WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Coronavírus’

“Na segunda quinzena de fevereiro ou início de março”, diz prefeito de Salvador sobre volta às aulas

Foto: Matheus Morais

Durante o início do terceiro dia de vacinação na capital baiana, no bairro de São Caetano, nesta quinta-feira (21), o prefeito Bruno Reis falou sobre a possibilidade de retorno das atividades escolares em Salvador, após pressão do setor que representa as escolas particulares.

Segundo Bruno, a estimativa dos representantes era para que o retorno das aulas fossem no início do mês de fevereiro. No entanto, ele descartou essa possibilidade e afirmou que irá avaliar a decisão, a depender dos números de casos e de internações de Covid-19 na cidade.

“Está tendo, na verdade, vai iniciar a pouco, uma reunião da nossa equipe de governo com os representantes das escolas particulares, onde estarão sendo discutidos os protocolos e discutindo essa previsão de retorno para que, em seguida, eu possa junto com o governador, tomar essa decisão. Em uma reunião que eu realizei com eles ainda no final de dezembro, fui claro ao colocar para eles que ainda precisava de pelo menos um mês para se organizar. Diferente das escolas públicas, que nós já temos os nossos alunos, as escolas particulares têm que anunciar a matrícula, até porque os pais só vão realizar a matricula quando tiverem uma certeza de retorno”, disse o prefeito, que revelou não haver, ainda, data concreta de retorno, mas que estuda algo para a segunda quinzena de fevereiro ou início de março. :: LEIA MAIS »

Bahia busca conter avanço da Covid-19 em municípios das regiões Sul e Sudoeste

Foto: Ascom / Sesab

Com o objetivo de conter o avanço de novos casos do coronavírus (Covid-19) e ampliar o giro-leito nas Unidade de Terapia Intensiva (UTIs) dos hospitais municipais e contratados, o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, se reuniu nesta quarta-feira (20), com seis secretários municipais de saúde das regiões Sul e Sudoeste.

No encontro virtual com secretários de Vitória da Conquista, Guanambi, Barra da Estiva, Jequié, Itabuna e Ilhéus, o titular da pasta estadual da Saúde solicitou um empenho maior dos gestores para reduzir o ritmo de crescimento da Covid-19.

“Nos últimos cinco dias, tivemos um crescimento médio superior a 1% em algumas localidades, o que é preocupante. Além disso, peço um esforço adicional para fiscalizarem suas equipes e reavaliarem o perfil dos pacientes internados nas UTIs, pois há relatos de pessoas que ficam internadas por um tempo maior do que o necessário, impossibilitando que novos pacientes sejam admitidos”, afirma Vilas-Boas. :: LEIA MAIS »

“É extremamente importante que a Prefeitura veicule campanhas de combate à desinformação em relação às vacinas”, diz vereador

Vereador Jhonatas Monteiro (PSOL)

Após as primeiras doses da vacina contra a Covid-19 chegarem em Feira de Santana e, com isso, o início da vacinação, o vereador Jhonatas Monteiro (PSOL) usou suas redes sociais para informar que essa é uma vitória da ciência e do SUS. “As primeiras doses de vacina contra a Covid-19 chegaram hoje em Feira, o que é vitória da ciência e do SUS. Porém, além da pequena quantidade, é ainda visível a fragilidade dos planos de vacinação nas diferentes esferas de governo. Esse é o caso de Feira de Santana”, disse.

Jhonatas relatou que não existem ainda previsões sólidas para a vacinação da população, bem como sobre o impacto disso na redução da taxa de transmissão. “Portanto, medidas como distanciamento social e uso de máscara continuam necessárias. A pandemia infelizmente ainda não acabou”, alertou.

O edil completa dizendo que é extremamente importante que a Prefeitura veicule campanhas de combate à desinformação em relação às vacinas. “Em especial para evitar tumultos e aglomerações, a população deve ser muito bem informada sobre os termos e prazos em que a vacinação acontecerá no nosso município”, explica. :: LEIA MAIS »

Dose da esperança chegou à primeira idosa no Lar do Irmão Velho

Foto: Izinaldo Barreto

Às 16h33, dona Zumira Maria dos Santos, aos 98 anos, foi a primeira idosa a ser vacinada contra a Covid-19 em Feira de Santana. “É a melhor coisa do mundo pra nós. Agora podemos receber, mais seguros, nossos parentes e amigos”, comemorou.

Beneficiada com a primeira dose da CoronaVac, Zumira, natural de Jussiape, na Bahia, faz parte do grupo prioritário. Ela reside há três anos no Lar do Irmão Velho, uma Instituição de Longa Permanência do Idoso.

Somente nesta entidade, 56 idosos e mais 46 profissionais da área de saúde e de apoio direto receberam o imunizante.

Desde o início da pandemia, segundo Bertulino Neto, presidente da instituição, “metade da população interna foi contaminada pelo vírus”, e pelo menos dois idosos morreram. :: LEIA MAIS »

Vacina contra Covid-19 chega à Feira de Santana e Núcleo Regional de Saúde inicia distribuição das doses na cidade e região

Foto: Divulgação / Ascom

As primeiras doses da CoronaVac chegaram em Feira de Santana nesta terça (19), através do Núcleo Regional de Saúde (NRS), que deu início à vacinação e a distribuição de 80% das doses da vacina contra a Covid-19 na cidade e municípios da região.

A enfermeira Layse Bastos de Souza, de 33 anos, foi a primeira profissional de saúde a ser vacinada no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), que é referência em atendimentos de urgência e emergência no interior do Estado, especialmente no tratamento de pacientes com coronavírus.

Para o deputado federal Zé Neto, que acompanhou a chegada e o início da vacinação no município, é um marco importante para a ciência e o Sistema Único de Saúde (SUS). “Depois de muita luta do povo brasileiro e daqueles que acreditam na vida, em meio ao atraso do Governo Federal, é uma alegria e esperança ver que as vacinas estão chegando nas cidades, a exemplo de Feira. Um passo importante foi dado pelo Governo do Estado e agora cabe ao município, poder público, setor privado e toda a sociedade unirem forças para vacinar o maior número de pessoas, para que possamos voltar à normalidade o quanto antes”, destacou o deputado, alertando que “a imunização em massa só vai acontecer se nos conscientizarmos”. :: LEIA MAIS »

Definidos os nomes que vão compor Grupo de Trabalho para dialogar sobre retomada cultural

Foto: Divulgação / PMFS

Definidos os nomes que vão compor o Grupo de Trabalho (GT) para dialogar sobre as dificuldades enfrentadas durante a pandemia e a retomada socioeconômica e cultural, no município de Feira de Santana. A relação foi apresentada na segunda-feira, 18, durante audiência pública virtual.

O GT é formado por representantes da associação dos músicos, produtores culturais, setor do entretenimento e do sindicato de hotéis, bares e restaurantes. São eles: Hélio Torres, Nóide Cerqueira Júnior, Toninho Campos, Billy Sonorização e Antônio Dyggs. :: LEIA MAIS »

Prefeito de Feira de Santana afirma que vacinação vai priorizar profissionais em emergências e UTIs

Prefeito de Feira de Santana, Colbert Martins Filho (MDB) – Foto: Divugação / PMFS

Feira de Santana terá 9 mil doses nesta primeira etapa de vacinação contra a Covid-19. A confirmação foi dada pelo prefeito Colbert Martins Filho durante entrevista coletiva ocorrida no Paço Municipal na manhã desta terça-feira (19).

Prioritariamente, serão imunizados profissionais de saúde que estão na linha de frente do enfrentamento à pandemia em emergências e unidades de terapia intensiva (UTIs), além de idosos institucionalizados (em casas de longa permanência) acima de 60 anos.

“Com esse quantitativo e assim que estivermos com a vacina, iniciaremos a imunização, nos locais de trabalho, de enfermeiros, médicos, motoristas de ambulâncias, fisioterapeutas e maqueiros, profissionais de higienização, ou seja, todos que neste momento estão expostos e envolvidos pela rede SUS no combate ao coronavírus”, explica.

O secretário municipal de Saúde, Edval Gomes, lembrou que a data é simbólica e representa o início de uma nova fase no combate à pandemia. “Temos, agora, um instrumento eficiente que pode mudar o curso da doença”, afirma. :: LEIA MAIS »

Primeiras vacinas contra a Covid-19 são aplicadas na Bahia

Foto: Camila Souza / GOVBA

Uma enfermeira de 53 anos, uma idosa de 83, um médico de 30, todos negros, e uma indígena do povo Tuxá de 31 anos foram as quatro primeiras pessoas a serem vacinadas contra a Covid-19, na Bahia. O governador Rui Costa acompanhou a imunização histórica, que aconteceu na sede das Obras Sociais Irmã Dulce (Osid), em Salvador, na manhã desta terça-feira (19).

A vacinação se inicia apenas algumas horas depois da chegada de 376.600 doses da Coronavac no estado. “É uma emoção grande. Quase um ano que estamos nessa luta, com a população sofrendo, pessoas perdendo seus entes queridos, e hoje, após meses de muito trabalho, começamos a enxergar a luz no fim do túnel”, afirmou o governador.

Na ocasião, Rui destacou que ainda há muito a ser feito. “Ainda não é a solução, porque temos uma longa caminhada pela frente. Não tem vacina disponível para todo mundo de uma vez, e por isso vamos tentar buscar uma outra vacina. Estamos tentando, junto ao Supremo Tribunal Federal, conseguir autorização para a aquisição da Sputnik V, a vacina russa”, revelou.

O secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, que aplicou as doses da vacina nos quatro primeiros imunizados do estado, reforçou os esforços do Governo da Bahia para ampliar a quantidade de imunizantes. “São mais de 376 mil doses de esperança injetadas no povo baiano. Vamos trabalhar daqui pra frente para ampliar o número de vacinas e convencer o Governo Federal de que é necessário ampliar o leque de vacinas, porque estamos perigosamente na mão de um único país. Qualquer problema de ordem técnica, industrial ou política poderá colocar o povo brasileiro em risco”, afirmou. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia