WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Destaque2’

Jhonatas Monteiro cobra políticas públicas para bairro da Queimadinha

Vereador Jhonatas Monteiro (PSOL) – Foto: Divulgação / Ascom

Na sessão desta quarta-feira (15) na Câmara Municipal de Feira de Santana, o vereador Jhonatas Monteiro (PSOL) usou a tribuna para falar sobre o tiroteio que ocorreu no bairro da Queimadinha na noite de ontem. A troca de tiros durou cerca de uma hora, aterrorizando as moradoras e moradores do local.

O vereador salientou que é “nascido e criado na Queimadinha”, onde ainda reside, e falou sobre o abandono histórico do bairro pelo poder público. Para Jhonatas, a falta de políticas públicas é fator determinante para os altos índices de violência registrados na região, sobretudo nas proximidades da Lagoa do Prato Raso, onde o tiroteio ocorreu. “Aquela é uma área historicamente largada, abandonada, é uma das áreas mais precárias do ponto de vista da infraestrutura, basta ver os alagamentos, que tiram o sono das pessoas todo ano. É uma das áreas mais precárias do ponto de vista da garantia de outros direitos sociais, basta ver a situação das crianças e dos adolescentes. Se uma área é abandonada daquela forma, mesmo sendo às portas do centro da cidade, é óbvio que alguém vai tomar conta”, disse.

O vereador aproveitou a oportunidade para relembrar que seu mandato protocolou, ainda no mês de agosto, uma indicação à prefeitura para que a área da Lagoa do Prato Raso fosse revitalizada e transformada em parque público. Conforme ele, a indicação incluía ações de saneamento e urbanização, com garantia de moradia digna para as pessoas, e foi acompanhada por um projeto elaborado por engenheiros voluntários. “O mandato, entretanto, ainda não obteve respostas sobre o documento ou sobre a perspectiva de realização de qualquer intervenção na área”, relatou. :: LEIA MAIS »

Servidores da Prefeitura de Feira de Santana devem se vacinar contra a Covid-19

Servidores da Prefeitura de Feira de Santana devem se vacinar contra a Covid-19

Foto: Thiago Paixão

Os servidores da Prefeitura de Feira de Santana terão que submeter-se à vacinação contra a Covid-19. A obrigatoriedade da imunização consta na publicação do Diário Oficial Eletrônico, edição desta quarta-feira, 15.

A medida aplica-se para quem exerce também funções públicas, como as do Conselho Tutelar, estagiários, os contratados temporariamente e os prestadores de serviços.

Caso recuse em receber a vacina será considerado “violação aos deveres do funcionalismo municipal, caracterizando-se infração disciplinar, passível da aplicação das sanções previstas na Lei Municipal Complementar Nº 01/94”.

Conforme o decreto, entre as penalidades previstas, a suspensão com perda de vencimentos. O servidor público também não pode escolher o imunizante que receberá. :: LEIA MAIS »

Em evento de Pablo Roberto, ACM Neto elogia força do grupo político em Feira de Santana

Em evento de Pablo Roberto, ACM Neto elogia força do grupo político em Feira de Santana

ACM Neto discursando em evento de Pablo Roberto – Foto: Divulgação/Ascom

O curso de Formação Política promovido por Pablo Roberto, na manhã deste sábado, trouxe a Feira de Santana o presidente do Democratas, ACM Neto.

Em discurso, o pré-candidato ao Governo do Estado, ACM Neto, elogiou a força política de Pablo Roberto, confirmando seu apoio ao grupo. “Estou impressionado, Pablo, com o entusiasmo das pessoas falando o seu nome. E você já provou que é um homem comprometido e que faz política com ideais. Vamos ter que pedir licença a Feira de Santana, porque chegou a hora de você dar passos ainda maiores”, afirmou Neto.

Para Pablo, as palavras de ACM Neto reforçam que o trabalho precisa continuar. “Nós fazemos parte de um grupo que pensa a política a longo prazo, quem nos conhece sabe. Temos um compromisso com Feira de Santana, há muitos anos, e seguimos honrando a confiança dos feirenses. Agora, penso que podemos fazer mais por Feira e pela Bahia”, afirma Pablo, pré-candidato a deputado estadual. :: LEIA MAIS »

Mais de 18 mil cães e gatos vacinados contra raiva em Feira de Santana

Mais de 18 mil cães e gatos vacinados contra raiva em Feira de Santana

Foto: Divulgação / PMFS

A vacinação de cães e gatos contra a raiva segue acelerando em Feira de Santana. Desde o início da campanha, em 21 de agosto, foram imunizados 18.297 animais – do quantitativo, 12.225 cães e 6.072 gatos.

Nesta quarta-feira, 8, a vacinação segue no Limoeiro e Alecrim Miúdo a partir das 8h, promovida pela Prefeitura de Feira, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

Podem ser vacinados cães e gatos a partir dos três meses de idade. Vale destacar que mesmo os pets vacinados ano passado, devem receber a aplicação novamente. Caso possua, é necessário apresentar a caderneta de vacinação.

“Eles devem ser transportados de maneira segura, para que não haja riscos aos funcionários ou transeuntes. Gatos em caixas apropriadas, enquanto os cães devem estar em coleiras e correntes”, orienta a médica veterinária e coordenadora do CCZ, Mirza Cordeiro. :: LEIA MAIS »

Prefeitura de Feira integra atuação de secretarias para atender acumuladores compulsivos

Prefeitura de Feira integra atuação de secretarias para atender acumuladores compulsivos

Foto: Divulgação / PMFS

A prática de acumular lixo e materiais inservíveis dentro de casa pode estar associada à desordens psicológicas, o que é chamado pelos especialistas como Síndrome de Diógenes. Para dar mais eficácia às intervenções, as secretarias municipais de Serviços Públicos, Saúde e Desenvolvimento Social vão atuar integradas, oferecendo um acompanhamento completo.

Isso porque os acumuladores acabam retornando à prática após a limpeza realizada pela Secretaria de Serviços Públicos. Com a integração das ações, ele terá um acompanhamento completo, tanto psicológico quanto social – o que vai reduzir as chances de reincidência.

Antes o órgão atuava com somente com um núcleo voltado para o atendimento dessas demandas. Após denúncia da população, geralmente vizinhos incomodados com a sujeira que atrai pragas, os assistentes sociais visitam a residência em busca de um consenso com o morador, para iniciar a intervenção de limpeza.

“Esse trabalho em conjunto se torna fundamental, porque estamos lidando com questões psicológicas sérias. Esses cidadãos precisam desse acompanhamento, que vai além da limpeza. O nosso objetivo é promover uma melhor qualidade de vida para essas pessoas”, avalia o secretário de Serviços Públicos, Eli Ribeiro. :: LEIA MAIS »

Vitória da Conquista poderá sediar Batalhão de Infantaria do Exército

Foto: Divulgação / PMVC

Na manhã desta quarta-feira (18), a prefeita Sheila Lemos recebeu, em seu gabinete o chefe de instrução do Tiro de Guerra 06-006, 1º Sargento Paulo Robinson Ferreira Ben. No encontro, o militar informou à gestora que há uma possibilidade de Vitória da Conquista se tornar a sede de um batalhão de infantaria do Exército.

O 1º Sargento Robinson disse que ele conheceu o projeto de criação do batalhão em recente encontro com o Chefe de Relações Públicas da 6ª Região em Salvador, Coronel Marco Antônio. O comandante do Tiro de Guerra informou que há uma necessidade por ser uma cidade de porte médio que atende outras regiões do Estado da Bahia. “Nesta região não tem quartel, só os tiros de guerra próximos. A terceira maior cidade do Estado, inclusive tem as demandas da Operação Pipa. Tem uma região grande aqui, no norte de Minas Gerais e parte também do Espírito Santo, que não tem o quartel do exército”. Será agendada uma reunião da prefeita com o Coronel Marco Antônio para levantar o interesse da comunidade local e das lideranças, principalmente políticas, para colocar em execução o projeto que já está pronto.

Também foram solicitadas melhorias na estrutura do Tiro de Guerra e houve a entrega de um exemplar da revista do Comando Militar do Nordeste, a pedido do Comandante Gen Marco Antônio. De acordo com o 1º Sargento Robinson, o encontro foi positivo. “Prefeita educada e carismática. Conseguimos colocar algumas demandas. Agradeço a cordialidade e a recepção da prefeita mais uma vez, por ter esse carinho com o Tiro de Guerra”. :: LEIA MAIS »

Almadina quer entrar na rota do turismo rural

Foto: Tatiana Azeviche

Com serras, mata virgem e rios, a região de Almadina, no sul da Bahia, apresenta potencialidades para o turismo rural. O projeto para desenvolver uma rota na modalidade foi apresentado pelo município, na quarta-feira (4), em Salvador, durante encontro na Secretaria Estadual do Turismo (Setur).

“Almadina tem vocação para o lazer rural, porque reúne riquezas naturais. Vamos fazer estudos mais abrangentes para viabilizar a iniciativa, dentro da nossa proposta de ampliar as atividades turísticas no interior”, afirmou o titular da Setur, Maurício Bacelar.

O prefeito de Almadina, Milton Cerqueira, ressaltou as características do projeto. “A rota que queremos criar é extensa e inclui atrativos como a Pedra do Corcovado, que teria sido um local de turismo religioso há muitos anos; e a nascente do Rio Almada, que vai de Almadina à Lagoa Encantada, no município de Ilhéus”. :: LEIA MAIS »

Bahia vai implantar Fórum Estadual dos Secretários da Agricultura

Foto: Divulgação

Durante reunião com agentes públicos dos municípios que compõem o Território de Identidade Sertão do São Francisco, realizada nesta quarta-feira (4), em Juazeiro, o secretário estadual de Agricultura, João Carlos Oliveira, anunciou a criação do Fórum Estadual dos Secretários da Agricultura. O objetivo é discutir soluções e políticas públicas voltadas para “este importante setor, que é um dos maiores vetores da economia do estado, respondendo por 1/4 do PIB da Bahia”.

Na ocasião, ele ouviu as reivindicações dos representantes municipais do Sertão do São Francisco, a exemplo da certificação dos produtos para que eles possam ser comercializados em todo território nacional e até exportados; melhoria das estradas vicinais, combate à mosca-das-frutas, além de uma política que preserve a identidade dos produtos baianos.

De acordo com o titular da Seagri, o trabalho deve ser conjunto, pois não adianta apenas haver esforços individuais. Inclusive, citou o exemplo da mosca-das-frutas que, mesmo um município tendo todos os cuidados sanitários para evitar que a praga chegue à sua plantação, se não houver um esforço conjunto, a plantação não estará livre. O manejo para este combate tem que ser inerente a todos os municípios que possuem a fruticultura.

Ainda durante o encontro, o secretário da Agricultura de Juazeiro, Carlos José Neiva, entregou um documento com as demandas comuns da região para que seja avaliado pela Secretaria de Estado. Mas antes, ele falou da necessidade da Seagri itinerante para os municípios estarem mais perto do Estado. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia