presidente do PSC em Feira de Santana

Vereador Cadmiel Pereira

Vereador Cadmiel Pereira (PSC)

O vereador Cadmiel Pereira (PSC), em entrevista ao site Política In Rosa, afirmou que não sairá do Partido Social Cristão (PSC) e que não faz com o seu mandato proselitismo religioso. Cadmiel não considera que um partido politico deva ser porta-voz de Igreja, mas ele deve possibilitar as pessoas que representem as suas comunidades. “Heber Santana convidou todos os vereadores do PSC da Bahia para tratar das arrumações políticas que o partido passará. Heber vai fazer uma nova reunião para apresentar qual o projeto do partido para Feira de Santana assim como vai reunir os 40 vereadores das maiores cidades da Bahia”, disse.

Segundo Cadmiel Pereira, o presidente do PSC estará na cidade em breve para conversar com o prefeito Colbert Martins Filho sobre o espaço do partido. Informações chegadas a nossa redação é de que Cadmiel poderá ser o novo presidente do PSC em Feira de Santana. Vamos aguadar.

Cadastramento e recadastramento do cartão Via Feira não terão mais cobrança para entrada no transbordo

Cartão Via Feira

Cartão Via Feira

O vereador e líder do Governo, Marcos Lima (Patriota), entrou em contato com o site Política In Rosa para informar que não está mais sendo cobrada uma passagem para quem vai fazer o cadastramento ou recadastramento do cartão Via Feira no transbordo central.

O edil  tinha denunciado que estava sendo cobrada uma passagem para entrar na nova sede que foi aberta no Terminal Central que fica na Rua Dr. Olímpio Vital. Só que para entrar era necessário que uma passagem fosse paga. “No transbordo central, as pessoas que precisam fazer o cadastramento do seu cartão da Via Feira precisam entrar. Para que isso venha acontecer é preciso pagar uma passagem. O usuário não vai utilizar o ônibus, mas tem que pagar uma passagem para fazer o cadastramento. Isso é um absurdo e não podemos concordar”, afirmou o vereador na denuncia.

Após sair do PSC, Isaías se filia ao PDT e diz que partido poderá contar com mais oito vereadores

vereador Isaías de Diogo

Vereador Isaías de Diogo (PSC)

O vereador Isaías de Diogo pediu na semana passada a sua desfiliação do Partido Social Cristão (PSC) e em seguida já se filiou ao Partido Democrático Trabalhista (PDT) exercendo a vice-presidência municipal do partido em Feira de Santana, que tem como presidente o vereador licenciado, secretário Pablo Roberto. Diogo será o líder do PDT na Câmara Municipal de Feira de Santana.

Isaías disse ao site Política In Rosa que além dele e Pablo Roberto o PDT poderá ter em média oito ou nove vereadores filiados. “Vou aguardar que cada um se manifeste, mas temos em média de oito a novo vereadores para se filiar”, disse.

Contrário e favorável

O vereador Lulinha (DEM) falou ao Política In Rosa sobre a adesão de Pablo Roberto e Isaías de Diogo ao PDT que é um partido da base aliada do governador Rui Costa. “É uma decisão de cada um e eles são independentes. Acho que deveria ter buscado aqui em Feira de Santana um partido que fosse aliado do governo municipal”, relatou.

Já o edil Edvaldo Lima (PP), felicitou Isaías de Diogo pela transição partidária. “Pode ter certeza que o vereador Edvaldo Lima vai assinar sua ficha no PDT. Nós vamos fazer do PDT em Feita de Santana um grande partido, elegendo no mínimo quatro ou cinco vereadores nessa bancada”, concluiu.

Após anunciar saída do PSC, Isaías diz que pediu a presidência do partido e nunca deram oportunidade

Vereador Isaías de Diogo

Vereador Isaías de Diogo

O vereador Isaías de Diogo anunciou a sua desfiliação do Partido Social Cristão (PSC) durante seu discurso na tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana, nesta terça-feira (06). Em entrevista ao site Política In Rosa, Isaías de Diogo disse que está saindo do PSC porque na nova legislação ninguém quer concorrer com políticos de mandato. “Conversei com o presidente estadual do PSC, Heber Santana, expliquei a necessidade, pois algumas vezes eu já pedi para assumir a presidência do partido em Feira de Santana, tendo em vista que foram abandonados, não temos diretório municipal e nunca me deram a oportunidade de assumir a presidência do PSC”, disse.

De acordo com Isaías, Heber Santana teve uma reunião com a diretoria estadual do partido e concedeu a sua liberação para poder ir a outro partido. “Irei ficar sem partido e analisando algumas opções”.

“Tem outros partidos da base aliada de Rui que não vão seguir com Zé Neto”, diz presidente do PSD Feira

Ex-deputado federal Fernando Torres

Ex-deputado federal Fernando Torres

O ex-deputado federal Fernando Torres (PSD), em entrevista ao site Política In Rosa, disse que o que levou ele a desistir de sua pré-candidatura a prefeito de Feira de Santana foi o bom desempenho do prefeito Colbert Martins Filho a frente da administração municipal. “Vejo que Colbert Filho merece uma nova oportunidade para governar Feira de Santana, pois está sendo um bom prefeito e o PSD de Feira de Santana irá seguir com Colbert Filho”, afirmou.

Otto Alencar

Questionado sobre se teria comunicado ao senador Otto Alencar, que é o presidente estadual do PSD, sobre a adesão do partido ao grupo do prefeito Colbert Martins Filho, Fernando Torres explicou. “Todas as decisões nós conversamos com Otto. Ele sabe que em Feira de Santana eu não tenho condições nenhuma de seguir com o PT em Feira”, justificou. Torres ainda teceu críticas ao deputado federal Zé Neto. “Aqui na cidade tem um nome do PT que é um ditador, que pensa muito em si. E o PSD de Feira não confia nele. Estou falando isso em meu nome”, disparou.

Ele ainda garantiu que Otto tentou fazer essa coligação com o PT, mas infelizmente é difícil “Otto tentou ajudar nessa convivência, mas não houve êxito. O Partido dos Trabalhadores de Feira de Santana é muito pessoal e muito na pessoa do deputado federal Zé Neto”, explicou. E fez questão de dizer que não era o único que pensava dessa forma. “Não é só o PSD, tem outros partidos da base aliada de Rui Costa que não vão seguir com Zé Neto. O projeto de Zé Neto é pessoal e não do partido”, criticou.

Oposição em Feira

O ex-deputado ainda criticou a oposição em Feira de Santana. Segundo ele, ela é muito fraca e pensa muito no lado pessoal. “O maior líder da oposição de Feira de Santana, que na verdade não é líder (Zé Neto), pensa só em si. Por isso é difícil uma vitória em cima da liderança do ex-prefeito José Ronaldo. Ronaldo ganhou várias vezes e vai continuar ganhando devido a falta de alianças que possam trazer a vitória. Por isso e por outros motivos, o PSD de Feira de Santana vai seguir com o prefeito Colbert Filho”, finalizou.

Zé Filé já tem destino: PSD

Fernando Torres e Zé Filé

Fernando Torres e Zé Filé

Ainda em entrevista ao site Política In Rosa, o ex-deputado federal Fernando Torres (PSD) falou sobre a situação do vereador Zé Filé (PROS) que sempre o apoiou como pré-candidato a prefeito de Feira de Santana e fez duras críticas ao governo do ex-prefeito José Ronaldo (DEM) e do atual prefeito Colbert Filho (MDB). “Zé Filé poderá vim para o PSD se quiser. O partido está de portas abertas para ele. Ele se elegeu pela coligação PSD e PROS, mas eu o considero do PSD. Não vejo mudança em Zé Filé, vejo continuidade se ele vir para o PSD”, disse.

De acordo com Torres, as portas da legenda estão abertas, só depende do vereador. Resta saber se Zé Filé irá apoiar quem ele sempre fez uma oposição acirrada no Legislativo feirense. A pergunta que fica é: qual será o comportamento Zé Filé, principalmente na tribuna da Casa, caso isso aconteça?

Vereador quer saber qual Secretaria é responsável pela iluminação de praças esportivas

Vereador Lulinha

Vereador Lulinha (DEM)

O vereador Lulinha (DEM), em entrevista ao site Política In Rosa, afirmou que a população está lhe cobrando melhorias na iluminação pública principalmente nas praças esportivas como campos de futebol ou quadras de esportes. “Estive em uma localidade com o secretário de Serviços Públicos Justiniano França e o diretor de Iluminação João Banha. Conversei com o secretário sobre a demanda e ele disse que a Secretaria dele não vai atender mais essa questão de iluminação pública em campos, quadras e que sua obrigação era atender as vias públicas”, disse.

De acordo com o edil, o secretário de Esporte e Lazer, Edson Borges, disse que a Secretaria também não é responsável pela iluminação pública de praças esportivas. “Tem que ver quem vai ser o responsável de agora em diante. Quem atendia essas demandas e dava manutenção a essas praças esportivas era a Secretaria de Serviços Públicos”, relatou.

Lulinha ainda sugeriu que o município crie um setor de iluminação pública para que possa dar manutenção a esses campos de futebol porque essa é uma cobrança muito grande dos desportistas e da comunidade.

“Se Humildes virar município serei candidato e farei oito dias de festa no São Pedro”, diz vereador

Vereador Zé Curuca

Vereador Zé Curuca (DEM)

O vereador Zé Curuca (DEM), em entrevista ao site Política In Rosa, disse que os moradores do distrito de Humildes estão ansiosos pela festa a qual eles esperam durante todo o ano: o São Pedro. Nessa festa que o comércio do distrito cresce, todo mundo vende e ganha a sua ajuda de custo. “Sabemos que o prefeito Colbert Martins está trabalhando. Mas os moradores sentiram-se prejudicados pela redução de três para dois dias dos festejos. Foi um prejuízo grande e não temos atrações de peso”, lamentou.

Candidatura a prefeito

O edil falou sobre a sua vontade de que a emancipação de Humildes saia do papel. “Nós, moradores de Humildes, estamos muitos ansiosos. O distrito é grande, tem mais de 30 mil habitantes, 17 mil eleitores, várias empresas na região geram emprego e renda para o distrito. E essa renda que poderia ser de Humildes vem para Feira de Santana. Cobramos do prefeito mais obras, pois o distrito merece. E se Humildes se  emancipar eu serei o candidato a prefeito com apoio dos nossos amigos, do deputado Targino Machado, do deputado federal José Nunes e quem sabe do nosso ex-prefeito de Feira José Ronaldo e do atual prefeito de Feira Colbert Martins”, acredita. E prometeu que se isso se realizar ele fará oito dias de festa no distrito.

Levante a Voz - Todos contra a Dengue


WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia