WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia


:: ‘Câmara Municipal de Feira de Santana’

População pode contribuir na construção de leis para o município

Feira de Santana

Feira de Santana – Foto: ACM

O cidadão de Feira de Santana vai passar a ter uma participação ativa na elaboração de leis para o município. Nesta quinta-feira, 13, o prefeito Colbert Martins Filho sancionou a lei 4.031 que cria do Banco de ideias Legislativas.  O documento foi publicado no Diário Oficial Eletrônico.

Desta forma, a população poderá sugerir ideias que correspondam as suas demandas e ter uma relação de aproximação com a Câmara de Vereadores. Para participar é necessário preencher o formulário eletrônico, disponibilizado no site da Câmara.

As informações devem conter o nome da pessoa, os números do CPF e RG, endereço, e-mail, telefone, a sugestão e o nome do vereador, caso queira direcionar. :: LEIA MAIS »

Câmara de Feira prorroga validade de concurso

Câmara Municipal de Feira de Santana

Câmara Municipal de Feira de Santana

Os candidatos aprovados no último concurso realizado pela Câmara Municipal de Feira de Santana, convocados em agosto deste ano, só podem ser nomeados a partir de primeiro de janeiro de 2022, informa o presidente do Legislativo feirense, vereador José Carneiro Rocha. É quando a Lei Complementar número 173, de 27 de maio de 2020, não mais estará em vigor.

A lei, que estabelece o Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus SARS-CoV-2 (Covid-19), proibe, até 31 de dezembro de 2021, qualquer ação que resulte no aumento da despesa de pessoal no serviço público, em todos os níveis.  Desta forma, a Câmara está impedida de admitir ou contratar pessoal nesse período.

“Nós fizemos a convocação dos demais concursados para se apresentarem. A previsão era para o mês de março, mas veio a pandemia e nós os chamamos neste mês de agosto, quando todos que foram contemplados no concurso se apresentaram, trouxeram a documentação. Mas esbarramos na Lei Complementar Federal”, explica o presidente da Câmara. :: LEIA MAIS »

Vereador reclama da Central de Regulação do Estado: “Foca na pandemia e esquece pacientes com outras doenças”

Vereador Luiz da Feira

Vereador Luiz da Feira (PROS)

“Vereador não tem poder para regular”. Essa afirmação foi feita nesta terça-feira (11) pelo vereador Luiz da Feira (PROS), na Câmara Municipal de Feira de Santana. O edil falou sobre dificuldades encontradas pelos feirenses junto a Central Estadual de Regulação, órgão da Secretaria de Saúde do Governo do Estado responsável por indicar vaga em unidade hospitalar da rede pública, para a assistência médica dos baianos.

Luiz da Feira cobrou agilidade por parte do órgão, no sentido de melhor assistir as pessoas necessitadas de internamento ou intervenção hospitalar por causas como infarto, dengue ou chikungunya, entre outras. “Focam na questão da pandemia da Covid-19, mas muita gente está morrendo de outras doenças”, disse.

Ele ainda disse que o vereador recebe ligações todos os dias, “mas não posso fazer nada para regular estes guerreiros que estão nas policlínicas e nas UPAs”. :: LEIA MAIS »

Líder do Governo diz que vereadores da base “não aprovarão” requerimentos de oposição

Vereador Marcos Lima

Vereador Marcos Lima (DEM)

O vereador e líder do Governo, Marcos Lima (DEM), na sessão ordinária desta segunda-feira (10), na Câmara Municipal de Feira de Santana, falou algo que causou estranheza em seus colegas. Marcos rebateu as críticas tecidas pelo vereador Roberto Tourinho (PSB) ao Governo Municipal e afirmou que o seu discurso “já está repetitivo” e que ele “deveria buscar outro assunto” para abordar na tribuna.

Tourinho chegou a comparar, em seu discurso na manhã desta segunda-feira (10), o governo do prefeito Colbert Martins com o governo do ex-prefeito Tarcízio Pimenta, de quem foi crítico ferrenho. Ainda segundo o vereador, ambas as gestões “abandonaram” Feira de Santana com “ruas esburacadas, zona rural desassistida, obras inacabadas e a destruição da saúde”.

SAMU

O líder do Governo ainda informou que Tourinho solicitou a lista dos funcionários do SAMU e outras informações a mais. “O que ele precisar, estaremos aqui. Se ele pesquisar um pouco mais no Portal da Transparência, ele vai ter as informações que ele tanto pede”, disse.

Com os dados sobre o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) impressos em suas mãos, Marcos Lima garantiu que não é necessária a aprovação de requerimentos para que os edis tenham acesso à informações sobre os recursos públicos municipais. “Já dei a ele a resposta na semana passada e agora vou dar mais uma resposta que ele pediu, porque o Governo Municipal do prefeito Colbert Martins não tem o que esconder. Agora, nós vereadores, que temos 19 da base, vamos estar aqui aprovando requerimento de oposição? Vocês já viram isso em que parlamento? Em que local do Brasil? Nós não vamos estar aqui, vereador Roberto Tourinho, lhe dando essa oportunidade de aprovar esses tipos de requerimento, não. A resposta que vossa excelência está pedindo, nós vamos lhe dar. Agora, não para aprovar requerimento de vossa excelência”, declarou.

Marcos finalizou dizendo que os vereadores da base não vão aprovar requerimento na Câmara fazendo “politicagem” de oposição que toda semana coloca requerimento para tentar desgastar o Governo. :: LEIA MAIS »

Vereador reclama da situação do transporte coletivo em Feira de Santana

Vereador Zé Filé

Vereador Zé Filé (PSD)

O vereador Zé Filé (PSD) em seu discurso na sessão ordinária desta segunda-feira (10), na Câmara Municipal de Feira de Santana, abordou a situação do transporte público coletivo em Feira de Santana.

Zé Filé afirmou que tem recebido muitas reclamações da população devido a redução na frota de ônibus das empresas Rosa e São João.  “Testemunho a dificuldade da população no dia a dia. Domingo praticamente não roda; chega na segunda-feira na Gabriela não tem ônibus, no Feira X a linha foi reduzida e no Aviário a mesma coisa. Se o povo da sede está sofrendo por falta de transporte, imagine o povo do distrito”, avaliou.

O edil pediu ao prefeito Colbert Martins Filho que cobre do secretário Municipal de Transporte e Trânsito, Saulo Pereira Figueiredo, uma ação mais enérgica junto as empresas. “O que está acontecendo com as empresas? Se não têm capacidade, interesse de rodar na cidade, ótimo! Que abram espaço para outras empresas. Não são apenas duas empresas no mundo.”, cobrou. :: LEIA MAIS »

“Se botar Ron para o caixão, depois aguarde. Quem mandou não vai não, vai a família toda”

Vereador Ron do Povo

Vereador Ron do Povo (MDB)

O clima esquentou na sessão desta quarta-feira (05), na Câmara Municipal de Feira de Santana. O vereador Ron do Povo (MDB), usando a tribuna, afirmou que observa muitas coisas que ele vê na Casa, mas que não fala nada seguindo conselhos de sua colega, a ex-vereadora Cíntia Machado.

Logo após, o edil se dirigiu ao vereador Roberto Tourinho (PSB), acusando-o de atacar os colegas, o ex-prefeito José Ronaldo e também o atual prefeito Colbert Martins Filho. “Mas ele não olha para as calças que veste, para as coisas que faz e que tem feito no governo do ex-prefeito José Ronaldo. Ron ainda lembrou a denúncia feita sobre a venda do terreno do Atacadão as margens da BR-324. “Quando houve a denúncia da venda do terreno do Atacadão na BR-324, teve colega que disse que iria me dar as provas para que eu denunciasse. Na época a notícia era de que havia colegas vereadores envolvidos. Mas o vereador não teve coragem de me dar”, disse.

Ron ainda pediu mais respeito por parte do vereador Roberto Tourinho com os colegas vereadores. “Se somos quadrilha, o senhor fez parte da quadrilha. O senhor é frio e calculista, vereador. Mas se no Micareta o senhor se bater comigo, a gente vai conversar particular porque o senhor ofende chamando aqui de cachorro, de mau-caráter, de moleque, mas tem que ter mais respeito aos colegas vereadores, ao prefeito e ao ex-prefeito”, ameaçou.

O edil ainda admitiu que não consegue debater com Tourinho e que gostaria de ter um pouco da sua inteligência. “Queria ter só um pouco da sua inteligência, mas Deus sabe de tudo. Deus está me dando força, sabedoria e paciência porque tem vereador aqui que não tem coragem de falar. Estamos nesse mundo de passagem. Tem muitos aqui que o poder, o dinheiro e as indicações que tem é tudo nessa vida, mas eu quero honrar a Deus, aos meus pais e ao meu povo. Não quero estar com conversa bonita, prometendo, levando e fazendo as pessoas ir de contra as outras através da lábia e da conversa bonita. Aqui não tem ninguém tabaréu, ninguém besta, mas o senhor também é malandro. Como o senhor falou que aqui tem muito malandro, o senhor também faz parte da malandragem”, disparou.

O vereador ainda acusou Tourinho de ser conivente de “muitas coisas”. “O senhor foi conivente de muitas coisas em seus mandatos. O senhor sabe o que tem e o que não tem na Secretaria. Por isso que o senhor mexe em muitas coisas. Mas o senhor é judas e traíra. Eu com provas iriamos para briga, para o pau. Estou no primeiro mandato, mas tenho coragem, atitude e respeito”, disse.

Ainda de acordo com Ron, Tourinho foi muito ajudado pelo ex-prefeito José Ronaldo. “A gente tem que ter caráter, tem que ser homem e honrar as calças que vestimos. O senhor (Roberto Tourinho) foi muito ajudado pelo ex-prefeito José Ronaldo e sabe disso. O que não pode é o senhor chega aqui chamando a gente de malandro. Se somos, o senhor fez parte da malandragem então. E agora está jogando tudo para o alto. Sou o vereador mais jovem, mas de palavra e não tenho medo da morte. Já vivi, tenho honra ao meu povo e quem me ameaçar, venha me ameaçar. Agora, se botar “Ron” para o caixão (sic), depois aguarde. Quem mandou não vai não, vai a família toda. Mandei o recado, tá?”, disparou.

Roberto Tourinho responde as “ameaças” de Ron do Povo e faz desafio a colegas da Casa

Vereadores Roberto Tourinho e Ron do Povo - site Política In Rosa

.

Logo após a fala do vereador Ron do Povo (MDB), em que ele faz “ameaças”, o vereador Roberto Tourinho (PSB) pediu pela ordem e respondeu o colega. “Presidente, confesso que não entendi discursos de ameaça, de morte, de me bato lá fora e tal. Confesso que as academias estão fechadas. Aqui é a Câmara de Vereadores”, afirmou o vereador.

Sobre as acusações de Ron a respeito da construção do Atacadão as margens da BR-324, Tourinho desafiou. “Já disse e repito, porque não criar uma CPI para apurar o licenciamento do Atacadão? Façam e deem entrada no pedido de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o assunto. Quero ser o primeiro a ser ouvido nesse pedido de CPI. No mais, tenho sete mandatos, o povo me elegeu e reelegeu e não preciso provar absolutamente nada para ninguém da minha história e da minha integridade”, disse Roberto Tourinho.

Resposta de Nery

O vereador Alberto Nery (PT) também não gostou da forma como Ron do Povo se expressou. O petista disse que tem um carinho pelo edil Ron e ressaltou que o debate que se dá na Casa não é de caráter e nem de ordem pessoal. “Que ele retire o que disse principalmente quando desafia o outro para resolver as coisas “lá fora”. Penso que essa não seja a forma de conduzir a situação. Aqui o debate é político. Não estamos debatendo questão de ordem pessoal. Se houve infelicidade na fala do vereador Roberto Tourinho, não é motivo para um tentar desafiar o outro. Ninguém aqui é mais homem do que ninguém. Sou um cara que tenho uma idade mais elevada, mas homem nenhum me desafia”, falou o vereador não escondendo a sua chateação.

Vereador critica empresa responsável por pavimentação de ruas do distrito de Humildes

Vereador Zé Curuca

Vereador Zé Curuca (DEM)

Nesta quarta-feira (05), o vereador Zé Curuca (DEM) usou a tribuna da Câmara Municipal de Feira de Santana para criticar duramente a empresa responsável pela pavimentação de algumas ruas do distrito de Humildes. De acordo com o edil, a obra ainda não aconteceu porque “a J Matos é uma empresa ruim”.

Ainda de acordo com Zé Curuca, o serviço de calçamento de diversas ruas que foram contempladas no pacote de obras do município está demorando muito. “Eu quero que o prefeito Colbert Filho chame a atenção da empresa J Matos, pois o povo está reclamando e cobrando a pavimentação. Eles calçaram apenas duas ruas até o momento”, disse. :: LEIA MAIS »



WebtivaHOSTING // webtiva.com . Webdesign da Bahia